Editorial

Um fim de semana interessante na Nave Terra

Comentário pelo Capitão Paul Watson

Capitão Watson na ponte do Steve Irwin. Foto de arquivo

Tem sido um fim de semana interessante. A rede CTV, no Canadá, atualizou e transmitiu em rede nacional uma notícia anterior sobre mim na noite de sábado (06). Embora eu não estivesse em Paris para receber pessoalmente, eu também recebi o Prêmio Jules Verne, no sábado, e que é uma honra muito grande, de fato. Alguém comentou que eu estaria abaixo da terra. Eu não tenho certeza se é uma descrição precisa. Pode ser no subsolo, ou na água?

Eu não sou um fugitivo, no entanto. A Alemanha já não tem um mandado para mim, porque eu não estou mais na Alemanha. Costa Rica e Japão me listaram na Interpol em sua “lista vermelha”, o que na verdade não é um mandado de prisão. O que isso significa é que se eu entrar em um país membro da Interpol, ele informará o Japão e a Costa Rica, que emitirão, então, um mandado de prisão. Então, até eu entrar oficialmente em um país que é membro da Interpol, não há mandado pendente para minha prisão. A Interpol tem zero jurisdição em alto mar, nem tem qualquer outra pessoa, o que significa que eu sou livre para percorrer o oceano à vontade. Considerando que este é o lugar onde os caras maus estão operando, que melhor lugar para se estar se queremos detê-los?

Os outros capitães da Sea Shepherd estão preparando os navios, e o capitão Peter Hammarstedt assumiu minhas palestras e atividades de captação de recursos, garantindo que tudo está no caminho certo para as nossas campanhas no Santuário de Baleias do Oceano Antártico, em Taiji, no Japão, em Galápagos, em La Reunion, no Pacífico Sul, na Namíbia e uma dúzia de outras localidades ao redor do planeta. Não importa os obstáculos ou a inconveniência, a vida é sempre boa a cada dia que eu posso ver a ascensão da grande esfera vermelha no leste de manhã e seu deslizamento dramático abaixo do horizonte ocidental à noite, com o raro prazer de ver um flash verde. E as noites! Que lugar melhor para estar do que sob esse grande respingo de diamantes embutidos no veludo negro do céu? O mar fornece a janela da grande imagem da nave Terra com uma vista que fascina, humilha e cativa, e que me faz um pirata muito feliz mesmo.

Estou especialmente animado que estamos prestes a deter a frota baleeira japonesa novamente, quando eles estão em seu ponto mais baixo, e estamos agora no nosso ponto mais alto, o que me dá grande confiança de que teremos mais uma temporada de muito sucesso, com a intervenção contra os assassinos de baleias do Japão.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list