Home » Notícias

Sea Shepherd parte para a sétima campanha em defesa das baleias: Operação Sem Conciliação

14 dezembro 2010

steve irwin (2)Depois de meses de preparação, a Sea Shepherd Conservation Society oficialmente partiu para sua Campanha em Defesa das Baleias 2010-11, a Operação Sem Conciliação. A frota deste ano é a mais forte até hoje, incluindo os navios veteranos Steve Irwin e Bob Barker, com a adição do trimarã recém-adquirido Gojira, Godzilla em japonês, com a rapidez e energia necessárias para superar os baleeiros e colocar um fim às suas vergonhosas atividades.

A Sea Shepherd também irá utilizar um helicóptero mais capaz este ano: o Nancy Burnet. Este helicóptero é mais rápido, tem um alcance maior, leva mais gente/peso, e tem este nome por causa de uma amiga muito próxima do apresentador de TV e advogado dos direitos animais Bob Barker. Nancy Burnet facilitou a doação de 5 milhões de dólares de Bob Barker para a Sea Shepherd no verão de 2009. Foi essa doação que permitiu a Sea Shepherd para comprar o navio Bob Barker, bem como o helicóptero melhorado e outros equipamentos essenciais ainda em uso.

“Esta é a maior e mais forte frota que preparamos para defender as baleias, e estou confiante que a campanha deste ano será a mais bem sucedida, ainda mais porque a frota baleeira japonesa permanece ancorada no Japão por causa de problemas envolvendo um navio de abastecimento”, comentou o fundador e presidente da Sea Shepherd, o Capitão Paul Watson.

Bob Barker, Steve Irwin e Nancy Burnet deixando o porto

Bob Barker, Steve Irwin e Nancy Burnet deixando o porto

O prefeito de Fremantle, Brad Pettitt, batizou o Gojira com a bandeira australiana durante uma cerimônia no início desta semana em seu novo porto de origem na Austrália Ocidental. O navio interceptador faz história na Sea Shepherd como o primeiro navio a receber registro da Austrália em mais de três décadas de operações.

“A Sea Shepherd é muito grata pelo incrível apoio que recebemos dos portos de Hobart, Fremantle, Albany, Brisbane, Sydney, Melbourne e as comunidades da Praia da Baleia, Byron Bay e cidades por toda a Austrália. Com o apoio de todos neste ano, temos agora um navio de bandeira australiana, com tripulação australiana”, comentou o Capitão Watson.

Hobart é considerada a porta de entrada para a Antártica, e passa a ser uma das mais fortes bases da Sea Shepherd de apoio para o preparo de suas embarcações para defender as baleias de serem ilegalmente alvejadas na Nova Zelândia e águas australianas.

O Capitão do Bob Barker, Alex Cornelissen, acrescentou: “O apoio tem sido enorme, até mesmo as crianças vem esvaziando seus cofrinhos para ajudar a salvar as baleias. Nós certamente temos uma conexão com o povo australiano, e aqui na Tasmânia parece ser mais forte, talvez porque estamos muito perto da Antártica”.

Captão Watson e Senador Brown respondendo questões da imprensa

Captão Watson e Senador Brown respondendo questões da imprensa

Depois de um bota-fora público, os navios Steve Irwin e Bob Barker se afastaram do cais Macquarie 1 de Horbat à 1 hora da madrugada do dia 02 de dezembro, em uma missão para cumprir a lei de conservação internacional, defender uma decisão do Tribunal Federal da Austrália, e impedir o abate ilegal de baleias ameaçadas de extinção. A Sea Shepherd concedeu uma conferência de imprensa antes da partida, liderada pelos Capitães Watson e Cornelissen, e com o apoio adicional do senador Bob Brown, do Partido Verde australiano, reforçando o seu compromisso como um dos defensores de baleias mais fervorosos da Austrália.

Gojira se encontrará com o resto da frota, incluindo o Steve Irwin e Bob Barker, este fim de semana, depois de ambos os navios terem concluído a formação da tripulação em alto mar. Com uma tripulação de 10 membros da Sea Shepherd, o trimarã está na rota da Austrália Ocidental com o Capitão Locky MacLean à sua frente. O navio monocasco de 115 pés estabilizado foi o detentor do recorde atual de circunavegação do globo em 1998, em apenas 74 dias, um recorde que depois foi quebrado pelo Ady Gil, o navio que foi perdido no mar durante a campanha do ano passado, após uma colisão com o baleeiro japonês, o navio Shonan Maru 2.

O Animal Planet está a bordo dos três navios para documentar os esforços de conservação da Sea Shepherd no Oceano Antártico para a quarta temporada a série televisiva Whale Wars.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do ISSB

 

All Contents Copyright © 2012 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por dEx