Plácido Salles andando em praia com horizonte ao fundo

The Beach Walker Project recolhe quase meia tonelada de lixo

Iniciativa da marca Johnnie Walker - com proposta de chamar a atenção das pessoas para a importância de se cuidar do planeta - contou com parceria da Sea Shepherd e um andarilho percorrendo e coletando lixo marinho praias do Uruguai ao Rio de Janeiro.

Johnnie Walker, marca de whisky da Diageo – líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, convidou a Sea Shepherd Brasil a acompanhar o andarilho Plácido Salles na caminhada de 2.030 quilômetros entre o Uruguai e o Rio de Janeiro, com dez ações de limpezas de praias por onde o andarilho passou.

Plácido Salles recolhendo lixo

Os 2030 quilômetros reforçam os compromissos ambientais da Johnnie Walker que até 2030 garantirão: 100% da produção do uísque de carbono líquido zero; 100% das destilarias com energia renovável e todas as embalagens recicláveis, reutilizáveis ou compostáveis. 

Como homenagem a esta jornada até 2030, o projeto Beach Walker teve início no dia 15 de junho de 2021, na Playa do Carrasco, no Uruguai, terminando dois meses depois na Praia de Botafogo, no Rio de Janeiro, Brasil.

Plácido Salles, empreendedor e criador do canal Livre Partida, caminhou diariamente uma média de 30 km pelo litoral entre estes dois pontos, recolhendo o lixo encontrado pelo caminho e destinando para a reciclagem adequada. “Todos os dias encontrei muitos resíduos no caminho, o que foi até assustador no começo, constatar que em todas as praias tem bastante lixo” comentou Plácido. 

Em parceria com a marca Johnnie Walker a Sea Shepherd organizou dez limpezas em pontos estratégicos: Carrasco, Cassino, Passo de Torres, Barra Velha, Navegantes, Coqueiros, Itapoá, Santos, Ilhabela e Botafogo. As limpezas, coordenadas pela campanha nacional de limpeza de praias da Sea Shepherd, chamada Ondas Limpas, reuniram esforços de cerca de 50 voluntários que, junto com Plácido, coletaram quase meia tonelada de lixo, totalizando 10.521 itens.

“Ficamos muito contentes com o convite de Johnnie Walker para apoiar nesta importante caminhada sustentável. É muito gratificante ver uma marca deste tamanho se propondo a rever seus processos e chamando atenção para a urgência do problema do lixo, fazendo com que a mensagem chegue cada vez a mais pessoas. Este é o futuro. As empresas que quiserem se manter no mercado devem responder aos desafios mais urgentes da sociedade, do planeta e das pessoas, que estão cada vez mais exigentes e atentas a essas questões”, declarou Nathalie Gil, Diretora de Desenvolvimento da Sea Shepherd Brasil.

“As ações de limpeza com a Sea Shepherd foram muito impactantes. Ver a comoção das pessoas que estão ali de livre e espontânea vontade tentando mudar a realidade da poluição nas praias e oceanos me moveu bastante. Aprendi muita coisa sobre coleta e resíduos em geral”, ressaltou Plácido. “O trabalho em grupo vira uma força tarefa, ganha poder e se torna muito mais impactante”, adicionou.

Leitura de impacto

Para dar a destinação correta aos resíduos coletados, foram mapeadas cooperativas por diversos trechos da caminhada – até nos mais longínquos. Todos os resíduos seguiram um processo de logística reversa, sendo destinados à cooperativas.

A ação em números, segundo Relatório de Impacto feito pela empresa de logística reversa Residuall:

  • Mais de 40 horas de limpeza
  • Quase 50 voluntários
  • 451 kg de resíduo
  • 10.521 itens coletados
  • 7.942 itens de plástico
  • 79 itens de metal
  • 166 itens de vidro
  • 192 itens de papel
  • 815 bitucas de cigarro
  • 69 itens de borracha
  • 93 petrechos de pesca
  • 1.172 outros itens

Impacto estimado com a reciclagem dos itens coletados:

  • Emissão de CO2 evitada: 110 kg 
  • Consumo de água evitado: 1200 litros
  • Consumo de energia elétrica reduzido: 116 kWh
Lixo em separação

A caminhada foi documentada em vídeo pela produtora Bando e vai virar uma minissérie documental que mostra, além das curiosidades e desafios do percurso, personagens que trabalham fazendo a diferença em relação ao cuidado com as praias e gestão de resíduos no Brasil.

Confira o 1º episódio no canal Johnnie Walker Brasil no YouTube:

Para que a campanha Ondas Limpas continue a existir trabalhando para erradicar o lixo marinho e salvar milhares de vidas marinhas, precisamos da sua doação. Filie-se e ajude a manter esta e outras campanhas ativas.

Junte-se a nós

Ajude-nos a proteger o oceano e a vida marinha !

Ondas Limpas em Porto Alegre

No dia 21 de dezembro, o núcleo do Rio Grande do Sul da Sea Shepherd Brasil realizou uma ação de limpeza na Praia de Ipanema, zona sul de Porto Alegre, como parte da Operação Ondas Limpas. A ação durou aproximadamente 3 horas e contou com a presença de 8 voluntários, percorrendo um trecho de 150 metros da orla.

Durante a ação, foram retirados 6,7 quilos de resíduos, em sua grande maioria canudos, tampas de garrafas (plásticas e metálicas), abraçadeiras de plástico, pedaços de corda, bitucas de cigarros e diversos outros itens de plástico e papel. Além disso, foi encontrada uma ponta de seringa com agulha descartada incorretamente.

Apesar de ser um trecho pequeno, toda a orla em si é utilizada diariamente pela população para pratica de atividades físicas e lazer, no entanto, é comum aos finais de semana, especialmente aos sábados e domingos no final de tarde, o encontro de pessoas que consomem bebidas alcoólicas e descartam incorretamente estes resíduos no calçadão e na beira da praia, não levando em consideração o apreço por uma área tão bonita da capital.

Por fim, a ação se encerrou com uma roda de conversa sobre a importância de se descartar corretamente o lixo e também o quão são fundamentais estes tipos de ações para conscientizar acerca do consumo, hábitos e do correto descarte e destinação do lixo.

Operação Ondas Limpas Na Semana do Lixo Zero em Ilhabela

Na Semana do Lixo Zero em Ilhabela, SP, a Sea Shepherd Brasil participou com a Prefeitura de Ilhabela e Secretarias de Educação e Meio Ambiente, Etec , Plenitude Meu Copo Eco, Voz das Gotas, do mutirão de limpeza do mangue da Barra Velha com mais de 100 alunos e simpatizantes na travessia de balsas em Ilhabela.
Mesmo com a limpeza frequente do município naquele local, ainda coletamos mais de 66 quilos de resíduos plásticos que ali foram depositados pelas redes fluviais, marés e descarte incorreto do lixo pelas pessoas.

Foram 620 bitucas que deixaram de contaminar 1.240 litros de água além da retirada da maior causadora de mortes de animais marinhos, 1 rede de pesca fantasma entre outros detritos e rejeitos.

Entre o lixo, animais marinhos foram salvos, muitos caranguejos Chama-maré e caracóis típicos de manguezais.
A próxima atividade da semana #LixoZero será na Praça da Mangueira no dia 24 quinta feira (HOJE) com divulgação das ações da #SeaShepherd

#OpOndasLimpas #SeaShepherd #Oceanos

Operação Ondas Limpas na Praia de Pitangueiras – Guarujá /SP

 
 
No mês de lançamento da Operação Ondas Limpas da Sea Shepherd Brasil voluntários reuniram-se para mais um dia de ação em São Paulo, Guarujá, na Praia de Pintagueiras no último sábado 27 para um dia de educação ambiental e limpeza de micro lixo.
 
 
 
Com a presença de voluntários e simpatizantes à causa, o dia foi recolher o plástico da areia, e o que se pôde ver foram bitucas de cigarro e plásticos de todas as formas e tipos. Entre o micro lixo pode-se destacar:
1.324 bitucas de cigarro
366 tampas de garrafa plástica
87 palitos de madeira
81 talheres de uso único de plástico
29 garrafas pets
 
 
 
Os números são do pequeno trecho da praia, um pouco mais de 1,5 km em 2 horas de coleta de 4 quilos de plástico leve.
Infelizmente esta é a realidade de todas as praias do mundo, um grande descarte de plástico de uso único e bitucas de cigarro que contaminam a água doce, a areia, o mar, causando morte e sofrimento de milhares de animais marinhos.
 
 
 
 
Participe das atividades da Operação Ondas Limpas! DOE ou adquira produtos em defesa dos oceanos em www.seashepherd.org.br/loja
 
 
 
 
 
Pelos oceanos!
 
#OperaçãoOndasLimpas #Trashtag #SeaShepherdBrasil #MafiaDoMergulho