Notícias

Nadadora campeã irlandesa enfrenta o Canal da Mancha em apoio à Sea Shepherd

Rachel Doyle, Medalha de Ouro do Campeonato de Inverno, está se preparando para atravessar o Canal da Mancha esta semana, em apoio à Sea Shepherd Conservation Society. Esta mulher de Dublin, Irlanda, ganhou o ouro na natação nos 450 metros de resistência, no Campeonato Mundial de Inverno de Jurmala, Riga, na Letônia, em 21 de janeiro de 2012. O curso de 450 metros era uma “piscina” de gelo no rio Lielupe, que deságua no Mar Báltico, em Jurmala, Riga. Não foi autorizado o uso de roupas de mergulho, e a temperatura da água era de -2 graus Celsius.

“Para nadar pelo canal com apenas um barco de segurança para me guiar é um desafio pessoal, uma oportunidade única na vida. É também uma oportunidade para aumentar a conscientização sobre os oceanos, e como eles são cruciais para a nossa própria existência, e para arrecadar fundos vitais para a Sea Shepherd Conservation Society. Eu sempre fui apaixonada pelos oceanos e os protejo. A Sea Shepherd Conservation Society é a única organização eficaz, para mim, que defende, preserva e protege animais selvagens e ecossistemas do oceano ao redor do globo. Os oceanos estão perto de meu coração e a angariação de fundos para a Sea Shepherd Conservation Society é uma grande recompensa pessoal”, disse Rachel.

O percurso, que pode levar 18 horas ou mais, dependendo das condições em águas abertas, é uma prova de resistência em 41 quilômetros em linha reta. Os nadadores têm que lidar com um dos canais de transporte mais movimentados no mundo, a água fria, as mudanças de condições do mar, águas-vivas, detritos, e marés que podem alongar a distância.

Rachel, que faz parte do clube de natação Phoenix e foi treinada pela primeira mulher a nadar pelo canal em 2000, disse que se sente forte e confiante de que vai completar a travessia, com a permissão do tempo.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list