Notícias

Três prisioneiros australianos agora detidos em um baleeiro japonês em águas australianas

 Shonan Maru #2

Shonan Maru #2

Nesta manhã a Sea Shepherd Conservation Society auxiliou a Forest Rescue, da Austrália, em um movimento complexo e ousado ao subir a bordo do Shonan Maru #2 nas águas de Bunbury, Australia Ocidental

Geoffrey Owen Tuxworth (47), de Perth, Simon Peterffy (44), de Bunbury, e Glen Pendlebury (27), de Fremantle, todos da Forest Rescue vieram de barco da costa para interceptar o navio japonês Shonan Maru #2, que estava seguindo o navio da Sea Shepherd, Steve Irwin, a 16,2 milhas da costa e 25,3 quilômetros a noroeste de Bunbury, na Austrália Ocidental. A posição do Shonan Maru, quando eles embarcaram era de 32 graus, 57 minutos, 48 ​​segundos ao sul e 115 graus, 20 minutos e 24 segundos a leste. Eles foram recebidos por dois barcos de pequeno porte do Steve Irwin. Os barcos se aproximaram do Shonan Maru sob a cobertura da escuridão, e os três passaram pelos arames farpados, pregos e grades, chegando com sucesso a bordo do navio baleeiro japonês.

Eles foram com uma mensagem. “Leve-nos para a praia na Austrália e, em seguida, retirem-se de nossas águas”.

No presente momento, três cidadãos australianos estão sendo mantidos como prisioneiros a bordo do navio japonês Shonan Maru #2. Eles estão presos na zona de 24 milhas contíguas da Austrália por um navio japonês invasor, contendo militares armados japoneses.

________________________________________________________________________________

Declaração da Forest Rescue

Viemos das florestas da Austrália para defender as baleias de serem abatidas em águas territoriais da Austrália.

Somos cidadãos australianos e subimos a bordo do navio japonês Shonan Maru #2 em águas territoriais australianas em uma posição de (32 graus e zero minutos ao sul e 115 graus e 21 minutos a leste). Nós tomamos essa medida de embarcar no Shonan Maru #2 para protestar pelo fato de que este navio é parte de uma frota baleeira que está operando em desprezo ao Tribunal da Austrália, e está em águas australianas, desafiando a decisão do tribunal federal australiano e a vontade do povo australiano.

“Estamos a bordo deste navio, porque nosso governo não cumpriu com sua promessa pré-eleitoral de acabar com a caça às baleias no Oceano Antártico”, disse Simon Peterffy.

A Forest Rescue decidiu tomar medidas para impedir que o Shonan Maru #2 siga o Steve Irwin de volta ao Santuário de Baleias do Oceano Antártico.

A Forest Rescue está agindo para auxiliar a Sea Shepherd Conservation Society em sua campanha para acabar com a caça ilegal de baleias no Santuário de Baleias do Oceano Antártico.

Estamos tomando esta ação para lembrar o governo australiano de sua obrigação de fazer cumprir as leis existentes, relativas à proibição de navios baleeiros nas nossas águas.

Nós, como socorristas das florestas, estamos insultados e desapontados com o nosso governo por permitir o trânsito de embarcações de caça de baleias em águas australianas.

Contato da Forest Rescue: Michael Montgomery 0451058005

Contato de mídia da Forest Rescue: Amy Foge 0428048632

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list