Destaque, Global, Notícias

Embarcação de pesca ilegal conhecida por série da National Geographic é apreendida na Libéria

LIBÉRIA: Marinheiros da guarda costeira da Libéria, país da costa oeste da África, a bordo do Age of Union, navio da Sea Shepherd Global, apreenderam uma famosa traineira (navio de pesca de arrasto) – apresentada anteriormente na premiada série da National Geographic, “Mercado Ilegal com Mariana Van Zeller”.

Age of Union com bycatch morto de barco de pesca. Thomas Le Coz / Sea Shepherd
Age of Union com bycatch morto de barco de pesca. Thomas Le Coz / Sea Shepherd

A captura do Kanbal III marca a vigésima apreensão feita pela Guarda Costeira Liberiana desde 2017, quando passou a combater a pesca ilegal, não declarada e não regulamentada (IUU – abreviatura em inglês), junto à Sea Shepherd Global.

No episódio chamado “Pesca Clandestina”, a jornalista investigativa Mariana van Zeller interessou-se pelo Kanbal III devido ao seu histórico de longos períodos “fora do radar”; outro termo para não utilizar o Sistema de Identificação Automática (conhecido como AIS) obrigatório; e um indicador crucial de possíveis atividades de pesca ilegal.

Antes de sua chegada à Libéria, o navio alegou estar registrado sob a bandeira da Somália – algo improvável na costa oeste do continente africano.

Porém, nenhuma atividade ilegal foi descoberta quando Van Zeller se uniu a guarda costeira liberiana para uma patrulhamento em alto mar. A jornalista conta: “Eu aprendi uma das maiores ironias do mundo da pesca: apesar do fato de quase 20% dos animais marinhos que capturamos para alimento virem do mercado ilegal, é quase impossível pegar alguém em flagrante”.

No início de setembro, o navio foi novamente abordado, porém desta vez os marinheiros da guarda costeira liberiana descobriram um relatório de inspeção senegalesa de maio de 2022, que traçava diversos problemas de segurança ainda não solucionados.

“O Kanbal III possuía uma lista extensa de violações de segurança de navios – problemas com botes salva-vidas, extintores de incêndio e transmissores de emergência vencidos. 

A embarcação foi apreendida e escoltada até o Porto de Monrovia, para sua detenção.

“Ano passado, meus homens na guarda costeira embarcados no Age of Union resgataram 12 pessoas quando um navio, o Niko Ivanka, naufragou após a entrada de água no mesmo. Muitos passageiros morreram, inclusive crianças, uma vez que o Niko Ivanka não possuía equipamentos salva-vidas para todos. Eu tenho uma política de zero tolerância contra infrações que ameaçam a segurança de vidas no mar”, disse o Ministro de Defesa da Libéria, Major General Daniel Ziankahn.

É disso que se trata a Sea Shepherd e o Age of Union: salvar e proteger toda vida no mar”, disse Peter Hammarstedt, Diretor de Campanhas da Sea Shepherd Global.

Capitão Peter Hammarstedt com Mariana van Zeller para a série da National Geographic "Mercado Ilegal com Mariana Van Zeller"
Capitão Peter Hammarstedt com Mariana van Zeller para a série da National Geographic "Mercado Ilegal com Mariana Van Zeller"

Sobre a operação Sola Stella

Desde 2017, a Sea Shepherd Global mantém uma parceria com a guarda costeira liberiana para combater a pesca ilegal, não declarada e não regulamentada (IUU em inglês), por meio de patrulhas conjuntas em alto mar sob a direção do Ministro de Defesa da Libéria, Major General Daniel Ziankahn. Até a presente data, 20 embarcações foram apreendidas por pesca ilegal e outros crimes.

Em 11 de Fevereiro de 2019, a Sea Shepherd Global foi condecorada com a Ordem de Serviços Distintos (DSO em inglês) por meio do presidente da Libéria, Dr. George Manneh Weah, em reconhecimento ao sucesso da Operação Sola Stella. A DSO é a maior condecoração militar por meio do Ministro de Defesa Nacional e das Forças Armadas, que reconhece um serviço excepcional à República da Libéria.

Back to list

Related Posts