Notícias

Colaborador da Sea Shepherd Presta Queixa na Polícia Contra o Ministério de Relações Exteriores da Dinamarca

Colaborador da Sea Shepherd.

As 10:15 da manhã do dia 31 de Agosto, o colaborador da Sea Shepherd Peter Manthos de Vejle, Dinamarca, registrou uma queixa na polícia contra o Ministério de Relações Exteriores da Dinamarca por não obedecer a Convenção de Bern ao permitir que a matança de baleias Piloto continue nas Ilhas Faroe.

A queixa diz “Eu, por meio deste, gostaria de denunciar o Ministério de Relações Exteriores por violar a Convenção de Bern (também conhecida como a Convenção para a Conservação da Vida Selvagem e Habitats Naturais da Europa) por permitir a ocorrência, e não prevenir, o extermínio de baleias Piloto em águas governadas sob as leis da Dinamarca”.

Todo verão, centenas, e várias vezes milhares, de baleias Piloto são deliberadamente capturadas nas Ilhas Faroe para um método cruel de caça conhecido como “The Grind” (A Trituração). Suas colunas vertebrais são cortadas com facas.

Baleias Piloto são estritamente protegidas pela Convenção de Bern, da qual a Dinamarca é uma signatária.

A Sea Shepherd está especialmente interessada no Capítulo 3, Artigo 6 da Convenção de Bern que proíbe “todo tipo de captura e guarda deliberada e assassinato deliberado” assim como o “comércio destes animais, vivos ou mortos”.

Ainda mais, o Capítulo 5, Artigo 10, Seção 2, exige que todos os co-signatários coordenem a proteção das espécies (incluindo as baleias Piloto) cuja extensão atinge seus territórios.

As Ilhas Faroenses são um território da Dinamarca, o povo Faroense é composto de cidadãos dinamarqueses, e portanto o Ministério de Relações Exteriores da Dinamarca está violando a Convenção de Bern.

Peter Manthos prestou sua queixa na delegacia de polícia de sua cidade natal, Vejle.

Ainda neste ano, Vejle  ficou famosa quando uma baleia Fin de 15 metros encalhou em um fiorde Dinamarquês.

“Toda Dinamarca acompanhou a luta desta baleia e um gigantesco esforço foi feito para reintroduzí-la ao mar. Não posso acreditar que a apenas 600 milhas de Vejle estão outros Dinamarqueses que matam todo cetáceo que encontram”, relata Peter Manthos.

A Sea Shepherd apoia Peter Manthos no seu esforço para reforçar as leis internacionais de conservação nas Ilhas Faroe.

Traduzido por Marcelo C. R. Melo, voluntário do ISSB.

Back to list

Related Posts