VI Mostra Internacional de Cinema pelos Animais

Nos dias 21 e 22/05, Curitiba sediou a VI Mostra Internacional de Cinema pelos Animais. Foram apresentados filmes de 10 países, com o objetivo de expor as questões dos movimentos em defesa dos animais, além de receberem convidados especiais, diretores e artistas.

Durante a mostra foi exibido o filme “At the Edge of the World”, produzido por Tim Gorski, onde mostra uma campanha da Sea Shepherd desenvolvida na Antártica contra caçadores de baleias. Também foram exibidos dois episódios do Canal Multishow do programa “Não conta lá em casa (Ilhas Faroé)”, dirigido por Felipe Ufo, também presente no evento.

foto1

Guiga Pirá, ativista ambiental e voluntário da Sea Shepherd, onde atua desde 2011, falou um pouco da sua experiência na organização fazendo parte da tripulação de navios e participando de diversas campanhas pelo mundo.

foto2

Sofia Graça Aranha, bióloga, mergulhadora, apresentadora do canal OFF e embaixadora da Sea Shepherd Brasil, apresentou o Shark FREE, um projeto de sua autoria, sem fins lucrativos que defende o fim da pesca e consumo da carne de tubarões e seus derivados.

A mostra contou também com uma feira vegana onde os voluntários da Sea Shepherd Brasil- Núcleo PR venderam alguns produtos e bateram um papo com os interessados em saber mais sobre o trabalho realizado pela ONG aqui no Brasil.

foto3

Sea Shepherd Brasil participa de debate em frente parlamentar de combate a pesca predatória e preservação de nascentes, manaciais, manguezais e lagoas.

A Assembleia Legislativa do Espírito Santo conta agora com a Frente Parlamentar de Combate a Pesca Predatória e Preservação de Nascentes, Mananciais, Manguezais e Lagoas.

Foto: Assessoria de Imprensa Bruno Lamas

Foto: Assessoria de Imprensa Bruno Lamas

O Núcleo do Estado do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil esteve presente na primeira reunião da Frente Parlamentar de Combate a Pesca Predatória e Preservação de Nascentes, Mananciais, Manguezais e Lagoas criada pelo Deputado Estadual Bruno Lamas (PSB). O Núcleo do ES tem o objetivo de colaborar ao lado da Frente no combate a pesca ilegal, elaborar denuncias e sugestões, e, principalmente cobrar uma maior fiscalização daqueles que possuem o devido dever e poder.

Foto: Assessoria de Imprensa Bruno Lamas

Foto: Assessoria de Imprensa Bruno Lamas

Foto: Assessoria de Imprensa Bruno Lamas

Foto: Assessoria de Imprensa Bruno Lamas

As leis que tratam do meio ambiente no Brasil estão entre as mais completas e avançadas do mundo. A sociedade brasileira, os órgãos ambientais e o Ministério Público contam com diversos mecanismos para a punição aos infratores do meio ambiente. Mas, infelizmente o que muitas vezes não temos é a vontade política, social e econômica de fiscalizar e fazer cumprir essas leis. São verdadeiras pessoas que resolvem os problemas. São verdadeiras pessoas que fazem realmente a diferença. Disse Thiago Barrack Lavander, Diretor Regional do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil.

Foto: Núcleo ES do Instituto Sea Shepherd Brasil

Foto: Núcleo ES do Instituto Sea Shepherd Brasil

Pesca de arrasto ilegal acontecendo a menos de 30 metros da costa em Vila Velha capturados pela equipe do Espírito Santo do Sea Shepherd Brasil. No Espírito Santo a pesca de arrasto é proibida a menos de 500 metros da costa. Foto: Núcleo ES do Instituto Sea Shepherd Brasil

Pesca de arrasto ilegal acontecendo a menos de 30 metros da costa em Vila Velha capturados pela equipe do Espírito Santo do Sea Shepherd Brasil. No Espírito Santo a pesca de arrasto é proibida a menos de 500 metros da costa. Foto: Núcleo ES do Instituto Sea Shepherd Brasil

O Núcleo ES também destacou para a questão da mortandade exorbitante de diversas espécies de tubarões na costa capixaba, algumas delas contidas na portaria 445/2014 do Ibama de espécies protegidas. Essas mortes estão muitas vezes relacionadas com causas acidentais. O Núcleo capixaba explanou também possíveis denúncias sobre embarcações arrendadas por empresários brasileiros e financiadas pela máfia japonesa que fazem a prática do finning no litoral Norte do Espírito Santo.

Campanha “Mar de Sangue” realizada em 2015 pelo Núcleo do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil que ocorreu em Vitória e Vila Velha contra a mortandade e á favor da moratória dos tubarões. Foto: Núcleo ES

Campanha “Mar de Sangue” realizada em 2015 pelo Núcleo do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil que ocorreu em Vitória e Vila Velha contra a mortandade e á favor da moratória dos tubarões. Foto: Núcleo ES

Os nossos oceanos estão sendo comandados por verdadeiras máfias pesqueiras ilegais. Esses mafiosos aproveitam muitas das vezes da ineficácia da fiscalização e agem à vontade no litoral do Espírito Santo e no resto do Brasil. Não são grupos de interesses locais, é um interesse de ambito mundial. Quando iniciamos projetos como o da moratória dos tubarões, do qual lutamos pela proibição da captura e comercialização de no mínimo 20 anos de quaisquer espécies de tubarões na costa brasileira, não estamos atingindo e nem falando de uma atividade pesqueira tradicional ou legal que gera renda e emprego. Esse tipo de pesca pelo contrário, gera pobreza ao pais. Não estamos atingindo o pescador artesanal. Estamos atingindo criminosos que agem em nosso país livremente e poucos são punidos.  Finalizou Barrack, Diretor Regional do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil.

O Núcleo do ES aproveitou a oportunidade e entregou diversos cartões para os presentes, contendo um “link” para a assinatura da petição da moratória dos tubarões no Brasil, do qual foi entregue pelo Instituto Sea Shepherd Brasil, através do Diretor Geral Nacional, Wendell Estol, em uma audiência pública realizada no Senado Federal em 2012.

Além das contribuições do Instituto Sea Shepherd, que contou com a presença do Diretor Regional do ES, Thiago Barrack Lavander, e, dos voluntários ativistas Rafael Poltronieri e Guilherme Stoffel, a mesa teve também a participação e colaboração do Givanildo dos Santos Lima, responsável pela fiscalização do (Ibama-ES); Andréia Pereira Carvalho, Secretária Municipal de Meio Ambiente de Serra (Semma); Tenente coronel do Batalhão de Polícia Militar (BPMA), Fransciso José Gomes; Fabiano Zamprogno, gerente de recursos naturais do Iema; Luciano Macal da Secretaria Estadual de Agricultura; Associação de Amigos Pantaneiros de Pesca Esportiva do Espírito Santo; Estudantes e Biólogos. A frente também foi transmitida pela TV Assembleia para a sociedade, ao vivo.

Ao vivo na TV ALES debate e entrevista do Diretor Regional do Núcleo do Estado do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil. Foto: Assembléia Legislativa do Espírito Santo

Ao vivo na TV ALES debate e entrevista do Diretor Regional do Núcleo do Estado do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil. Foto: Assembléia Legislativa do Espírito Santo

Ao vivo na TV ALES debate e entrevista do Diretor Regional do Núcleo do Estado do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil. Foto: Assembléia Legislativa do Espírito Santo

Ao vivo na TV ALES debate e entrevista do Diretor Regional do Núcleo do Estado do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil. Foto: Assembléia Legislativa do Espírito Santo

O Núcleo do Espírito Santo vem por meio deste agradecer o convite e parabenizar o Deputado Estadual Bruno Lamas (PSB), pela criação da frente, e, pelo seu projeto idealizado em destinar R$ 30 mil da emenda anual a Polícia Ambiental para comprar equipamentos e veículos e assim melhorar os seus trabalhos de fiscalização ao redor do Estado. O Núcleo do Estado do Espírito Santo do Instituto Sea Shepherd Brasil se coloca disponível para colaborar em futuras participações.

*NOTA: Após denúncias e 5 dias passados da criação da Frente Parlamentar de Combate a Pesca Predatória e Preservação de Nascentes, Mananciais, Manguezais e Lagoas, a equipe náutica do Batalhão de Polícia Militar Ambiental já apreendeu 46 quilos de pescados diversos, 13 quilos de camarão, 02 balões para pesca de arrasto, 02 pares de portas de arrasto e cerca de mil e novecentos metros de rede na baia de Vitória. O pescado foi doado a entidade filantrópicas. Os abordados que estavam pescando de forma irregular responderão por crime ambiental, conforme art 34 da lei de crimes ambientais. Frente Parlamentar vai seguindo firme. Parabéns para as atividades em andamento e resultados da Polícia Militar Ambiental.

Curso de Metodologias de Estudos de Raias e Tubarões ministrado em Curitiba/PR

Nos dias 14 e 15 de maio o Instituto Sea Shepherd Brasil – Nucleo PR realizou mais uma edição do curso de Metodologias Aplicadas ao Estudo e Conservação de Tubarões e Raias em Curitiba.

Foto: Aline Rocha

Foto: Isis Danniele

Os 18 participantes tiveram a oportunidade de conhecer aspectos da biologia desses animais e aprender técnicas de estudos não letais e a problemática da pesca predatória e  acidental (by catch). Esta edição contou também com a participação do Biólogo Hugo Bornatowski do Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná que apresentou os problemas e possíveis soluções na conservação dos tubarões e raias. Como atividade prática do curso os participantes desenvolveram e apresentaram projetos de pesquisa e educação ambiental com esses animais.

 

Foto: Amália Pereira

Foto: Amália Pereira

 

O Núcleo Paraná agradece as palestrantes Bianca Rangel e Natascha Wosnick e a escola de mergulho Scuba Sul, embaixada da Sea Shepherd em Curitiba.

Foto: Amália Pereira

Foto: Amália Pereira

“Campanha Defesa dos Tubarões é apresentada na XX BioSemana da UFRJ”.

Organizada pelo Centro Acadêmico de Biologia, realizou-se de 09 a 13 de maio, a XX BioSemana da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.

Convidado a participar do evento, o Instituto Sea Shepherd Brasil esteve presente no painel BioDivulga, um espaço voltado para organizações não-governamentais e outras instituições, com o intuito de divulgarem seus trabalhos.

E o tema apresentado pela instituição foi a Campanha em Defesa dos Tubarões, apresentando os impactos sobre os elasmobrânquios marinhos ameaçados de extinção no Brasil e no mundo.

Foto 01

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Tubarões atuam significativamente no controle e na manutenção de diversas populações de animais, garantindo o equilíbrio e o bom funcionamento de diferentes processos ecológicos e evolutivos marinhos.

É muito importante informar que o consumo da carne de cação também é um grande fator de ameaça para estes espécies ameaçadas de extinção. O Brasil é o principal importador de carne de tubarão para o consumo interno. Nossa recomendação: NUNCA compre cação. NUNCA coma cação, independente de onde você more. Tubarão/cação, como animal do topo da cadeia marinha, é um dos peixes que mais acumula mercúrio na sua carne, o que é péssimo para a saúde humana. Tubarão não é saudável.

“É fundamental que cada vez mais se esclareça e divulgue o verdadeiro papel que estas espécies possuem na manutenção dos mais variados ecossistemas marinhos, uma vez que a grande maioria das espécies é carnívora, e predadores de topo da cadeia trófica. Os peixes cartilaginosos integram o grupo que apresentou as maiores porcentagens de espécies ameaçadas, entre todos os grupos de fauna avaliados nos últimos três a quatro anos no Brasil.” – explica Luiz André Albuquerque, Diretor Regional do Sea Shepherd Brasil no Rio de Janeiro

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

“Nosso stand teve grande visitação dos alunos, o que demonstra que existe grande interesse sobre o tema, sendo necessária uma maior abordagem, visando desmistificar a imagem negativa dos tubarões, criada pela indústria cinematográfica.” – disse Raphael Jordão, voluntário da Sea Shepherd presente no evento.

Durante a BioSemana ocorreram várias mesas-redondas, mas uma em especial, chamou bastante atenção pelo tema: “Animais Vivos em Exibição: Aquários e Zoológicos”.

Foto 04

Com a criação do Aquário Marinho do Rio de Janeiro – AquaRio, projeto em andamento na cidade do Rio de Janeiro e com previsão de início das atividades em agosto próximo, o debate sobre o tema foi acalorado e uma grande parcela dos presentes se manifestou totalmente contrário ao AquaRio.

Integrante da mesa, o professor Sérgio Greif, ativista pelos direitos animais e membro-fundador da Sociedade Vegana, foi um forte crítico da criação do AquaRio, expondo inclusive pesquisas que demonstram que a coleta de invertebrados representa riscos para o ecossistemas.

Greif também comentou a luta da Sea Shepherd contra os parques marinhos e delfinários em todo o mundo, em especial os casos do SeaWorld, nos EUA e do Marineland, na Espanha.

“Aquários não se prestam a conservar espécies nem a educar pessoas em relação aos animais, mas são tão somente locais que mantém animais em cativeiro para visitação pública.” – comentou o professor Greif

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Sea Shepherd Brasil / Raphael Jordão

Sea Shepherd Brasil também se posiciona totalmente contra a criação do AquaRio, corroborando com toda a brilhante exposição do tema apresentada pelo professor Sérgio Greif.

Nossos agradecimentos a toda a Comissão Organizadora da XX BioSemana da UFRJ, pelo ótimo evento e pela oportunidade de divulgarmos nosso trabalho, formando novas opiniões.

Segunda edição da feira: O Mundo Vegano

IMG_7745

Voluntários da Sea Shepherd Núcleo do Parana estiveram presentes neste Sabado 07/05/2016 na 2ª Edição da Feira “O Mundo Vegano”.

Esta feira tem o proposito de reunir produtores artesanais de cosméticos , produtos de higiene e  culinária Vegana e vem atraindo cada vez mais adeptos a uma alimentação saudável  e um estilo de vida sem sacrificar animais. 

IMG_7731
Durante a feira voluntários da Sea Shepherd trocaram ideias e informações com o publico e demais expositores sobre a biodiversidade Marinha e sobre o trabalho realizado pela Ong aqui no Brasil.
IMG-20160507-WA0002
A Sea Shepherd  esteve presente com seu stand na 2ª Edição da Feira “O Mundo Vegano” dando  informações sobre a Ong e angariando fundos com a venda de camisetas e outros acessórios exclusivos Sea Shepherd.
IMG_7743
Diversas pessoas, de todas as idades, pararam no stand Sea Shepherd para um bate papo descontraído e para saber mais sobre a Ong.
IMG_7737
Voluntários da Sea Shepherd, montaram o Stand bem na entrada da feira, e foi assim que receberam  todos que por  ali passavam, dispostos a dar informações com um bate papo descontraído.