Notícias

Mantendo o curso!

Atualização das linhas de frente no Oceano Antártico

14 de janeiro de 2011, 14h00 horas (horário da Austrália)

De registro panamenho e propriedade coreana, o Sun Laurel tem cumprido o pedido da Sea Shepherd Conservation Society de se afastar da zona do Tratado da Antártida. O navio está agora a 60 graus ao norte e continua sendo seguido tanto pelo Steve Irwin quanto pelo Bob Barker. O Bob Barker, por sua vez, está sendo seguido pelo Yushin Maru 2 e o Steve Irwin está sendo seguido pelo Yushin Maru 1.

A frota da Sea Shepherd escoltando o petroleiro Sun Laurel para fora do Santuário de Baleias do Oceano Antártico

A frota da Sea Shepherd escoltando o petroleiro Sun Laurel para fora do Santuário de Baleias do Oceano Antártico

Esta manhã, o Yushin Maru 1 substituiu o Yushin Maru 3 para ficar na popa do Steve Irwin. Isto significa que a partir de hoje todos os três navios arpoadores estão à vista dos navios da Sea Shepherd. Portanto, o Nisshin Maru, o navio-fábrica, presumivelmente está a mais de 200 quilômetros de distância, para permanecer fora do alcance do helicóptero da Sea Shepherd.

É certo que não há possibilidade de caçarem baleias hoje. A Sea Shepherd tem todas as razões para acreditar que, com base no fato de que dois dos três navios arpoadores estão sob observação contínua durante os últimos 15 dias, e devido à grande distância de mais de 2.000 milhas percorridas pela frota baleeira desde que foi localizada, no 31 de dezembro de 2010, tem havido muito pouco tempo no processo de caça e carregamento das baleias.

Os arpoadores foram se revezando no reabastecimento do Nisshin Maru, mas logo os fornecimentos diminuirão, e assim como o Nisshin Maru vai precisar da carga do óleo pesado (bunker C), atualmente na posse do Sun Laurel. O Bob Barker e o Steve Irwin vão ficar de olho no navio de abastecimento e interferir de maneira agressiva em quaisquer tentativas de abastecimento e reabastecimento.

Bob Barker, Gorija, o navio de abastecimento Sun Laurel e Steve Irwin em movimento

Bob Barker, Gorija, o navio de abastecimento Sun Laurel e Steve Irwin em movimento

Após encontrarmos com sucesso o navio de abastecimento Sun Laurel, o Gojira voltou a explorar o mar em busca do Nisshin Maru.

Não há dúvida de que a frota baleeira japonesa foi severamente afetada nesta estação de caça. Passado um terço da temporada de caça, com dois dos três navios arpoadores amarrados, com os seus fornecimentos cortados e constantemente em fuga, a o contingente de baleias mortas foi reduzido a zero, ou muito próximo a ele.

A Sea Shepherd tem dois meses até a temporada de caça terminar, o que significa 60 dias no mar. Temos o combustível, os recursos, e uma equipe comprometida com essa campanha, cuja moral já foi amparada por nossos sucessos deste ano. Os capitães e as tripulações dos três navios da Sea Shepherd estão confiantes de um ano de muito sucesso em neutralizar as atividades baleeiras ilegais no Santuário de Baleias do Oceano Antártico.

Os navios baleeiros japoneses que estão atualmente no Oceano Antártico incluem: o Nisshin Maru, o navio-fábrica, os três navios arpoadores Yushin Maru (1, 2 e 3), e o navio de abastecimento Sun Laurel.

Os três navios da Sea Shepherd, em oposião aos baleeiros incluem: o Steve Irwin, o Bob Barker, e o Gojira, juntamente com o helicóptero Nancy Burnet.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do ISSB

Back to list

Related Posts