Notícias

Sea Shepherd cobra US$1.000 por dia pelo Farley Mowat

A Sea Shepherd cobrará do Departamento Canadense de Pesca e Oceano US$1.000 por cada dia em que o seu navio Farley Mowat estiver em poder deste departamento, retido ilegalmente.

O navio foi levado por criminosos armados do governo canadense dentro de águas internacionais em 12/05/2008. A Sea Shepherd considera este um ato de pirataria em mar aberto e está confiante de que o o caso contra o Capitão e o 1° Oficial do Farley Mowat resultará em vitória para a defesa.

“Em nenhum momento o meu navio entrou no limite das 12 milhas” – diz o Capitão Alex Cornelissen. “Eles não tinham o direito de nos abordar e essas acusações são ridículas. Tudo que fizemos foi tirar fotos das focas sendo mortas no gelo” – conclui.

A Sea Shepherd mandará uma fatura no 12° dia de cada mês, pedindo US$30,000 pelo tempo em que o navio estiver sob o poder do governo canadense, o que resultará em US$365,000 por ano.

Na última vez em que o Departamento Canadense de Pesca e Oceano reteve um navio da Sea Shepherd foi por 22 meses, entre março de 1983 e junho de 1985. a Sea Shepherd processou o Departamente e obteve êxito contra os danos causados ao navio Sea Shepherd II na ocasião.

“E nós iremos processar novamente,” -diz Capitão Paul Watson. “Nós não teremos o governo canadense atropelando nossos direitos como cidadãos, e não teremos o governo fixando um precedente de subir a bordo em navios não-canadenses em águas internacionais com um bando armado abordando os tripulantes. Pretendemos batalhar na justiça e ganharmos com base na evidência de que o governo do Canadá agiu ilegalmente por razões políticas, para avançar em ambições egoístas do Ministro Canadense de Pesca e Oceano, Loyola Hearn.”

Até a população de Newfoundland, que é palco da matança de focas e abriga inúmeros caçadores de focas, acredita que o Farley Mowat deve retornar à Sea Shepherd. Uma votação de final de semana feita pelo jornal local Western Star, teve 75% dos entrevistados votando para o retorno do navio.

Back to list

Related Posts