Notícias

Sea Shepherd e australianos se unem pelos tubarões

Foto: Klaus Jost - www.jostimages.com

Foto: Klaus Jost - www.jostimages.com

Em resposta a um recente editorial da Sea Shepherd publicado no Sydney Morning Herald, juntamente com uma petição online para evitar o abate de tubarões, organizada por Ryan Kempster e o clube de mergulho NARC, os tubarões da Austrália Ocidental conseguiram ganhar mais um tempo.

Mais de 19.000 pessoas assinaram a petição para impedir o abate de tubarões na Austrália Ocidental, em favor da adoção de medidas não-letais de monitoramento de tubarões. Como resultado, um anúncio foi feito pelo Ministro das Pescas da Austrália Ocidental, Norman Moore, afirmando que o governo do Estado vai investir mais de 13,65 milhões de dólares durante os próximos cinco anos para ajudar a reduzir o risco potencial de ataques de tubarão, com a introdução de estratégias não-letais de mitigação de tubarões. Estas medidas incluem o aumento da área de vigilância, um sistema de alerta de SMS público, uma unidade dedicada a marcar e acompanhar tubarões, e um impulso para o financiamento da pesquisa de tubarões na Austrália Ocidental.

Como o Governo da Austália Ocidental não apoiou o uso de redes de tubarão neste momento, o Departamento de Pesca vai realizar uma avaliação da eficácia das redes de tubarão que são utilizadas nos Estados do leste.

A Sea Shepherd se opõe fortemente ao uso de redes de tubarão, que são assassinos indiscriminados, matando a vida marinha, como as focas, tartarugas, arraias, golfinhos, baleias, além de tubarões. A maioria dos tubarões que são capturados nestas redes estão na praia, no caminho de volta para o mar. Simplificando – elas não funcionam. Elas deveriam ser proibidas e removidas imediatamente de todas as praias costeiras em todo o mundo.

O departamento também irá implementar uma estratégia de envolvimento da comunidade e campanha de mídia para fornecer informações sobre como evitar riscos de tubarão. O Sr. Moore disse que o gabinete considerar outras estratégias descarta um grande abate de tubarões brancos para controlar o número de tubarões brancos.

Enquanto este anúncio do Ministro Moore é definitivamente um passo na direção certa para a preservação de tubarões para o benefício das gerações futuras, ainda há uma grande quantidade de trabalho que precisa ser feito para mudar a percepção da população sobre tubarões. Precisamos de mais pessoas que tomem uma posição para a proteção dos tubarões e espalhem que eles são uma espécie chave que dependemos todos os dias da nossa existência.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil.

Back to list