Notícias

Sea Shepherd oferece ajuda para proteger o frágil Mar de Corais da Austrália

Tubarão-tigre. Foto: Eric Cheng

A Sea Shepherd Conservation Society anunciou que está oferecendo seus especialistas, embarcações, e recursos para ajudar a patrulhar e proteger a maior reserva marinha do mundo, recém-criada na Austrália, Mar de Corais, em um esforço para ajudar a proteger este magnífico oceano e sua vida marinha.

Depois de um longo período de comentários públicos, o Governo australiano anunciou na quinta-feira, 14 de junho, ter dado um passo ousado para estabelecer a preservação do oceano. Em um comunicado no site do Governo, eles disseram: “Esta ação representa uma virada na conservação e gestão dos nossos oceanos”.

Explicou ainda: “Assim como os parques nacionais em terra, os santuários marinhos são agora, reconhecidamente, uma parte importante da agenda nacional para debatermos as ameaças sem precedentes, enfrentadas pela nossa, tão singular, vida marinha”.

Com este anúncio, o cumprimento desta declaração será a chave para o sucesso da recém-criada rede de parques marinhos. Sem isto, navios de pesca estrangeiros continuarão a explorar os frágeis ecossistemas da região através da caça furtiva, sobrepesca, remoção das barbatanas dos tubarões e outras atividades ilegais.

O ex-membro do parlamento, Sr. Lindsay, disse que a autoridade da Reserva Marinha Recife Great Barrier deve ser encarregada de monitorar o maior parque de preservação marinha do mundo. “Não há nenhum sentido em ter um parque marinho, a menos que você possa patrulhá-lo e fiscalizá-lo”, disse ele. E acrescentou: “Eles teriam que receber um financiamento adequado, eles não podem fazê-lo com o atual orçamento. Mesmo se isto custar mais 10 milhões, é um dinheiro bem gasto”.

Em resposta aos comentários do governo australiano, a Sea Shepherd está oferecendo a sua ajuda para colaborar e empregar seus recursos e experiência para proteger as águas de embarcações estrangeiras de pesca ilegal que operam dentro do novo Santuário Marinho Mar de Corais, fornecendo uma solução que não teria nenhum custo para o contribuinte australiano.

Espécies de tubarões serão protegidas da pesca no Mar de Corais. Foto: Julie Andersen

A Sea Shepherd também fornecerá navios e convidará membros da Reserva Marinha do Parque Recife Great Barrier, ou outra autoridade australiana apropriada, para representar e estar a bordo do navio de patrulha no Mar de Corais. A organização iria trabalhar junto com as autoridades australianas para planejar estratégias, implementar programas adequados e facilitar o bloqueio das atividades de pesca ilegais.

A Sea Shepherd tem um longo legado de sucesso na defesa e preservação dos ecossistemas marinhos e animais em todo o mundo, e temos uma base muito forte de apoio na Austrália. Nosso programa nas Ilhas Galapágos, no Equador, é um exemplo de como a nossa organização pode apoiar um governo local na proteção de sua população de tubarões e ecossistemas marinhos. Temos contribuído com mais de 4 milhões de dólares para a aquisição de um barco de patrulha, para instalação de sistemas de identificação de navios, treinamento de uma equipe de cães farejadores e apoio jurídico para a acusação. Temos sido elogiados pelo governo das Ilhas Galapágos, pela Marinha e oficiais da reserva Marinha. Juntos, estamos protegendo as suas ricas águas de caçadores ilegais e frotas de pesca internacionais que visam saquear as economias locais e ecossistemas.

“A Sea Shepherd está preparada para trabalhar com qualquer agência governamental ou local para proteger as águas”, diz o fundador Capitão Paul Watson. “Nós temos recursos e experiência, ao contrário daquelas outras organizações de conservação, incluindo a nível mundial a conscientização e o apoio, implementação de programas em curso, experiência nas relações com a mídia, treinamento de cães farejadores de barbatana de tubarão e sistemas de identificação de navios. Estamos prontos para colocar a nossa experiência em ação para trabalhar para o Mar de Corais da Austrália por um longo prazo”.

Traduzido por Dani Vasques, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list