Editorial

Atualização da Operação Sem Conciliação: Relatório do Bob Barker

Comentário por Gary Stokes, fotógrafo a bordo do Bob Barker

Foto: Gary Stokes

Foto: Gary Stokes

Na manhã do dia 30 de janeiro de 2011, o Bob Barker lançou seus dois barcos pequenos, o Hunter e o Delta. O Bob Barker foi atado pela primeira Yushin Maru 2, e mais recentemente pelo Yushin Maru 3, desde o início da campanha. Nos últimos dias, o Yushin Maru 3 chegou perigosamente perto do Bob Barker, em várias ocasiões, a cerca de uma milha do nosso navio, que vinha operando em um caminho firme e consistente. Isso pode não parecer próximo, no entanto, tal extensão em mar aberto se torna muito próxima.

Assim, o Capitão Alex Cornelissen ordenou que a tripulação dos barcos pequenos protegessem o navio, já que o capitão do Yushin Maru 3 é o ex-capitão do Shonan Maru 2, o navio que cortou o Ady Gil pela metade durante a campanha do ano passado na Antártica. Este capitão nem sequer foi entrevistado ou questionado sobre suas ações agressivas no ano passado, por isso estamos muito conscientes de que, se ele conseguiu isso uma vez, pode muito bem fazê-lo novamente. Essa história só torna tudo muito mais perigoso para nossas equipes, já que realizamos apenas ações não-violentas para intervir contra a matança ilegal de baleias no Santuário de Baleias do Oceano Antártico.

Foto: Gary Stokes
Foto: Gary Stokes

Fomos deixados perto de um grande iceberg, enquanto o Bob Barker continuou em seu curso. O Yushin Maru 3 imediatamente mudou seu curso, assim saltamos entre icebergs para usá-los como cobertura, até que chegamos perto o suficiente do Yushin Maru 3. A equipe Delta, em seguida, assumiu a liderança e correu para se aproximar do Yushin Maru 3, enquanto nós seguimos no Hunter. A equipe Delta fez várias passagens na sua proa, enquanto fizemos na sua popa.

Aproximando-nos a 20 nós, chegamos no rasto do navio antes de desviarmos e nos movermos a bombordo do navio, enquanto tentávamos evitar as torres de água automatizadas que foram recentemente instalados. O Yushin Maru 3 foi designado como o navio de segurança da frota baleeira este ano; notamos vários tripulantes completamente vestidos de preto. Eles se destacam do resto da tripulação do baleeiro, sendo facilmente distinguidos pelos seus capacetes brancos ou cromados.

Foto: Gary Stokes
Foto: Gary Stokes

Depois de cerca de uma hora, as condições do mar estavam ficando cada vez mais difíceis, o que significava que tínhamos de baixar a velocidade consideravelmente. Sem ter a vantagem da velocidade sobre o Yushin Maru 3, nós entramos em contato com o Bob Barker, e o Capitão Cornelissen tomou a decisão de nos mandar voltar ao Bob Barker, zelando pela nossa segurança.

Desde o início da campanha deste ano na Antártida, vimos algumas paisagens de tirar o fôlego, e realmente qualquer ser humano gostaria de vir aqui e acabar com esta carnificina que os baleeiros fazem durante três meses de cada ano.

Felizmente, a cada ano a nossa campanha de ação direta tem se tornado mais eficaz, e nós acreditamos que este ano será mais eficaz ainda. Esperamos que este seja a última campanha de defesa das baleias da Antártida, e este santuário será verdadeiramente um santuário, onde estes maravilhosos seres sencientes estarão em segurança para as gerações futuras.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do ISSB.

 

Back to list

Related Posts