Notícias, Operação Ondas Limpas

Alerta ao lixo invisível: Sea Shepherd coleta 100 kg de lixo em Itacaré após limpeza intensa de Carnaval.

ITACARÉ, BA – Na manhã de sábado 22 de Fevereiro, um grupo de voluntários da ONG de conservação marinha Sea Shepherd foram à Praia da Coroa de Itacaré – o epicentro das comemorações de Carnaval da cidade – para a realização da ação Ondas Limpas, projeto desta ONG para a limpeza de praias e conscientização do uso e descarte do lixo nas áreas costeiras de todo o Brasil.

Logo antes do início das atividades, lixeiros da Prefeitura de Itacaré finalizaram seus trabalhos com eficiência e deixaram uma praia aparentemente pristina. Os voluntários da Sea Shepherd utilizaram esta oportunidade para focar numa forma de lixo mais invisível – e mais perigosa para os oceanos: eles trabalharam na coleta minuciosa e detalhada de pequenos plásticos, bitucas, tampas de garrafas e pedaços de papel e isopor – lixo que é mais árduo e trabalhoso de ser encontrado e retirado. 

 

Doe para ajudar na Operação Ondas Limpas

Mesmo após a coleta da Prefeitura, os onze voluntários da Sea Shepherd encontraram por volta de 100 kg de resíduos no local – uma faixa de praia de por volta de 600 metros que diariamente é coberta pela maré. Em sua maioria, por volta de 70% da coleta, os resíduos eram feitos de material plástico e isopor, que tendem a ser tóxicos e têm um processo de decomposição de dezenas a milhares de anos. Não fosse pelo dedicado trabalho dos voluntários, este lixo seria carregado para o oceano, afetando seu ecossistema e vida marinha.

Nathalie Gil, coordenadora da ação, comenta: “É alarmante saber que esta realidade acontece todos os dias por toda a costa; não há como nenhum sistema de coleta lixo passar horas coletando estes resíduos invisíveis. O problema não está em como limpamos as praias mas em como as sujamos. Devemos ser conscientes do nosso lixo como um todo – quanto menores mais preocupante é o problema, já que estes resíduos não são coletados, são levados pelo mar e consumidos por microorganismos, corais e peixes, afetando toda a cadeia alimentar.”

A ação contou com a ajuda da Prefeitura de Itacaré para o descarte do lixo coletado, da ONG Recicla Itacaré para informação e divulgação da ação, e do Grupo dos Amigos da Praia (GAP) de Ilhéus na doação de suprimentos e divulgação.

Doe para ajudar nas Ações de Educação Ambiental

#OndasLimpas

Back to list

Related Posts