Tubarão

Sea Shepherd assina acordo com governo do Peru para preservação de áreas marinhas

Esta nova parceria oferece suporte marítimo e legal para lutar contra a exploração de um dos ecossistemas marinhos mais vulneráveis do mundo.

Como parte de seus esforços contínuos para proteger a vida marinha no Pacífico Tropical Oriental e outros nichos de biodiversidade, a Sea Shepherd Conservation Society e a Sea Shepherd Legal firmaram um acordo oficial com a SERNANP, agência nacional do Peru para áreas naturais protegidas. Por meio do acordo, a Sea Shepherd apoiará os esforços do Peru para estabelecer várias novas áreas marinhas protegidas e reduzir as ameaças aos ecossistemas aquáticos.

Navio Ocean Warrior

A Sea Shepherd Conservation Society fornecerá um navio para auxiliar a SERNANP e outras agências peruanas com observações de espécies em risco e migratórias, monitorando a área em busca de ameaças à biodiversidade. Já a Sea Shepherd Legal ajudará as autoridades a cumprir as leis existentes e desenvolver políticas de apoio para as novas áreas marinhas protegidas.

“Estamos extremamente honrados por ter esta oportunidade e muito satisfeitos em seguir em frente com esta próxima etapa em nosso apoio ao Peru”, disse Catherine Pruett, Diretora Executiva da Sea Shepherd Legal. O escritório de advocacia ambiental ofereceu apoio técnico ao governo do Peru em questões de pesca ilegal, não declarada e não regulamentada, crime organizado e aprimoramento das proteções legais para a vida selvagem marinha desde 2016.

Tubarão

“A Sea Shepherd tem o orgulho de apoiar a iniciativa do governo do Peru de colocar mais de suas águas soberanas sob proteções de conservação, ao mesmo tempo que reconhece a importância de ficar de olho na água – tanto para avaliar adequadamente as ameaças à biodiversidade quanto para impedir os ilegais, não declarados, e pesca não regulamentada ”, disse Peter Hammarstedt, Diretor de Campanhas da Sea Shepherd Conservation Society. “Estamos entusiasmados por nosso navio e tripulação trabalharem com cientistas de classe mundial, sob a direção do governo do Peru, na linha de frente da conservação marinha.”

Doe para ajudar nas limpezas, resgate de fauna e comunidades que necessitam de assistência.

Garrafas de cerveja Praya junto a um boné do Sea Shepherd

ONG Sea Shepherd anuncia parceria com Cerveja Praya

Com o objetivo de incentivar à preservação dos oceanos e associar sua marca às causas ambientais, a Cerveja Praya é a mais nova parceira da ONG internacional de conservação marinha Sea Shepherd.

Com doações mensais para as campanhas de ação ambiental e educacional da ONG no Brasil, a cervejaria entra dentro do programa Empresa Amiga da Sea Shepherd Brasil.Vegana, 100% natural e sem aditivos químicos, a Cerveja Praya tem como uma de suas bandeiras a consciência ecológica em sua própria equipe, clientes e público. Além disso, a cervejaria preza por minimizar o impacto ambiental de sua produção.

Para Nathalie Gil, que veio de uma carreira de construção de marcas no exterior e hoje é Diretora de Desenvolvimento da Sea Shepherd Brasil, o valor de empresas que defendem bandeiras de sustentabilidade é inestimável: “Internacionalmente, temos parceiros de grandes a pequenos que compartilham nossos valores e se unem à nossa causa; como KeepCup, Dr Bronner’s, Billabong (com sua marca Kustom), Futures Fins e Baron Papillon. Aqui no Brasil já temos o apoio de marcas como Ellus, e agora a Praya. É muito esperançoso ver que podemos contar com esse tipo de perfil empreendedor aqui no Brasil também”, afirma.

Paulo Castro, mais conhecido como Zeh, DJ e co-fundador da Cerveja Praya, acredita que associar à organizações que ajudam a responder diretamente ao propósito da empresa em outras frentes é a melhor maneira de garantir seu sucesso. “Fazemos nossa parte na diminuição do impacto do lixo nas praias, mas sabemos que a sociedade ainda está longe de alcançar este objetivo. Portanto além de oferecer produtos que não poluam os oceanos, com a Sea Shepherd agora também contribuímos diretamente para retirar os produtos de marcas que ainda não buscaram esta mudança. Damos um passo à frente, focando não apenas em minimizar nosso impacto ambiental, mas também o da categoria como um todo”, afirma.

Cerveja Praya

Doe para ajudar nas limpezas, resgate de fauna e comunidades que necessitam de assistência.

Participe do Esquenta para o Dia Mundial da Limpeza

Sea Shepherd Brasil se uniu à iniciativa Limpa Brasil para mutirão de limpeza no dia 28 de Agosto

No dia 28 de agosto, no Dia Nacional do Voluntariado, faremos uma grande mobilização de limpeza. Todos podem participar a partir em sua própria casa e rua, em família e sem aglomeração, para manter a segurança. 

A ação é um “esquenta” para o dia 19 de setembro, Dia Mundial da Limpeza, quando também acontecerá um mutirão de limpeza com participação dos voluntários da campanha Ondas Limpas. 

Neste ano, a Sea Shepherd se uniu à iniciativa Limpa Brasil, que organiza o mutirão.

Para participar, os voluntários devem se cadastrar no site do Limpa Brasil. 

Esquenta do Dia Mundial da Limpeza

Todos os voluntários da campanha Ondas Limpas estão convidados e a participação garante um certificado de 15h e moedas Gooders (que devem ser solicitadas no momento do cadastro).

Não esqueça de informar que a empresa que incentiva sua participação é a Sea Shepherd Brasil – Campanha Ondas Limpas. Isso é importante para podermos medir a participação depois da ação. 

No dia, use a camiseta Sea Shepherd, registre e poste no Instagram! Marque @seashepherdbrasil e use #EuCuidoDoMeuQuadrado, #OndasLimpas e #SeaShepherd. Envie fotos e vídeos aos coordenadores e informe os dados da coleta (quantidade, peso, etc). Isso pode virar conteúdo informativo nas nossas redes sociais. 

Todos cuidando do seu quadrado

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o Esquenta para o Dia Mundial da Limpeza será realizado com ações individuais ou em pequenos grupos do convívio familiar (sempre observando as orientações dos órgãos competentes do seu estado), cuidando do nosso quadrado para cuidar do nosso planeta, através de atividades como:

Mutirão na sua rua
Individual ou no máximo 4 pessoas do núcleo familiar, com deslocamento máximo de 1 km da sua residência. 

Mutirão de eliminação do Foco de Dengue 

Mutirão Solidário
Separe o que não tem mais serventia para você e doe para quem precisa. 

Mutirão Digital
O objetivo é organizar sua vida digital e remover todas as informações dispensáveis. Limpe de seus dispositivos fotos duplicadas, aplicativos não utilizados, e-mails antigos ou não lidos, arquivos desnecessários.

Saiba mais em: digital.worldcleanupday.org

Resíduos

  1.  Separação dos resíduos (recicláveis, compostos e rejeitos); 
  2.  Mapeamento dos pontos viciados de lixo;  
  3.  Coleta de Resíduos Eletrônicos; 
  4.  Coleta de Óleo.

Outros

  1.  Horta;
  2.  Plantio/Compostagem;
  3.  Reaproveitamento de alimentos;
  4.  Revitalização de espaços.

 Mutirão mental (Sustentabilidade Emocional e Espiritualidade)

  1.  Meditação;
  2.  Prática de esporte;
  3.  Música;
  4.  Dança;
  5.  Yoga;
  6.  Leitura;
  7.  Práticas espirituais;
  8.  Outros.

Lives
Realizando transmissões ao vivo sobre os temas das atividades descritas acima como compostagem, mutirão, plantio, reaproveitamento, etc.

Voluntária segurando bitucas
Lembre-se: tome todos os cuidados necessários caso realize alguma atividade fora de casa. Use luvas, máscara, álcool em gel e mantenha-se em distanciamento social.
Dia: 28/08/2020
Onde: na sua casa e rua
Inscrições: www.limpabrasil.org/cadastro-voluntarios 
Vamos juntos nessa?

Conheça o Sea Shop e Ajude a Sea Shepherd

SEA SHEPHERD ALERTA QUE TUBARÕES TÊM MENOS PROTEÇÃO EM ALTO MAR

Há pouco mais de um mês, no dia 17 de julho, A British Broadcasting Corporation (BBC) relatou uma concentração incomum de navios de pesca com bandeira chinesa que se reúnem no alto mar do Pacífico Tropical Oriental, uma região marítima que inclui a reserva marinha de Galápagos, no Equador. A reserva marinha de Galápagos é um patrimônio mundial da UNESCO e abriga a maior concentração de tubarões do mundo.

“A presença destes navios de pesca em alto mar, entre a reserva marinha de Galápagos e as águas soberanos do Equador, não é tecnicamente ilegal, mas viola o espírito da área marinha protegida,  já que muita das espécies, incluindo tubarões, são migratórias e regularmente deixam o santuário para o mar”, disse o capitão Peter Hammarstedt, diretor de campanhas da Sea Shepherd. “Uma vez que estão em alto mar, eles têm menos proteção, pois não estão sob as leis equatorianas que regem a reserva marinha de Galápagos”, finaliza.

O Pacífico Tropical Ocidental é uma das áreas mais críticas da biodiversidade marinha do mundo, além de ser uma área em que os tubarões têm menos proteção porque as águas não pertencem a nenhum Estado. 

A frota foi detectada através de dados coletados pela Global Fishing Watch, um grupo de conservação oceânica, que emprega satélites e outras soluções tecnológicas para monitorar a atividade pesqueira.  A Sea Shepherd trabalha em parceria com a Global Fishing Watch desde 2018, investigando incidentes de pesca ilegal não declarada e não regulamentada (INN) no alto mar do Pacífico Tropical Ocidental. Nosso time faz parte da operação Treasured Islands.

Durante outra missão de monitoramento dos times, foi possível flagrar outro navio de bandeira chinesa em atividade, o Fu Yuan Yu 019, recuperando uma rede repleta de tubarões-seda. Esta espécie de tubarões, que sofre ameaça de extinção, está protegida pela Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção (CITES), também conhecida como Convenção de Washington

Embora atualmente limitada, devido aos desafios logísticos pelo COVID-19, a Sea Shepherd se dedica a operações contínuas de embarcações no Pacífico Tropical Ocidental, trabalhando com autoridades para interromper a pesca ilegal, uma vez que os governos têm jurisdição nacional e monitorando as áreas de alto mar onde existe vácuo de aplicação da lei.

Você também pode ajudar a Sea Shepherd a proteger a vida marinha, clique aqui para ter acesso à todas as formas que os parceiros e voluntários da Sea Shepherd podem fazer a diferença.

CAMPANHA BORRIFOS MAMÃES E BEBÊS DE BALEIAS JUBARTE

As mamães jubartes (Megaptera novaeangliae) são muito protetoras e expressam muito amor ao seu bebê. Ao nadarem se tocam constantemente e a mamãe Jubarte carrega seu bebê no colo, apoiando-o sobre o dorso quando ele supostamente está cansado de acompanhá-la.

A Baleia-jubarte dá à luz a apenas um filhote a cada dois a três anos com 11 a 12 meses de gestação. Nascem com aproximadamente 4 metros pesando 1 tonelada. São mamíferos que bebem o leite em bocadas por ser muito denso. Ele toca gentilmente as mamas da mãe que jorra o grosso líquido na água e bebem em média de 100 a 400 litros de leite por dia! É o leite mais rico dos mamíferos e o desmame ocorre por volta dos 10 meses. Na fase adulta podem chegar a 40 toneladas.

Há aproximadamente 20 mil indivíduos, centenas passam pelo Brasil por volta de maio a julho para acasalar e parir seus filhotes com concentração maior em Abrolhos, o maior berço reprodutivo do Atlântico Sul Ocidental.

APOIE os projetos de conservação destes magníficos animais que encontraram em nosso litoral brasileiro refúgio para a perpetuação da sua espécie. Toda ajuda importa! Saiba como engajar-se acessando SeaShepherd.org.br e Filie-se ajudando a Campanha Borrifos para o monitoramento e estudo das baleias jubarte em Ilhabela no litoral norte
de São Paulo.