Notícias

Sea Shepherd procura voluntários para a próxima campanha Guardiões da Represa

Leão-marinho no meio de dispositivos de captura na represa de Bonneville. Foto: Sea Lion Defense Brigade

A Sea Shepherd Conservation Society precisa de voluntários para estar presente na represa de Bonneville e no local da armadilha em Astoria, Oregon, nos Estados Unidos, para ajudar a parar o abate por parte dos trabalhadores do Estado, de até 92 leões-marinhos protegidos pelo governo federal da Califórnia, no rio Columbia. A corrida do salmão já começou, e leões-marinhos já estão sendo direcionados para serem marcados e mortos pelo crime de comer salmão.

Como o Capitão Paul Watson disse:

“A Sea Shepherd entende perfeitamente que o salmão está em perigo e também entendemos que eles não estão em perigo por causa dos leões-marinhos. Mais salmões são mortos nas turbinas da barragem do que por leões-marinhos. Os pescadores nativos tiram muito mais salmão do rio Columbia do que os leões marinhos. A poluição mata mais salmão do que os leões marinhos. O leão-marinho está sendo bode expiatório, porque (1) isso é conveniente, (2) eles não votam, (3) matá-los dá uma aparência de que o salmão está sendo protegido e (4) os burocratas do governo são simplesmente demasiadamente preguiçosos para lidar com o problema de uma maneira positiva e ecologicamente eficiente.”

A Sea Shepherd não é uma organização de protesto. Nós somos uma organização de ação direta. Nós acreditamos que a nossa vigilância constante sobre o rio pode afetar a mudança e salvar a vida dos leões-marinhos. Leões-marinhos foram documentados no rio Columbia desde o tempo de Lewis e Clark. Os leões-marinhos consumem salmão como uma forma de sustento. Soluções eficazes e com visão de futuro para proteger o salmão ameaçado não envolvem o uso de tortura medieval, como a armadilha de metal bárbara utilizada para limitar os leões-marinhos, como os trabalhadores do Estado marcarem permanentemente a sua carne com ferros quentes, e marcá-los para a eventual morte. É hora de nós, como uma espécie, encontrar maneiras de compartilhar o rio com leões-marinhos, em vez de matá-los.

Nós não estamos sozinhos nessa empreitada. Monitores do Sea Lion Defense Brigade e outros grupos estão trabalhando pelos mesmos objetivos. A Sea Shepherd está agora a procura de voluntários Guardiões da Represa para atuar voluntariamente entre 15 de março e 31 de maio de 2013. Precisamos de pessoas que possam trabalhar de forma independente e profissional, que mantenham a calma, sejam corajosas e apaixonadas. A veterana Guardiã da Enseada e Guardiã da Represa, Ashley Lenton, vai liderar a campanha.

Quer participar? Por favor, envie um e-mail para damguardian@seashepherd.org

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list

Related Posts