Instituto Sea Shepherd Brasil – Núcleo RJ e projeto“BG 500” realizam evento em comemoração ao Clean Up The World 2013

No dia 21 de setembro, o núcleo carioca do Instituto Sea Shepherd Brasil (ISSB) e o Projeto BG 500, comandado por Ed Bastos, realizaram uma atividade de educação ambiental na Praia da Urca, no Rio de Janeiro.

Clean UP Praia da Urca - Foto: Celso Leite

 

O dia ensolarado e o ambiente agradável do bairro da Urca formaram o cenário perfeito para a realização do “Clean Up The World”, evento mundial que acontece todo ano, na terceira semana de setembro e busca a conscientização da sociedade para a necessidade de preservação do meio ambiente.

Um grupo de 08 mergulhadores iniciou o trabalho de limpeza subaquática partindo do píer localizado no final da Urca, percorrendo todo o costão direito até a praia, realizando a coleta de resíduos sólidos, flutuantes e de fundo da baía.

Clean Up Sea Shepherd - Foto: Taynara Franco

Ao mesmo tempo, voluntários do ISSB participavam de uma coleta de resíduos no espelho d´água, que para surpresa de muitos, estava mais limpo do que costumamos encontrar nas atividades realizadas em meses passados na localidade.

Clean Up Sea Shepherd - Foto: Celso Leite

 

A atividade de educação ambiental movimentava a tenda do ISSB, onde as crianças aprendiam através de jogos, pinturas e desenhos, a importância dos animais marinhos para o nosso ecossistema.

O Projeto BG 500 sensibilizava a criançada e os adolescentes realizando o trabalho de educação ambiental, apresentando os impactos que causamos por descuido ou falta de informação.

Ed Bastos BG500 - Foto: Celso Leite

Ed Bastos, criador do projeto, é um parceiro comprometido e dedica seus dias a atividade de educação ambiental. Ed faz um trabalho único, com habilidade demonstra com os seres marinhos necessitam de seu habitat sem poluição.

Foram recolhidas garrafas plásticas, latas de refrigerantes, embalagens de alimentos, recipientes de cosméticos e todo tipo de lixo produzido no ambiente doméstico, além dos equipamentos de pesca descartados por embarcações e pescadores amadores de finais de semana.

Ed Bastos BG500 - Foto: Luis Fernando Faulstich Neves

Após cada coleta, os resíduos são levados para recipientes plásticos, onde passam por uma triagem e os micro-organismos encontrados (siris, camarões, poliquetas, etc) são separados e devolvidos ao ambiente marinho. Após a análise do material, foi realizada a pesagem do lixo recolhido, tanto nas areias da praia quanto no mar, totalizando 92 kg de resíduos sólidos que estavam causando um impacto negativo no meio ambiente terrestre e aquático.

92 Kg de Lixo - Foto: Raphael Jordão

 

Agradecemos a Mergulho Carioca, operadora de mergulho, por todo o apoio e suporte oferecido para que a atividade subaquática fosse realizada com sucesso e aos voluntários do Núcleo RJ pelo belíssimo trabalho neste evento !

Voluntários Sea Shepherd - Foto: Raphael Jordão

Núcleo RJ prestigia o lançamento do DVD de Cristian Dimitrius, Embaixador do Mar do ISSB

No dia 13 de setembro, voluntários do Núcleo Rio de Janeiro do Instituto Sea Shepherd Brasil prestigiaram o lançamento do DVD 10 missões inesquecíveis do Domingão Aventura, realizado em um quiosque na Praia de Copacabana, na zona sul carioca.

Durante duas horas, Cristian Dimitrius e João Paulo Krajewski, biólogos, cinegrafistas e aventureiros, narraram suas aventuras e contaram para o público presente, situações inusitadas ocorridas nas viagens, entremeadas com trechos das filmagens.

Cristian Dimitrius

João Paulo Krajewski - Foto: Gisele Pontes / ISSB

Neste DVD comemorativo, está algumas das principais missões e reportagens realizadas pela dupla, com curiosidades impressionantes do mundo animal: como a cachoeira de cobras, o homem que vive entre leões, cabras que sobem paredes, a rotina de uma família de gorilas e o comportamento dos tubarões do mar das Bahamas.

Foto: Gisele Pontes / ISSB

Uma das reportagens traz o maior felino do continente americano, a onça-pintada, documentada no seu habitat natural, o Pantanal brasileiro.

Ao final da apresentação, foi realizado um debate com os participantes, com a entrega de camisetas e dvd´s para as perguntas consideradas mais interessantes.

Parabenizamos Cristian Dimitrius pelo novo sucesso !

Cristian Dimitrius e o Nucleo RJ da Sea Shepherd

Instituto Sea Shepherd Brasil palestra no Centro Universitário Celso Lisboa, no Rio de Janeiro

No dia 05 de setembro de 2012, o Instituto Sea Shepherd Brasil (ISSB), por intermédio do Núcleo Rio de Janeiro, realizou palestra com o tema “Sea Shepherd em Defesa da Vida Marinha”, no Centro Universitário Celso Lisboa, na zona norte do Rio de Janeiro (RJ).

Foto: Prof. Alessandro Licurgo

A palestra abordou inicialmente, a criação da organização no Brasil e no exterior, sua missão e o histórico de atuação em diversas partes do mundo.

Foram apresentadas à plateia, as ações e projetos desenvolvidos pelo ISSB na proteção e defesa da vida marinha no litoral brasileiro, nas áreas de fiscalização e monitoramento, capacitação, suporte técnico e educação ambiental, que fazem parte do Programa de Estudos e Conservação da Vida Marinha.

Foto: Prof. Alessandro Licurgo

Outro ponto abordado foram as ações civis públicas movidas contra a pesca predatória ilegal, a caça e o molestamento de cetáceos e a pesca de tubarões para a prática do “finning”, a extração de barbatanas com o posterior descarte do animal ao mar, ainda vivo, o que é considerado crime ambiental pela legislação nacional.

Estas ações civis públicas constituem-se em importante trabalho desenvolvido pelo ISSB, não somente pelo caráter punitivo em relação aos crimes, mas pela relevância socioambiental.

Foto: Prof. Alessandro Licurgo

“Buscamos apresentar a necessidade de preservação dos ecossistemas marinhos para as presentes e futuras gerações. Não poderemos viver neste Planeta, se os oceanos morrerem. E somente através da conscientização e da educação ambiental conseguiremos atingir este objetivo”, explicou Luiz André Albuquerque, Diretor Regional Núcleo Rio de Janeiro.

Foto: Prof. Alessandro Licurgo

Ao final da palestra, houve um debate com os participantes, onde foram esclarecidas algumas questões em relação ao impacto da pesca de arrasto ilegal, o pedido do ISSB de proibição do turismo de observação de baleias em Santa Catarina, o trabalho de voluntariado na organização e o sobre o curso de “Ações para Salvamento de Animais Marinhos em Derrames de Petróleo” que irá ocorrer na cidade do Rio de Janeiro, no final do mês de setembro.

Agradecemos ao Professor de Biologia Alexandre Licurgo da Universidade Celso Lisboa pelo convite e a oportunidade de apresentar o trabalho desenvolvido pela instituição.

ISSB ministra curso “Ações para salvar animais marinhos em derrames de petróleo”, em Ubatuba (SP)

Por Priscila Kiscporski, Coordenadora da Sea Shop e voluntária

Nos dias 07 e 08 de setembro, o Instituto Sea Shepherd Brasil ministrou o curso “Ações para salvar animais marinhos em derrames de petróleo”, em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. O ISSB contou com a parceria da ONG Projeto Dacnis, que ofereceu o local para a realização do curso. Além disso, contamos com o apoio do Hostel Ecotrip, que proporcionou a hospedagem da voluntária Priscilla Kiscporski, ministrante do curso.

Simulação de salvamento de cetáceos. Foto: Divulgação/ISSB

No mês de abril, na cidade litorânea de São Sebastião, município próximo à Ubatuba, ocorreu um derrame de petróleo, onde cerca de 200 litros de óleo contaminaram as praias locais e os animais que dependiam deste meio para sua sobrevivência. “Agora, com o conhecimento de como proceder nos primeiros socorros destes animais, os alunos do curso já estão aptos para agir nestes eventos, sejam de pequena ou grande escala”, afirmou Priscila.

“Foi simplesmente sensacional! O local escolhido, a sede do projeto Dacnis, é um dos lugares mais lindos que já visitei, o conteúdo do curso foi muito bom e dinâmico, nos preparando de forma prática para a ação”, comemorou Luciana Tofe, assistente de marketing do Projeto Dacnis.

O guia de turismo do Projeto Dacnis, Alberto Chagas, comentou: “O curso foi excelente, tanto na dinâmica, como no conteúdo. Gostaria que outras edições acontecessem por aqui e o lugar escolhido, é mágico”.

Participantes do curso em Ubatuba (SP). Foto: divulgação/ISSB

Núcleo RS do Instituto Sea Shepherd Brasil ministra palestra na PUCRS

Por Rodrigo Marques, Coordenador Regional voluntário do Núcleo RS do Instituto Sea Shepherd Brasil

No dia 06 de setembro, o Instituto Sea Shepherd Brasil ministrou a palestra “ISSB – Programa de Estudo e Conservação da Vida Marinha”, na Faculdade de Biociências da Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre. O evento teve apoio do Programa de Educação Tutorial (PET-Bio).

A palestra foi ministrada por Rodrigo Marques, Coordenador Regional do Núcleo RS, e contou com a participação dos voluntários, que contaram suas experiências e as suas motivações para se tornarem membros da Instituição. Os trabalhos foram iniciados com a apresentação Institucional da Sea Shepherd Conservation Society, mostrando suas campanhas ao redor do mundo e a criação do Instituto SeaShepherd Brasil (ISSB), bem como sua forma de atuação no país.

Foto: Daniel Kannenberg

Voluntária Juliana Motta Foto: Daniel Kannenberg

Dentre os temas abordados estavam as ações civis públicas contra a pesca predatória, molestamento de cetáceos, finning e derrames de petróleo, onde voluntários estiveram presentes auxiliando o Ministério Público e a Polícia Federal durante o processo de limpeza e recuperação da área afetada pelo óleo.

Com o inicio da temporada de captura de golfinhos, em Taiji, no Japão, no dia 1º de setembro de 2013, uma parte da palestra foi dedicada somente para explanar esta questão, e destacar a participação da indústria de parques aquáticos na matança promovida na enseada. Um vídeo sobre o assunto foi rodado, deixando os presentes chocados com tamanha brutalidade no tratamento de golfinhos e baleias piloto.

Foto: Daniel Kannenberg

Também foi abordada a campanha em defesa dos tubarões, realizada em Porto Alegre, através da colocação de um container simulando a apreensão de 3,4 toneladas de barbatanas, que foram provenientes da prática do finning, e o Projeto de Educação Ambiental que ocorreu em Torres (RS), durante o mês de janeiro.

Ainda sobre os tubarões, foi apresentada aos presentes a nova operação chamada “Operação Marco Zero”. Essa campanha foi lançada visando a preservação dos tubarões em Pernambuco, onde o ISSB irá recompensar fotos e vídeos que comprovem essa matança promovida por grupos da região servindo de provas para futuras ações civis públicas.

Foto: Daniel Kannenberg

A ação mais polêmica, a proibição do turismo de observação de baleias embarcado (TOBE), na APA da Baleia Franca, em Santa Catarina, no litoral sul, ficou para o final. Os motivos que levaram a criação desta ação, as evidências do molestamento das baleias, o risco do desligamento dos motores nas enseadas da região e o descumprimento da lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), entre outras irregularidades, foram expostas e debatidas. “Deixamos claro que não somos contrários ao turismo, queremos que seja cumprida a legislação vigente de proteção dos cetáceos e tenhamos a certeza que os animais tenham sua saúde garantida”, finalizou Rodrigo Marques.

Foto: Daniel Kannenberg