Notícias

Comissão Internacional da Baleia: a Sea Shepherd pelas Baleias em Jersey

Georgie Dicks, Paul Watson e Howie Cooke segurando o dinheiro do suborno. Foto: Simon Ager

Georgie Dicks, Paul Watson e Howie Cooke segurando o dinheiro do suborno. Foto: Simon Ager

É irônico que a Sea Shepherd Conservation Society, a única organização oficialmente proibida de assistir a Comissão Internacional da Baleia (CIB), seja a mais representativa na ilha de Jersey, mais do que todas as outras organizações não-governamentais presentes.

Apoiadores da Sea Shepherd chegaram por conta própria da França, Reino Unido, Estados Unidos, Austrália, Holanda, Bélgica, Nova Zelândia, Suíça, Canadá, e até mesmo do Japão. Mais de sessenta apoiadores estiveram presentes, incluindo a tripulação de 10 pessoas a bordo do navio da Sea Shepherd, Brigitte Bardot, que chegou no porto de Saint Helier em 9 de julho de 2011.

Tripulação e apoiadores da Sea Shepherd uniram-se aos membros do Surfistas pelos Cetáceos e Mulheres contra a Caça de Baleias, na frente do Hotel de France, onde acontece a reunião da CIB. As delegações da CIB foram bem isoladas dos defensores de baleias na rua, mais ou menos 100 pessoas removidas por seguranças, e suas vozes foram barradas da porta da sala de convenções do Hotel de France.

Apoiadores da Sea Shepherd protestam pela falta de atendimento da CBI. Foto: Simon Ager

Apoiadores da Sea Shepherd protestam pela falta de atendimento da CIB. Foto: Simon Ager

O chefe de segurança da CIB solicitou que a multidão anti-caça deixasse o recinto do hotel. O Capitão Paul Watson respondeu que sairia, mas somente se fosse solicitado pela polícia de Jersey.

“Jersey não tem nenhuma lei que condene isso, então os seguranças não têm autoridade legal para nos ordenar a deixar a área”, disse o Capitão Watson. “No entanto, não estamos aqui para causar problemas e nós certamente não temos nenhum argumento com a polícia de Jersey. Fomos capazes de levar as nossas preocupações para a porta da CIB por pelo menos uma hora, por isso estamos muito satisfeitos, pois fizemos as delegações conscientes da nossa presença”.

Maços de papel moeda desatualizado da Rússia, o ex-bloco das nações soviéticas, Iraque e Zimbábue, foram atirados para o ar para simbolizar o suborno que o Japão vem praticando há anos para comprar votos para a sua política pró-caça. Isto também foi feito para apoiar a proposta do Reino Unido para investigar a corrupção dentro da CIB.

A Sea Shepherd está interessada principalmente nas ambições dos baleeiros japoneses. “Se o Japão retornar ao Oceano Antártico, a Sea Shepherd voltará para o Oceano Antártico”, disse Capitão Watson. “Assim que recebemos a palavra de que eles vão voltar, vamos apontar nossos arcos para o sul mais uma vez para interceptá-los.”

As 89 nações-membros da Comissão Internacional da Baleia estarão reunidas em Jersey até 14 de julho de 2011.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do ISSB.

Back to list

Related Posts