Embaixadores da Sea Shepherd Brasil

Os Embaixadores da Sea Shepherd Brasil são personalidades de diversos meios da sociedade: celebridades, artistas, cientistas, advogados, jornalistas, dentre outros – que disseram “SIM, EU QUERO AJUDAR A PRESERVAR O OCEANO E ANIMAIS MARINHOS”. O objetivo é contar com a colaboração de cada membro dentro de suas distintas áreas de atuação e conhecimento para desenvolver campanhas de captação de voluntários, fundos e estratégias de comunicação, objetivando sensibilizar as pessoas da importância de preservarmos o meio ambiente.

São pessoas com vasto conhecimento em suas respectivas áreas de experiência e possuem uma preocupação profunda em proteger e conservar a diversidade da vida nos oceanos.

Ale Luglio

Ale Luglio

Nutricionista formada pela Universidade de São Paulo em 1996, atuante na área de nutrição clínica e consultoria nutricional para empresas.

Ex-coordenadora do departamento de saúde e nutrição da Sociedade vegetariana Brasileira (2016 a 2021).

Diretora do departamento de Campanhas da Sociedade Vegetariana Brasileira.

Embaixadora no Brasil da fundação italiana BCFN- Barilla Center for Food and Nutrition.

Fundadora da Ale Luglio Nutrição, empresa que presta consultoria para empresas da área de alimentos atuando na área de marketing nutricional, pesquisa, desenvolvimento e aprimoramento de perfil nutricional de produtos e cardápios.

Palestrante na área de nutrição consciente, esporte, vegetarianismo e sustentabilidade.

Extensão em Economia Circular na Berkley University – CA/USA

Mãe-Terráquea inconformada. Gerando impacto positivo para as pessoas, animais e planeta.

Cristian Dimitrius

Cristian Dimitrius

Cristian Dimitrius é cinegrafista, fotógrafo e apresentador de televisão especializado em vida selvagem e história natural. Seja em terra ou em baixo d’água, de onças e anacondas a cachalotes e gorilas, a cinematografia inovadora e técnicas de câmera não ortodoxas de Cristian estão ajudando a revolucionar a forma como o público vê e percebe a vida selvagem.

De surpreendentes fotografias a deslumbrantes sequências de vídeo, feitos com as mais avançadas técnicas disponíveis, Cristian eleva os limites da produção de filmes de vida selvagem tendo créditos em produções feitas para as maiores redes de televisão do planeta, incluindo a BBC, National Geographic, Discovery Channel, TV Globo, History Channel e Animal Planet. A missão de vida de Cristian Dimitrius é fazer com que as pessoas se apaixonem pelo nosso planeta, através de suas imagens, criando assim um desejo maior para a conservação e o conhecimento.

Hugo Fernandes

Hugo Fernandes

O biólogo Hugo Fernandes tem como objetivo não só popularizar a ciência no Brasil, mas principalmente convencer pessoas dos mais variados perfis a colocá-la como item fundamental no debate público. Por isso, é um divulgador multimídia: articula parcerias com diferentes meios de comunicação e marca presença em programas na televisão aberta local, colunas em rádio e em site de notícias, nas redes sociais e produz eventos culturais. Ele busca “furar a bolha” para além dos já convertidos pela causa da ciência.

Bacharel em Ciências Biológicas pela UFC, Doutor em Zoologia pela UFPB e com Pós-Doutorado em Ecologia pela UFRPE, Hugo Fernandes é professor da UECE desde 2016 e teve também uma empresa de consultoria ambiental. Mas foi através da comunicação na TV e na internet que o seu trabalho foi potencializado para atingir ainda mais pessoas.

Em seu Instagram, procura sempre abordar assuntos atuais que envolvem a Biologia. Postagens com fotos, artes, vídeos e textos facilitam a compreensão de quem acessa o seu perfil.

Lawrence Wahba

Lawrence Wahba

Lawrence Wahba é um cineasta brasileiro de documentários. Diretor de Fotografia, apresentador de TV, diver e autor, dirigido ou produzido.

Acumula no currículo 17 documentários; 80 episódios para séries documentais e mais de 600 histórias de TV, gravadas em todos os continentes e oceano em diferentes cantos do mundo e exibidas em até 160 países em canais como National Geographic, Wild, Discovery Channel, Animal Planet, Rede Globo etc.

Durante seus 25 anos de carreira Wahba ganhou alguns prêmios importantes, como o Festival Mundial de Imagens Subaquáticas de Antibes, França; o Festival de Cinema da Amazônia e em 2013 ganhou um Emmy de Fotografia de Destaque por seu trabalho como Diretor de Fotografia na série “Untamed Americas”.

Em 2017, ele lançou seu primeiro longa-metragem nos cinemas brasileiros: “Novo Nascer do Sol na Terra”, uma parceria entre o Canal Azul e Bonne Pioche, o produtor francês que ganhou o Oscar com o filme “A Marcha dos Pinguins”.

Além de sua carreira audiovisual, Wahba é o autor do livro “Dez anos em busca dos grandes tubarões”. Ele foi colunista de várias revistas (Naútica, Scuba, Mergulho, Jornal da Tarde) e ministra palestras em empresas, escolas e universidades.

Marcio Lisa

Marcio Lisa

Filho de fotógrafo, Marcio Lisa é paulistano e fotógrafo desde a adolescência. Se especializou em fotografia subaquática e de vida selvagem, é professor de fotografia, palestrante e também guia de expedições fotógraficas para destinos exóticos na África.

Atuou como fotógrafo de vida selvagem e cinegrafista subaquático nas séries “África Animal”, “Missão Américas“,  “Mundo Selvagem” e “Top 5” do National Geographic e na série “Aventura Selvagem” do Animal Planet / Discovery e SBT. Participou também do quadro “Aventuras Urbanas” da TV Globo / Esporte Espetacular.

Esteve como representante do Brasil no Campeonato Mundial de Foto Sub em 2009, realizado na Coréia do Sul e foi ganhador do concurso internacional “Raja Ampat Photo Contest” em 2008.

Como voluntário da Sea Shepherd, recebeu em 2011 o título de “Embaixador do Mar”. Já teve diversas fotos publicadas em livros e revistas, no Brasil e no exterior.

Sofia Graça Aranha

Sofia Graça Aranha

Sofia Graça Aranha é bióloga, doutoranda em Ciências do Mar na Universidade do Algarve em Portugal, mestre em Sistemas Marinhos e Costeiros e pós-graduada em Gestão Ambiental Marinha.

Durante toda a sua carreira acadêmica e profissional, sempre buscou seu desenvolvimento na área marinha, mais precisamente na ecologia e conservação de tubarões e raias.  Desenvolveu um projeto de conservação de tubarões chamado ‘Shark FREE’ como parte dos estudos de pós-graduação no Brasil e recentemente no doutorado, desenvolveu o projeto DELASMOP (Deep sea Elasmobranchs of Portugal) que pretende avaliar a condição e sobrevivência de tubarões e raias de profundidade utilizando metodologias não-letais. Este projeto é uma continuação dos seus estudos no mestrado e está em fase de desenvolvimento.

Além disso, é co-fundadora do núcleo carioca da Sea Shepherd Brasil, tendo se dedicado desde 2009 à trabalhos voluntários e na coordenação de projetos de conservação marinha. Ainda como voluntária, trabalhou em projetos de pesquisa e conservação de tubarões-branco na África do Sul.

Sofia é mergulhadora e apresentadora do programa Ameaçados do Canal OFF que retrata animais marinhos ameaçados de extinção.

Beto Pandiani

Beto Pandiani

Beto Pandiani é um velejador de renome mundial e palestrante. Figura ativa na noite paulistana, foi empreendedor das principais casas noturnas de São Paulo.  Nos anos 80, Beto Pandiani se envolveu de forma mais séria com seu hobby – a vela. Isso lhe rendeu em 1989 a conquista do título de campeão norte-americano de Hobiecat 16, em Chicago, Estados Unidos.

Em 1994 resolveu largar a noite e investir em sua mais longa expedição, “Entre Trópicos”. Ele partiu de Miami (USA) até Ilhabela (Brasil). A viagem durou 289 dias. Após este marco inicial, novas expedições surgiram, como a “Rota Austral”, que começou em Puerto Montt, no Chile, contornando toda a costa sul do continente sul-americano, até chegar ao destino final, a Baía da Guanabara, no Rio de Janeiro, em abril de 2001. Vieram então a “Travessia do Drake”, saindo de Ushuaia, cruzando a passagem entre a América do Sul e a Antártica, com a duração de 45 dias e trazendo a Beto Pandiani e Duncan Ross, o título de “os primeiros velejadores a chegar à Península Antártica em um barco sem cabine”.

Erick Wilson

Erick Wilson

Erick Wilson, artista plástico conhecido como Artista do Oceano, sempre demonstrou sua paixão pelo mar desde pequeno realizando pinturas com temas marinhos em telas e murais. Em 2001 começou a trabalhar profissionalmente com a arte realizando diversas exposições individuais e coletivas pelo Brasil.
A técnica usada em suas telas é acrílica sem tela usando pincéis e aerografia dando um resultado final bem realista.

Atualmente, Erick é embaixador da Sea Shepherd, membro da Ocean Artists Society e fundador do projeto social Amigos do Oceano, onde realiza um trabalho de educação ambiental através da arte, passando uma mensagem de preservação dos oceanos e descobrindo novos talentos.

Em 2014 o artista deu inicio ao seu novo projeto Gigantes do Mar, que tem como objetivo pintar 80 murais pelo mundo retratando ondas gigantes e animais marinhos no seu tamanho real. Uma das principais finalidades dos murais é de expressar e informar aos apaixonados pelo mar a importância da manutenção e preservação da vida marinha .

Além dos murais, o projeto tem a missão de trocar suas experiências pessoais com a população local em oficinas de arte e palestras ambientais. As oficinas acontecem em escolas, instituições e organizações .

A proximidade e o contato visual do público com o fundo do mar e os animais marinhos, resulta em informação, sugerindo sutilmente a preservação dos oceanos.

Kadu Pinheiro

Kadu Pinheiro

Kadu Pinheiro é fotógrafo submarino e tem como missão explorar e retratar novos e velhos horizontes, compartilhando com o mundo o seu olhar – seja através de artigos publicados, livros, sites e todas as formas de comunicação, onde a fotografia pode fazer o seu milagre, trazendo luz onde há a escuridão; pois o ser humano protege apenas aquilo que conhece e admira. Mostrar ao mundo um pouco do que encontramos abaixo da linha d’água acabou tornando-se seu principal objetivo de vida.

Com portfólios publicados em várias revistas internacionais como DYK e Buddy Potapeni, hoje é colaborador da Sport Diver Magazine, (maior revista de mergulho do mundo), é o responsável pela área de mergulho do portal Webventure (maior portal de esportes de aventura da América Latina). Kadu foi fotógrafo da revista mergulho, criador e editor da antiga revista eletrônica Underxmag, e colaborador de diversas outras revistas e sites de mergulho e turismo no Brasil e no mundo. Além de fotógrafo é instrutor de mergulho recreativo e de fotografia submarina pela NAUI e IANTD e Technical Cave Diver IANTD, sendo especialista em fotografia de cavernas alagadas.

Luísa Mell

Luisa Mell

Luísa Mell é uma ativista, atriz e escritora brasileira. Tornou-se apresentadora de programas especializados em animais, sobretudo cães, e é presidente do Instituto Luisa Mell.

Ativista pelos direitos dos animais, Luisa Mell foi a responsável pela aprovação de uma lei que proibia o uso de animais em espetáculos circenses e o abate imediato de cães recolhidos para zoonoses.

Em fevereiro de 2015 fundou o Instituto Luísa Mell, que atua principalmente no resgate de animais feridos ou em risco, recuperação e adoção. Também mantém um abrigo com dezenas de animais, incluindo cães e gatos, todos resgatados das ruas, onde são protegidos, alimentados e aguardando a oportunidade de serem adotados.

Paulina Chamorro

Jornalista com mais de duas décadas na cobertura de temas socioambientais, com especial experiência e paixão por grandes expedições na natureza, Paulina Chamorro foi responsável pela criação de projetos e estratégias de comunicação ambiental por mais de dez anos no Grupo Estado e como colaboradora de diferentes ONGs. Apresentou programas pioneiros no rádio sobre temas ambientais, na Rádio Eldorado, onde também foi coordenadora de projetos especiais de sustentabilidade, alguns emblemáticos como o Pintou Limpeza, de educação ambiental. Foi produtora e repórter do projeto Mar sem Fim, percorrendo de veleiro por três anos toda a costa brasileira e com transmissão pela TV Cultura. E foi produtora de campo na Amazônia brasileira da documentarista Celine Cousteau.

Recebeu duas vezes o Prêmio Socioambiental Chico Mendes, como melhor programa de rádio. Em 2016 recebeu a Medalha João Pedro Cardoso, condecoração do Governo do Estado de São Paulo, a única distinção ambiental do país, pela atuação na comunicação sobre cultura e meio ambiente.

Tem o podcast Vozes do Planeta (no ar desde 2016) é uma das idealizadoras da Liga das Mulheres pelos Oceanos, um movimento feminino de luta pela conservação dos mares, e colaboradora fixa da National Geographic Brasil desde 2017, produzindo reportagens e conteúdo para o projeto Planeta ou Plástico e desde 2019 sobre o projeto-reportagem Mulheres na Conservação.

Todo ano compensa suas viagens e atividades com o plantio de árvores em áreas de manancial.

Ale Luglio

Ale Luglio

Nutricionista formada pela Universidade de São Paulo em 1996, atuante na área de nutrição clínica e consultoria nutricional para empresas.

Ex-coordenadora do departamento de saúde e nutrição da Sociedade vegetariana Brasileira (2016 a 2021).

Diretora do departamento de Campanhas da Sociedade Vegetariana Brasileira.

Embaixadora no Brasil da fundação italiana BCFN- Barilla Center for Food and Nutrition.

Fundadora da Ale Luglio Nutrição, empresa que presta consultoria para empresas da área de alimentos atuando na área de marketing nutricional, pesquisa, desenvolvimento e aprimoramento de perfil nutricional de produtos e cardápios.

Palestrante na área de nutrição consciente, esporte, vegetarianismo e sustentabilidade.

Extensão em Economia Circular na Berkley University – CA/USA

Mãe-Terráquea inconformada. Gerando impacto positivo para as pessoas, animais e planeta.

Beto Pandiani

Beto Pandiani

Beto Pandiani é um velejador de renome mundial e palestrante. Figura ativa na noite paulistana, foi empreendedor das principais casas noturnas de São Paulo.  Nos anos 80, Beto Pandiani se envolveu de forma mais séria com seu hobby – a vela. Isso lhe rendeu em 1989 a conquista do título de campeão norte-americano de Hobiecat 16, em Chicago, Estados Unidos.

Em 1994 resolveu largar a noite e investir em sua mais longa expedição, “Entre Trópicos”. Ele partiu de Miami (USA) até Ilhabela (Brasil). A viagem durou 289 dias. Após este marco inicial, novas expedições surgiram, como a “Rota Austral”, que começou em Puerto Montt, no Chile, contornando toda a costa sul do continente sul-americano, até chegar ao destino final, a Baía da Guanabara, no Rio de Janeiro, em abril de 2001. Vieram então a “Travessia do Drake”, saindo de Ushuaia, cruzando a passagem entre a América do Sul e a Antártica, com a duração de 45 dias e trazendo a Beto Pandiani e Duncan Ross, o título de “os primeiros velejadores a chegar à Península Antártica em um barco sem cabine”.

Cristian Dimitrius

Cristian Dimitrius

Cristian Dimitrius é cinegrafista, fotógrafo e apresentador de televisão especializado em vida selvagem e história natural. Seja em terra ou em baixo d’água, de onças e anacondas a cachalotes e gorilas, a cinematografia inovadora e técnicas de câmera não ortodoxas de Cristian estão ajudando a revolucionar a forma como o público vê e percebe a vida selvagem.

De surpreendentes fotografias a deslumbrantes sequências de vídeo, feitos com as mais avançadas técnicas disponíveis, Cristian eleva os limites da produção de filmes de vida selvagem tendo créditos em produções feitas para as maiores redes de televisão do planeta, incluindo a BBC, National Geographic, Discovery Channel, TV Globo, History Channel e Animal Planet. A missão de vida de Cristian Dimitrius é fazer com que as pessoas se apaixonem pelo nosso planeta, através de suas imagens, criando assim um desejo maior para a conservação e o conhecimento.

Erick Wilson

Erick Wilson

Erick Wilson, artista plástico conhecido como Artista do Oceano, sempre demonstrou sua paixão pelo mar desde pequeno realizando pinturas com temas marinhos em telas e murais. Em 2001 começou a trabalhar profissionalmente com a arte realizando diversas exposições individuais e coletivas pelo Brasil.
A técnica usada em suas telas é acrílica sem tela usando pincéis e aerografia dando um resultado final bem realista.

Atualmente, Erick é embaixador da Sea Shepherd, membro da Ocean Artists Society e fundador do projeto social Amigos do Oceano, onde realiza um trabalho de educação ambiental através da arte, passando uma mensagem de preservação dos oceanos e descobrindo novos talentos.

Em 2014 o artista deu inicio ao seu novo projeto Gigantes do Mar, que tem como objetivo pintar 80 murais pelo mundo retratando ondas gigantes e animais marinhos no seu tamanho real. Uma das principais finalidades dos murais é de expressar e informar aos apaixonados pelo mar a importância da manutenção e preservação da vida marinha .

Além dos murais, o projeto tem a missão de trocar suas experiências pessoais com a população local em oficinas de arte e palestras ambientais. As oficinas acontecem em escolas, instituições e organizações .

A proximidade e o contato visual do público com o fundo do mar e os animais marinhos, resulta em informação, sugerindo sutilmente a preservação dos oceanos.

Hugo Fernandes

Hugo Fernandes

O biólogo Hugo Fernandes tem como objetivo não só popularizar a ciência no Brasil, mas principalmente convencer pessoas dos mais variados perfis a colocá-la como item fundamental no debate público. Por isso, é um divulgador multimídia: articula parcerias com diferentes meios de comunicação e marca presença em programas na televisão aberta local, colunas em rádio e em site de notícias, nas redes sociais e produz eventos culturais. Ele busca “furar a bolha” para além dos já convertidos pela causa da ciência.

Bacharel em Ciências Biológicas pela UFC, Doutor em Zoologia pela UFPB e com Pós-Doutorado em Ecologia pela UFRPE, Hugo Fernandes é professor da UECE desde 2016 e teve também uma empresa de consultoria ambiental. Mas foi através da comunicação na TV e na internet que o seu trabalho foi potencializado para atingir ainda mais pessoas.

Em seu Instagram, procura sempre abordar assuntos atuais que envolvem a Biologia. Postagens com fotos, artes, vídeos e textos facilitam a compreensão de quem acessa o seu perfil.

Kadu Pinheiro

Kadu Pinheiro

Kadu Pinheiro é fotógrafo submarino e tem como missão explorar e retratar novos e velhos horizontes, compartilhando com o mundo o seu olhar – seja através de artigos publicados, livros, sites e todas as formas de comunicação, onde a fotografia pode fazer o seu milagre, trazendo luz onde há a escuridão; pois o ser humano protege apenas aquilo que conhece e admira. Mostrar ao mundo um pouco do que encontramos abaixo da linha d’água acabou tornando-se seu principal objetivo de vida.

Com portfólios publicados em várias revistas internacionais como DYK e Buddy Potapeni, hoje é colaborador da Sport Diver Magazine, (maior revista de mergulho do mundo), é o responsável pela área de mergulho do portal Webventure (maior portal de esportes de aventura da América Latina). Kadu foi fotógrafo da revista mergulho, criador e editor da antiga revista eletrônica Underxmag, e colaborador de diversas outras revistas e sites de mergulho e turismo no Brasil e no mundo. Além de fotógrafo é instrutor de mergulho recreativo e de fotografia submarina pela NAUI e IANTD e Technical Cave Diver IANTD, sendo especialista em fotografia de cavernas alagadas.

Lawrence Wahba

Lawrence Wahba

Lawrence Wahba é um cineasta brasileiro de documentários. Diretor de Fotografia, apresentador de TV, diver e autor, dirigido ou produzido.

Acumula no currículo 17 documentários; 80 episódios para séries documentais e mais de 600 histórias de TV, gravadas em todos os continentes e oceano em diferentes cantos do mundo e exibidas em até 160 países em canais como National Geographic, Wild, Discovery Channel, Animal Planet, Rede Globo etc.

Durante seus 25 anos de carreira Wahba ganhou alguns prêmios importantes, como o Festival Mundial de Imagens Subaquáticas de Antibes, França; o Festival de Cinema da Amazônia e em 2013 ganhou um Emmy de Fotografia de Destaque por seu trabalho como Diretor de Fotografia na série “Untamed Americas”.

Em 2017, ele lançou seu primeiro longa-metragem nos cinemas brasileiros: “Novo Nascer do Sol na Terra”, uma parceria entre o Canal Azul e Bonne Pioche, o produtor francês que ganhou o Oscar com o filme “A Marcha dos Pinguins”.

Além de sua carreira audiovisual, Wahba é o autor do livro “Dez anos em busca dos grandes tubarões”. Ele foi colunista de várias revistas (Naútica, Scuba, Mergulho, Jornal da Tarde) e ministra palestras em empresas, escolas e universidades.

Luísa Mell

Luisa Mell

Luísa Mell é uma ativista, atriz e escritora brasileira. Tornou-se apresentadora de programas especializados em animais, sobretudo cães, e é presidente do Instituto Luisa Mell.

Ativista pelos direitos dos animais, Luisa Mell foi a responsável pela aprovação de uma lei que proibia o uso de animais em espetáculos circenses e o abate imediato de cães recolhidos para zoonoses.

Em fevereiro de 2015 fundou o Instituto Luísa Mell, que atua principalmente no resgate de animais feridos ou em risco, recuperação e adoção. Também mantém um abrigo com dezenas de animais, incluindo cães e gatos, todos resgatados das ruas, onde são protegidos, alimentados e aguardando a oportunidade de serem adotados.

Marcio Lisa

Marcio Lisa

Filho de fotógrafo, Marcio Lisa é paulistano e fotógrafo desde a adolescência. Se especializou em fotografia subaquática e de vida selvagem, é professor de fotografia, palestrante e também guia de expedições fotógraficas para destinos exóticos na África.

Atuou como fotógrafo de vida selvagem e cinegrafista subaquático nas séries “África Animal”, “Missão Américas“,  “Mundo Selvagem” e “Top 5” do National Geographic e na série “Aventura Selvagem” do Animal Planet / Discovery e SBT. Participou também do quadro “Aventuras Urbanas” da TV Globo / Esporte Espetacular.

Esteve como representante do Brasil no Campeonato Mundial de Foto Sub em 2009, realizado na Coréia do Sul e foi ganhador do concurso internacional “Raja Ampat Photo Contest” em 2008.

Como voluntário da Sea Shepherd, recebeu em 2011 o título de “Embaixador do Mar”. Já teve diversas fotos publicadas em livros e revistas, no Brasil e no exterior.

Paulina Chamorro

Jornalista com mais de duas décadas na cobertura de temas socioambientais, com especial experiência e paixão por grandes expedições na natureza, Paulina Chamorro foi responsável pela criação de projetos e estratégias de comunicação ambiental por mais de dez anos no Grupo Estado e como colaboradora de diferentes ONGs. Apresentou programas pioneiros no rádio sobre temas ambientais, na Rádio Eldorado, onde também foi coordenadora de projetos especiais de sustentabilidade, alguns emblemáticos como o Pintou Limpeza, de educação ambiental. Foi produtora e repórter do projeto Mar sem Fim, percorrendo de veleiro por três anos toda a costa brasileira e com transmissão pela TV Cultura. E foi produtora de campo na Amazônia brasileira da documentarista Celine Cousteau.

Recebeu duas vezes o Prêmio Socioambiental Chico Mendes, como melhor programa de rádio. Em 2016 recebeu a Medalha João Pedro Cardoso, condecoração do Governo do Estado de São Paulo, a única distinção ambiental do país, pela atuação na comunicação sobre cultura e meio ambiente.

Tem o podcast Vozes do Planeta (no ar desde 2016) é uma das idealizadoras da Liga das Mulheres pelos Oceanos, um movimento feminino de luta pela conservação dos mares, e colaboradora fixa da National Geographic Brasil desde 2017, produzindo reportagens e conteúdo para o projeto Planeta ou Plástico e desde 2019 sobre o projeto-reportagem Mulheres na Conservação.

Todo ano compensa suas viagens e atividades com o plantio de árvores em áreas de manancial.

Sofia Graça Aranha

Sofia Graça Aranha

Sofia Graça Aranha é bióloga, doutoranda em Ciências do Mar na Universidade do Algarve em Portugal, mestre em Sistemas Marinhos e Costeiros e pós-graduada em Gestão Ambiental Marinha.

Durante toda a sua carreira acadêmica e profissional, sempre buscou seu desenvolvimento na área marinha, mais precisamente na ecologia e conservação de tubarões e raias.  Desenvolveu um projeto de conservação de tubarões chamado ‘Shark FREE’ como parte dos estudos de pós-graduação no Brasil e recentemente no doutorado, desenvolveu o projeto DELASMOP (Deep sea Elasmobranchs of Portugal) que pretende avaliar a condição e sobrevivência de tubarões e raias de profundidade utilizando metodologias não-letais. Este projeto é uma continuação dos seus estudos no mestrado e está em fase de desenvolvimento.

Além disso, é co-fundadora do núcleo carioca da Sea Shepherd Brasil, tendo se dedicado desde 2009 à trabalhos voluntários e na coordenação de projetos de conservação marinha. Ainda como voluntária, trabalhou em projetos de pesquisa e conservação de tubarões-branco na África do Sul.

Sofia é mergulhadora e apresentadora do programa Ameaçados do Canal OFF que retrata animais marinhos ameaçados de extinção.