Destaque, Notícias

Neste verão as BOAS PRÁTICAS são bem-vindas!

Ao desfrutar do verão em praias brasileiras nos orgulhamos das belezas naturais e da biodiversidade do nosso vasto país. Desejamos que sempre mantenham-se conservadas para voltarmos outras vezes! Algumas práticas do dia a dia podem ajudar na manutenção do lugar que estivemos e que queremos voltar, e ainda, a longo prazo, deixar o legado para as seguintes gerações – Vamos conservar o meio que vivemos com mudança de atitude!

Que tal começar o ano mudando alguns hábitos?

Já começando a mudar neste minuto?

Diga NÃO ao plástico de uso único! Outras 5 dicas para você…

DICA 1

Ao se refrescar nos dias quentes tomando aquele delicioso sorvete ESCOLHA a casquinha comestível como recipiente do seu gelato. RECUSE as tigelas plásticas e utilize pazinhas de madeira como colher.

DICA 2

Diga NÃO às sacolas plásticas! Mais de 150 bilhões são usadas pelos brasileiros a cada ano.   Nada mal utilizar caixas de papelão ou sua sacola retornável, mochila ou engradado para carregar suas compras. RECUSE alimentos já embalados em filme plástico. O mesmo para as frutas, verduras e legumes em sacos plásticos.

DICA 3

Pediu comida por telefone? Certifique-se de que o seu fast food não venha embalado em plástico e isopor. Além de prejudicar a saúde com gases tóxicos revelados pelo calor da comida, o isopor e o plástico se decompõem em 200 longos anos. Ao se decompor na natureza, as bolinhas de isopor são confundidas com alimento, assim como o micro plástico, e são ingeridos por baleias, golfinhos, peixes, afetando o sistema digestório. Prefira as embalagens de papel ou papelão para o seu delivery.

DICA 4

NÃO CONSUMA ANIMAIS AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO

Gosta de camarão ou cação (tubarão) como petiscos de praia? Você sabia que para cada 1 quilo de camarão 23 quilos de outros animais morrem na pesca de arrasto? Que mais de 100 milhões de tubarões são mortos a cada ano por redes de espinhel? Estas mortes (direta ou indireta) tem efeito devastador causados pela pesca incidental, o bycatch. Somos diretamente responsáveis por consumir animais marinhos desta pesca predatória. As REDES DE PESCA MATAM muito mais do que o oceano produz e o que a sociedade consome, dizimando cardumes inteiros e ecossistemas frágeis.

DICA 5

A BITUCA de cigarro é o item mais encontrado em nossas limpezas de praia. As pontas ou filtros do cigarro são deixados na areia da praia aos milhares como se fossem sementes. Um grande engano para quem acredita que se degradam como sementes… Altamente tóxicos, os filtros de cigarro são feitos de acetato, um tipo de plástico que concentra os mais de 9 mil componentes tóxicos do tabaco.

CUIDE de descartar a bituca em locais adequados pois pode ser reciclada em papel. UTILIZE os cinzeiros de praia espalhados pelas iniciativas de reciclagem do seu município, se não tiver, EXIJA na sua cidade.

2 filtros de cigarro contaminam mais que 1 litro de esgoto

Mude seus hábitos! Recuse, Reduze, Repare, Recicle, Reuse.