Notícias

Tubarões em perigo na Austrália, graças ao Departamento de Pesca

Tubarões alinhados no convés. Foto: Tim Watters / Sea Shepherd

A Austrália Ocidental está pronta para continuar alimentando o apetite da Ásia por barbatana de tubarão, em uma jogada controversa conduzida pelo Ministro das Pescas, Norman Moore. Uma delegação foi à China, liderada pelo Diretor Geral do Departamento de Pesca, Stuart Smith, e descobriu que haveria uma forte demanda por barbatana de tubarão da Austrália Ocidental com um “selo verde”, que garante a proveniência de fontes sustentáveis. O ministro e seu departamento já solicitaram que o Conselho Independente da Marinha analise os limites do Estado de captura e práticas de pesca, para que a Austrália Ocidental possa ser certificada como uma pesca sustentável. – Extraído de um artigo do Sunday Times, de 07 de outubro de 2012.

Existem muitas campanhas para salvar os tubarões, há muitos anos, de diversas organizações, com embaixadores como Sir Richard Branson, Yao Ming e Jackie Chan para contribuintes individuais. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer antes que a humanidade perceba o importante papel que os tubarões desempenham na saúde dos nossos oceanos, e a barbárie cruel do comércio de barbatanas de tubarão. As alegações de que o mercado de barbatana de tubarão está quebrando devido à campanha por grupos verdes são completamente falsas. O que está acontecendo é simplesmente que as populações de tubarões em todo o mundo estão reduzindo devido ao excesso de pesca e à demanda contínua de barbatanas de tubarão. Um estudo da IUCN (International Union for Conservation of Nature) mostrou que um terço de todas as espécies de tubarão está ameaçada de extinção – a maioria não vai sobreviver depois de 2020. Nos últimos 20 anos, as populações de tubarões em todo o mundo têm estado em declínio, algumas em até 90%. Como último recurso, finners de tubarão estão cada vez mais invadindo reservas marinhas, uma vez que estes são os únicos lugares restantes, a última fortaleza de tubarões. Estas reservas marinhas, lugares raros e únicos, devem ser protegidas para garantir o banco de biodiversidade dos oceanos.

O Diretor do Departamento de Pesca, Stuart Smith, dizer que a Austrália pode fornecer um produto sustentável de barbatana de tubarão para o mercado asiático, destrói completamente o importante trabalho que tem sido feito por Branson, Ming, Chan e todas as organizações não-governamentais em campanha para salvar os tubarões. Sem mencionar o trabalho incansável realizado pela Sea Shepherd em todo o mundo, mais notavelmente em Galápagos, onde a Sea Shepherd está trabalhando ao lado de autoridades em seus esforços para acabar com a caça ilegal de tubarões na Reserva Marinha de Galápagos. Além da Austrália Ocidental e Galápagos, existem vários Estados e províncias ao redor do mundo que proíbem a remoção das barbatanas de tubarão ou importação/exportação de produtos de tubarão. Declarações como esta feita por Stuart Smith mostra uma completa falta de respeito, não só para com tubarões e o mundo natural, mas também para com as gerações futuras, e destaca que o Sr. Smith é completamente ignorante sobre o importante papel desempenhado pelos tubarões na saúde dos nossos oceanos, e a grave situação que enfrentam a nível mundial.

“Não existe pesca sustentável do tubarão, os tubarões estão ameaçados de extinção em todo o mundo. A decisão do governo da Austrália Ocidental foi tomada por políticos que perderam o contato com a realidade. É a cobiça sobre a lógica, o lucro sobre a natureza, o dinheiro sobre o nosso futuro. Aqui o povo de Galápagos está em contato com a natureza, e eles entendem que o valor de um tubarão vivo supera em muito o valor de um morto. É tempo dos políticos da Austrália Ocidental acordarem e aderirem ao programa”, disse Alex Cornelissen, da Sea Shepherd Galápagos.

Diretor da Sea Shepherd Galápagos, Alex Cornelissen. Foto: Tim Watters / Sea Shepherd

Oferecer um dos últimos redutos remanescentes para os tubarões para os mercados da Ásia seria como encontrar um grupo desconhecido de rinocerontes pretos africanos  e oferecê-los aos caçadores. Não existe barbatana de tubarão sustentável, e abrir esta área para a pesca de tubarão só irá permitir um nível ainda maior da corrupção no comércio ilegal de barbatanas de tubarão, um comércio que é apenas o terceiro, atrás apenas do comércio ilegal de drogas e armas. É a este setor que os australianos querem estar ligados?

O mundo está muito preocupado com o estado das populações de tubarões, e vai acompanhar o governo da Austrália Ocidental muito de perto sobre isso. A partir de um sentido puramente econômico, não só haveria uma perda direta na indústria do mergulho, já que muitos mergulhadores chegam à Austrália Ocidental para ver tubarões, mas devido à indignação absoluta da comunidade mundial, pode até mesmo haver um boicote do turismo na Austrália Ocidental se esta oferta de barbatanas de tubarão for seriamente ‘colocada na mesa’ para o mercado asiático.

O Diretor australiano, Jeff Hansen, afirmou: “Imagine a nossa população de baleias jubarte hoje, se bem na véspera da moratória mundial da caça comercial alguma nação oferecesse uma forma sustentável de carne de baleia jubarte para o mercado. Os tubarões têm mantido nossos oceanos saudáveis por mais de 450 milhões de anos, os oceanos que nos dão até 80 por cento do nosso oxigênio, contamos com tubarões a cada dia para a nossa própria sobrevivência. Nós precisamos deles, eles não precisam de nós, e por isso nós precisamos dar a eles o respeito que merecem. Podemos viver muito bem sem uma sopa sem sabor e sem valor nutricional, mas não podemos viver neste mundo sem tubarões.”

Stuart Smith, Norman Moore e o Governo da Austrália Ocidental têm a oportunidade de defender os tubarões e defender a saúde dos nossos oceanos, para o benefício das gerações atuais e futuras.

O que você pode fazer para ajudar?

Entre em contato com o Ministro das Pescas, Norman Moore, para que ele saiba as suas preocupações sobre este assunto.

Para contatar o Ministro:

Honorável Norman Moore BA DipEd JP MLC
Ministro das Minas e Petróleo; Pesca; Assuntos Eleitorais
Endereço: 4th Floor, London House, 216 St Georges Terrace, PERTH WA 6000
Telefone: (08) 6552-5400
Fax: (08) 6552-5401
e-Mail: Minister.Moore@dpc.wa.gov.au

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

 

Back to list

Related Posts