Home » Notícias

A Sea Shepherd precisa de sua ajuda para salvar as baleias e ajudar o Capitão Paul Watson

30 janeiro 2013

Grupo de Conservação lança duas petições e tem 30 dias para recolher 100.000 assinaturas

A Sea Shepherd Conservation Society, a maior organização conservacionista do mundo de ação direta de liderança sem fins lucrativos, hoje entrou com duas petições na página da Casa Branca, “We The People”, procurando o apoio do Governo dos EUA em defesa da lei de conservação sobre a proteção das baleias em risco no Santuário de Baleias do Oceano Antártico, e com a garantia de refúgio para o respeitado fundador da organização, o Capitão Paul Watson.

A primeira petição é intitulada “Tome medidas firmes para impedir os japoneses de matar baleias no Santuário de Baleias do Oceano Antártico”, e pode ser encontrada no link: http://wh.gov/Vnbu. O texto completo da petição traduzido é o seguinte:

O presidente deve tomar uma ação rápida e decisiva contra a caça ilegal de baleias do Japão.

Sob a Emenda Pelly e a Emenda Packwood-Magnuson, o presidente tem o poder de aplicar sanções econômicas contra o Japão pelo seu abate de baleias contínuo no Santuário Antártico das Baleias. Os Estados Unidos afirma que se opõe à caça de baleias por parte do Japão, mas faz pouco para realmente dar um fim à prática.

O Departamento de Estado dos EUA declarou: “Nós permanecemos firmes em nossa oposição à caça comercial de baleias, incluindo a chamada caça ‘científica’, em especial no Santuário de Baleias do Oceano Antártico estabelecido pela Comissão Internacional da Baleia. Neste contexto, gostaria de enfatizar que as técnicas letais não são necessárias na conservação e gestão moderna das baleias”.

A segunda petição é intitulada “Forneça um refúgio ao Capitão Paul Watson, fundador da Sea Shepherd Conservation Society” e pode ser encontrada no link: http://wh.gov/VnRf. O texto completo da petição traduzido é o seguinte:

Solicitamos que os EUA não extraditem o cidadão americano Paul F. Watson.

Há dois alertas vermelhos ativos emitidos contra o Capitão Watson, a pedido da Costa Rica e do Japão. Estes alertas são fundados em atos não-letais em defesa da vida marinha contra a pesca ilegal de tubarão e operações baleeiras. Os mandados são politicamente motivados.

O Capitão Watson é um líder de renome mundial e altamente respeitado em questões ambientais. Em 1999, ele foi premiado com o Prêmio George H. W. Bush “Pontos diários de luz” e, em 2000, ele foi nomeado um dos “Maiores 20 heróis ambientais do século 20” pela Time Magazine. Em 2012, ele se tornou a segunda pessoa a ser homenageada com o Prêmio Jules Verne para ambientalistas e aventureiros. O Capitão Watson é um tesouro nacional.

De acordo com os procedimentos sobre a página de pedições do “We The People” da Casa Branca, a Sea Shepherd tem até o dia 28 de fevereiro (30 dias) para angariar 100 mil assinaturas de pessoas físicas maiores de 13 anos que apóiam esses movimentos para que a Casa Branca considere tomar medidas sobre as petições.

A Sea Shepherd vem realizando intervenções em alto mar em defesa da vida marinha há 35 anos, e nas últimas oito temporadas contra Instituto de Pesquisa de Cetáceos (ICR) do Japão – uma fachada para a caça ilegal subsidiada pelo governo – tudo dentro dos limites da lei, e sem causar ferimentos graves. O lançamento das petições é o mais recente esforço do grupo de conservação para combater os esforços do Instituto de Pesquisa de Cetáceos para matar baleias em um santuário designado, e perseguir o fundador do grupo, o capitão Paul Watson.

“A maioria dos cidadãos livres do mundo têm demonstrado que eles são contra a matança de baleias inteligentes e sensíveis, particularmente quando se trata de matá-las em um santuário designado internacionalmente”, disse Scott West, Diretor de Investigações para a Sea Shepherd. “Agora é o momento para todos aqueles que valorizam a majestosa vida marinha em nossos oceanos assinar esta petição e incentivar o governo Obama a agir para proteger estas baleias em risco, que não devem ser submetidas a assédio e uma morte cruel e dolorosa de granada, atirando arpões dentro dos limites de um santuário”, acrescentou.

A segunda petição, que incide sobre o estatuto jurídico do fundador da Sea Shepherd, Capitão Watson, pede para que seja fornecido um refúgio seguro a ele nos EUA. O Capitão Watson está em alto-mar como observador desta temporada atual da campanha em defesa das baleias no Oceano Antártico, no SSS Steve Irwin. Ele não pode voltar a terra firme por ser o alvo de dois “alertas vermelhos” emitidos pela Interpol, atendendo o pedido da Costa Rica e do Japão, que procuram extraditá-lo para estas nações para um julgamento forjado, com acusações politicamente motivadas, relacionadas com a defesa marítima de animais selvagens de caçadores furtivos.

“O Capitão Watson é um eco-herói fazendo o trabalho de aplicar a lei de conservação marinha que os governos têm mostrado que falta vontade política ou meios econômicos para fazer”, disse Susan Hartland, Diretora Administrativa da Sea Shepherd. “Ele já ganhou inúmeros prêmios, incluindo Prêmio George H. W. Bush ‘Pontos diários de luz’ pelo seu trabalho de conservação, e deve estar em uma lista de heróis nacionais, e não na lista vermelha da Interpol”, disse ela. “As acusações contra ele são claramente politicamente motivadas e nós, como uma sociedade, devemos estar nos perguntando por que, em vez do Capitão Watson, não serem os caçadores ilegais de baleias e tubarão alvo por parte das autoridades e colocados na lista vermelha da Interpol?”, acrescentou.

Para assinar a petição "Tome medidas firmes para impedir os japoneses de matar baleias no Santuário de Baleias do Oceano Antártico", acesse: http://wh.gov/Vnbu. Crédito: página de petição da Casa Branca, "We The People"

Para assinar "Forneça um refúgio ao Capitão Paul Watson, fundador da Sea Shepherd Conservation Society", acesse: http://wh.gov/VnRf. Crédito: página de petição da Casa Branca, "We The People"

A Sea Shepherd, o Capitão Paul Watson e as Baleias AGRADECEM!

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

All Contents Copyright © 2017 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por GPS Digital
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol