Notícias

O Brigitte Bardot chega em Williamstown

O Capitão Luis Pinho e sua equipe chegaram em Williamstown, Victoria, em segurança, depois de uma viagem de quatro dias de Fremantle, Austrália Ocidental, onde o Brigitte Bardot passou por três meses de reparos.

Brigitte Bardot teve um pontão partido por uma onda gigantesca durante uma tempestade no Oceano Austral, em dezembro passado, e teve que ser escoltado 1.500 milhas de Fremantle pelo navio emblemático da Sea Shepherd, Steve Irwin. Foi um revés que removeu o nosso rápido navio batedor e interceptador da Operação Vento Divino, a campanha da Sea Shepherd em defesa das baleias no Oceano Antártico. A campanha da Sea Shepherd resultou na frota baleeira japonesa tendo apenas 26% de sua planejada cota de matança, em comparação a 17% no ano anterior, quando o Brigitte Bardot, então com o nome de Gojira, efetivamente perseguiu e encontrou o navio-fábrica Nisshin Maru.

O Capitão Watson tem tomado medidas para assegurar que a nossa nave de escolta não ficará vulnerável a perdas futuras, e haverá dois navios escoteiros rápidos para a próxima campanha do Oceano Austral, juntamente com os navios Bob Barker e Steve Irwin.

O Brigitte Bardot está agora ancorado no Seawerks Dock, em Williamstown, Victoria, juntamente com o Steve Irwin. O Bob Barker está em Hobart, e vai passar por Sydney em junho. O Brigitte Bardot sairá em meados de junho para o Pacífico Sul, para realizar uma campanha contra a retirada de barbatanas de tubarão.

A Sea Shepherd Conservation Society planeja partir para a Antártida em dezembro, com uma frota de quatro navios.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list