Notícias

Sea Shepherd continua a luta em defesa das focas da Namíbia

Carta do Ombudsman aos apresentadores

Carta do Ombudsman aos apresentadores (clique na imagem para ampliar)

A Sea Shepherd Conservation Society recebeu uma carta oficial do Ombudsman da Namíbia, John Walters, na manhã de 22 de setembro. Em 20 de setembro, o Sr. Walters disse aos intervenientes presentes no debate da matança de focas em Windhoek, na Namíbia, que ele iria precisar de até um ano para chegar a uma conclusão e fazer uma recomendação ao governo como resultado das provas apresentadas durante a reunião.

Em sua carta oficial, o Sr. Walters afirmou: “Eu não posso prever que o meu relatório estará disponível antes de 2012”, de fato, confirmando que a matança de focas do próximo ano irá proceder conforme o planejado.

“Na reunião das partes interessadas foi provado conclusivamente que a matança de focas é ilegal, violando ambas as leis nacionais e internacionais sobre o tratamento destes mamíferos marinhos em perigo”, disse o CEO da Sea Shepherd, Steve Roest. “Se as agressões e a tortura brutal continuar em 2012, a Sea Shepherd voltará a campanha na Namíbia e tentará intervir contra a matança ilegal de filhotes de foca em extinção, protegidos pelo Apêndice II da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção (CITES). A Sea Shepherd também vai mobilizar todos os recursos possíveis de mídia para expor este crime ultrajante contra a natureza para o mundo. É totalmente inaceitável que qualquer governo seja autorizado a ignorar a sua própria legislação, mentir para os seus parceiros públicos e internacionais, e violar as leis internacionais que assinou e concordou em cumprir”.

A Sea Shepherd e as partes interessadas, incluindo os parceiros Seal Alert South Africa, South African Seal Saving Initiative (SA.SSI), International Fund for Animal Welfare (IFAW), e Seals of Nam, estarão unidos em suas tentativas para continuar a lutar pelas focas da Namíbia. Não só a foca-do-cabo está listada e protegida pelo Apêndice II da CITES, mas também a legislação proíbe a agressão até a morte, a tortura, ou perseguição de qualquer animal – incluindo focas. Apesar da lei, a Namíbia ainda tolera a maior matança em massa de mamíferos marinhos do planeta. A Sea Shepherd não vai recuar até que a matança em massa de seres indefesos chegue ao fim.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do ISSB.

Back to list