Home » Destaque, Notícias

Carta Pública Para o Sea World: Orcas Necessitam Mais do que Grande Tanques, Orcas Necessitam do Oceano

17 agosto 2014

Tradução: Igor Ramos, voluntário ISSB

Caro Sea World,

Seus estoques estão se esgotando dia por dia. Você está sangrando financeiramente diante da estreia e do sucesso do documentário “Blackfish” e, mais importante ainda, o público está percebendo que o confinamento de inteligentes cetáceos em cruéis e pequenos tanques forçando-os a se apresentarem é errado. Os efeitos e conscientização provocados pelo filme continuam a deixarem suas marcas, é melhor seguir em frente – e encontrar uma melhor forma de utilizar e aplicar seu dinheiro – do que construir, utilizando centenas de milhares de dólares, maiores tanques para as Orcas.

Show Shamu no Sea World em San Diego. Foto: Wiki Media Commons

Como uma companhia responsável pelos cuidados aos animais, ao dar qualquer passo, vocês deveriam se perguntar: “Essa mudança será melhor para os animais? Eles querem isso?”, disse o fundador da Sea Shepherd, Capitão Paul Watson. Sim, tanques maiores, dar para esses animais mas um quarto para que possam nadar, seria, sem sombra de dúvidas, uma melhora para suas vidas. Se eles pudessem falar na nossa língua, as Orcas provavelmente concordariam com tal mudança, desde que está fosse a única opção.

Contudo, temos certeza de que – mais do que qualquer tanque em que elas estão agora ou um tanque maior – as Orcas prefeririam o oceano. Elas, certamente, preferem a vida à qual lhe é normal e natural, ou uma vida o mais próximo possível de suas vidas naturais. Por que razão elas não gostariam de ficar no ambiente natural, em suas casas? E por quanto tempo elas ficarão presas em tanques minúsculos enquanto os maiores são construídos?

Katina e seu filhote Mokaio. Foto: Wiki Media Commons

 Enquanto planejam os tanques, mantenham em suas mentes que a opinião pública continua sendo influenciada com cada vez mais pessoas que param de apoiar o a indústria aquários de animais marinhos – que mantém a caça em todo o planeta e promove massacres, entre eles em Taiji, Japão. Lembrem-se também de que seus colegas do Aquário Nacional de Baltimore estão considerando fecharem a exibição de golfinhos e liberta-los em diferentes ligares nos oceanos em resposta à opinião pública e pelo fato de se preocuparem com o bem estar animal. Vocês também tem a oportunidade e a possibilidade de fazerem o que é correto para com os animais por vocês “cuidados”, vale a pena ressaltar o exemplo a ser seguido uma vez que o Sea World é a maior companhia de parques marinhos.

Por favor, considerem também, já que planejam iniciar as reformas em San Diego, que foi proposta uma nova legislação na Califórnia proibindo shows e exposições de Orcas. O parque Vancouver, recentemente, baniu a reprodução “induzida” de baleias e golfinhos no Aquário de Vancouver, e mais exemplos virão. Os tempos estão mudando e vocês devem adequar o negócio de vocês ao momento. O Sea World irá sobreviver a essa mudança no pensamento da sociedade?

 A Sea Shepherd pede encarecidamente a vocês que tomem a decisão mais lógica, correta e apropriada – libertem as Orcas. Apenas aumentar o espaço não modificaria a rotina desses animais, existe uma escolha bem melhor. Dessa forma elas poderiam ter mais paz – sem paredes de concreto, sem mais apresentações forçadas e rotineiras e sem música alta e uma platéia as assustando. Imagine-as vivendo com espaço para alongarem seus imensos corpos, sentindo as correntes dos oceanos e a água salgada natural.

 De uma vez por todas, é hora de vocês pararem de se perguntar: “O que aumentará nosso lucro?” e começarem a se perguntar: “O que é melhor para as baleias?”

Cordialmente,

Sea Shepherd Conservation Society

All Contents Copyright © 2017 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por GPS Digital
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol