Sea Shepherd encontra a frota baleeira!

A equipe do navio da Sea Shepherd, o Steve Irwin, achou a frota baleeira japonesa em menos de uma semana após a saída em Hobart, Tasmânia. O Yushin Maru foi pego desprevenido hoje(19/12) ao meio de um denso nevoeiro e gelo grosso. A equipe da Sea Shepherd imediatamente atingiu a embarcação com bombas de “manteiga podre”.

Os caçadores japoneses foram pegos caçando baleias dentro do território antártico da Austrália, em um desprezo grosseiro à ordem do Tribunal Federal australiano, de janeiro de 2008, que os proíbe de caçar baleias na Zona de Exclusão Econômica da Austrália.

“Há uma linha pontilhada no mapa que claramente define essas águas como sob a autoridade econômica do governo da Austrália,” disse o Capitão Paul Watson, fundador e presidente da Sea Shepherd. “No governo australiano existem alguns argumentando que o Japão não reconhece a autoridade da Austrália e, dessa forma, nada pode ser feito. Os australianos deveriam estar contentes com o fato de que seus representantes, em 1942, não cederam tão facilmente quando os japoneses se recusaram a reconhecer a soberania do país. Se eles tivessem cedido, hoje haveria bases de caça às baleias na Austrália.

“Achá-los foi uma questão relativamente simples. Só tivemos que fazer o que eles fizeram. Esperavam que nós começássemos nossa busca do sentido oeste para o sudoeste da Tasmânia. Nós até postamos uma falsa notícia sobre estar filmando a ilha MacQuarie para levá-los ao caminho errado, e funcionou. No final do dia, nosso pressentimento se concretizou, e eles estavam exatamente onde pensamos que estariam – numa área em que não deveriam estar. Eles estão caçando em difíceis condições do gelo. Talvez, num esforço para se manterem escondidos, eles têm trabalhado entre as geleiras e as derivas de placas de gelo. Agora estamos aqui para impedi-los.”

Brasil decreta Santuário de baleias

BRASÍLIA, 18 de dezembro – O Governo federal publicou hoje Decreto estabelecendo o Santuário de Baleias e Golfinhos do Brasil, reafirmando a proteção integral desses animais em toda a extensão das águas jurisdicionais brasileiras. A medida, anunciada na data em que a proibição da caça à baleia no Brasil completa 21 anos, é uma mensagem política para o cenário internacional, no momento em que o Brasil negocia junto à Comissão Internacional da Baleia a criação de um Santuário de Baleias do Atlântico Sul, que asseguraria a proteção integral dos cetáceos em toda a bacia oceânica.

Segundo um dos autores da proposta, o Vice-Comissário do Brasil junto à Comissão Internacional da Baleia e fundador do Projeto Baleia Franca José Truda Palazzo Jr., “a decretação do Santuário brasileiro de baleias representa uma reafirmação da política brasileira de proteção desses animais ainda ameaçados, e da intenção do Brasil de seguir buscando que o Atlântico Sul seja reservado integralmente ao uso não-letal desses animais, através da pesquisa científica e do turismo de observação, que já aporta milhões de dólares em divisas aos países que a praticam na América do Sul e na África”. Além do Brasil, países como o Chile, Equador, Panamá e Costa Rica já adotaram medida semelhante como forma de reforçar suas políticas de conservação marinha.

Em janeiro próximo a Comissão Internacional da Baleia segue negociando medidas de longo prazo para assegurar o futuro das populações remanescentes de baleias do planeta.

A íntegra do Decreto Federal 6.698 pode ser lida em https://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=6&data=18/12/2008

Conselho da APA da Baleia Franca aprova Plano de Ação

Reunido durante os dias 5 e 6 de dezembro, no Projeto Ambiental Gaia Village, em Garopaba (SC) o Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (CONAPA BF) aprovou o Plano de Ação para biênio 2009-2010 que terá a Fundação Gaia, a frente da Secretaria Executiva, como representante do Setor das Ong´s Ambientalistas. (O Instituto Sea Shepherd Brasil, integra o CONAPA Baleia Franca, na condição de representante das ong´s ambientalistas.)

“O Plano de Ação é essencial para fazer um retrato do presente e traçar linhas de ação prioritárias, principalmente se tratando de um grupo tão plural como o Conselho Gestor da APA. Além disso, criamos indicadores para avaliar o andamento dessas ações e fazer os ajustes necessários para que sejam efetivas”, explica a bióloga Andreza Martins, consultora contratada pela APA para auxiliar os conselheiros na elaboração do Plano.

Nos últimos três meses, Andreza Martins atuou como facilitadora de 13 oficinas dirigidas a conselheiros e comunidade em geral para elaborar estratégias para os próximos dois anos. Os encontros foram divididos em quatro Grupos de Trabalho, identificados pelos conselheiros como pontos focais e emergenciais de atuação – Ordenamento Territorial, Turismo, Pesca e Mineração. Segundo a consultora, foi surpreendente a alta participação dos conselheiros e representantes de diversas entidades interessadas nos temas.

Seguindo recomendações do Plano de Ação foram criadas as Câmaras Técnicas do Turismo e Mineração. O Plano também prevê capacitação das entidades conselheiras e das comunidades envolvidas, participação nas discussões dos Planos Diretores Municipais; realização de estudos, diagnósticos e mapeamentos. Além disso, os grupos pretendem ainda buscar mais parcerias institucionais a fim de desenvolver meios para que as atividades econômicas na Unidade de Conservação sejam adequadas a legislação ambiental.

“As discussões que antecederam a elaboração do Plano de Ação deram subsídios ao Conselho para aprofundar e amadurecer o entendimento sobre os principais temas de gestão da APA. Essa discussão também prepara o Conselho para a criação do Plano de Manejo da Unidade, possibilitando um maior entendimento sobre o território e verificando se os diagnósticos batem com a definição de zoneamento de áreas protegidas”, afirma Maria Elizabeth Carvalho da Rocha, presidente do Conselho Gestor e chefe da APA da Baleia Franca.

Durante a reunião Plenaria, realizada no sábado foi eleito o Comitê Executivo do CONAPA BF, composto por Ramona Muhlbach da EPAGRI como representante do Setor Público; Maria Aparecida do Conselho Comunitario da Ibiraquera, representando o setor dos Usuários dos Recursos e Sandra Severo, da Fundação Gaia, representando o setor de Ong´s ambientalistas, também eleita para a função de secretaria executiva do CONAPA BF. Além da representação dos 03 setores , integra o Comitê Executivo, Elizabeth da Rocha, Presidente do Conselho Gestor da APA da Baleia Franca.

Fonte: Anita Campos / Assessora Comunicação APA BF.

Sea Shepherd Em Direção Ao Sul

O navio Steve Irwin da Sea Shepherd Conservation Society partiu hoje do Porto de Brisbane com uma tripulação internacional de 48 voluntários.

A tripulação inclui 33 homens e 15 mulheres. São 14 da Austrália e 4 da Nova Zelândia, os demais vindo do Japão, Canadá, Reino Unido, EUA, Suécia, Holanda, África do Sul, Alemanha, Hungria, e Bermuda.

Também incluída na tripulação está a equipe de TV Animal Planet, documentando a 2° Temporada para a série “Guerra das Baleias”. 23 da tripulação estão voltando como veteranos, e para os 25 restantes, esta é a primeira vez deles numa campanha da Sea Shepherd.

Incluída na tripulação que partiu de Brisbane está Daryl Hannah, que, há muito tempo, é uma ativista dedicada ao meio-ambiente. Como atriz, seus filmes incluem “Blade Runner – O Caçador de Andróides”, “kill Bill”, “Roxanne” e “Splash – Uma Sereia em Minha Vida”.

O navio Steve Irwin vai fazer uma breve parada para abastecer antes de prosseguir ao Mar de Ross (mar localizado na costa antártica do Oceano Pacífico) para interceptar a frota baleeira japonesa. Nessa caça comercial, a frota japonesa está objetivando 935 baleias em risco, violando uma moratória global, que é o Santuário das Baleias.

“Nosso objetivo é afundar a frota baleeira japonesa – economicamente”, disse o Capitão Paul Watson.

As baleias não têm tempo para esperar que a consciência no Japão mude. A matança precisa acabar agora e a chave para o sucesso é interferir nos lucros. A Sea Shepherd pretende assegurar que as perdas financeiras da frota japonesa superem seus lucros. Essa é a única linguagem que esses caçadores entendem.

A Sea Shepherd deu à Campanha deste ano o nome “Operação Musashi” em referência ao lendário samurai e mestre estrategista, Myamoto Musashi, que é para o Japão o que Ned Kelly, Robin Hood, e Jesse James são para a Austrália, Inglaterra e os EUA.

Musashi escreveu sobre “as duas formas da caneta e espada”, e isso quer dizer que “confronto + comunicação” é a estratégia a ser seguida este ano. A Sea Shepherd vai, fisicamente, bloquear os arpões japoneses. O Animal Planet vai estar produzindo uma série televisiva, documentando os esforços dramáticos da Sea Shepherd para comunicar o problema e a nossa solução para o mundo.

Todas as táticas são definidas para não causar danos corporais. No último ano, os caçadores acusaram a tripulação da Sea Shepherd de terem lançado ácido sobre eles. Embora, tecnicamente, manteiga podre é “ácido bútrico”, o que é menos ácido que uma cerveja ou um suco de laranja. Porém, fede bastante e assim interfere em seus trabalhos.

A Sea Shepherd espera que os japoneses estejam mais agressivos este ano. Eles estão perdendo dinheiro, e a imagem de assassinos de baleias está se tornando um crescente constrangimento. Ano passado os caçadores lançaram granadas de choque e atiraram contra a tripulação do Steve Irwin. Esperamos que eles serão mais hostis ao enfrentarem outro ano de perdas.

A tripulação também se preocupa com as alegações do Greenpeace, de que a Sea Shepherd é uma organização violenta. “Esse tipo irresponsável de discurso poderia nos matar”, disse o Segundo Comandante, Peter Hammarstedt, da Suécia.

“Se o Greenpeace continuar a fazer essas acusações infundadas, poderá servir para justificar a violência dos caçadores contra nós. Gostaríamos de pedir que parem e desistam de fazer declarações que, possivelmente, possam comprometer as nossas vidas.”

O Capitão Paul Watson espera interceptar a frota baleeira japonesa no Mar de Ross durante os últimos 10 dias de dezembro.

“Com esperança, chegaremos a tempo de dar o presente da Vida para as baleias neste Natal e, com esperança, veremos o ano de 2009 como o último ano em que criminosos caçadores continuam a matar essas criaturas inteligentes, indefesas, gentis e sensíveis.”

Traduzido por Lucas Baptista, voluntário do Instituto Sea Shepherd Brasil.

Eventos gratuitos com Karol Meyer e Sea Shepherd em Porto Alegre

A apartir do dia 29 de novembro deste mês o 2º Salão Náutico do MERCOSUL promovera diversas atividades gratuitas ao público que incluirão palestras do Instituto Sea Shepherd sobre a preservação da vida marinha e atividades com a mergulhadora recordista Karoline Meyer (Karol Peixe).

“O workshop de respiração e o torneio de apnéia são alguns dos meios que desenvolvi para chamar a atenção dos interessados em esportes aquáticos e subquáticos para a importância de uma correta ventilação na prática do seus esporte favorito e também de uma boa apnéia!” diz, Karoline.

Além de seu currículo de recordes mundiais, continentais e sul-americanos, Karoline é uma das poucas Instructor Trainer Aida no mundo, tendo ministrado cursos no Brasil, França, Inglaterra, Miami, Peru, Chile, Argentina, e sendo responsável direta pelo treinamento de atletas com resultados impressionantes no ranking nacional e internacional da Aida.

Será um super final de semana, confira algumas das atividades:

Dia 29 de novembro

Workshop de apnéia GRATUITO
Mesa redonda debates sobre a proteção da vida marinha com: Projeto TAMAR, Instituto Sea Shepherd e Instituto Ilhas do Brasil.

30 de novembro

Torneio de apnéia GRATUITO
Palestra inédita: “A conquista do naufrágio da Corveta Ipiranga em apnéia!” por Karol Meyer

Quem fizer a reserva para Workshop + Torneio , levará ingresso para os dois dias de evento, além de concorrer à vários brindes, inclusive adesivos e camisetas da Sea Shepherd.

Veja a programação na piscina:

http://www.salaonauticodomercosul.com.br/programacao_piscina.php

Confira a grade de palestras e não esqueça de fazer sua inscrição no site!

http://www.salaonauticodomercosul.com.br/programacao.php

Para reserva ou qualquer dúvida, entre em contato,

novidades@karolmeyer.com