Destaque, Notícias

Mergulhadores pelos oceanos: campeões de mergulho livre se unem à Sea Shepherd para acabar com os massacres nas enseadas

Tradução: Igor Ramos, voluntário ISSB

 A Sea Shepherd tem o orgulho de anunciar o vídeo: mergulhadores pelos oceanos. Os melhores mergulhadores na categoria mergulho livre juntaram-se à Sea Shepherd, mostrando suas camisetas da Sea Shepherd ao lado das águas cristalinas da reserva marinha de Plemmirio em Siracusa, Itália, chamando a atenção do mundo para os massacres ocorridos em Taiji, Japão e nas ilhas Faroe.

 Cercados por paisagens de tirar o fôlego, os “mergulhadores pelos oceanos” mandaram uma mensagem muito clara para as ilhas Faroe e para o Japão: “Sem mortes nas enseadas. Acabem os massacres agora.”

 Todo ano, de Setembro a Março do ano seguinte, os Cove Guardians (Guardiões da Enseada) observam a famosa e horrenda enseada de Taiji, no Japão, monitorando e expondo para o mundo as atividades e atrocidades lá cometidas – o massacre e a captura para cativeiro de golfinhos e botos.

A Sea Shepherd Global lançou sua maior campanha nas Faroe Islands no dia 17 de Junho. A Operação GrindStop 2014 irá defender baleias piloto e golfinhos de massacres cruéis conhecidos como Grind.

Mergulhadores pelos Oceanos juntamente com os voluntários da Operação Siracusa. Foto: Sea Shepherd

 A operação anti-pesca para defender a Reserva Marinha de Plemmirio, Operação Siracusa, é a primeira operação da Sea Shepherd na Itália. Nossa meta é defender e conservar a vida selvagem para gerações futuras, essa está correlacionada com a proteção do Ecossistema Marinho do Mediterrâneo. Apenas durante os 10 primeiros dias de campanha, equipamentos – incluindo redes ilegais – foram encontrados, 1000 ouriços foram salvos juntamente com diversas outras espécies, e 7 empresas pescadoras foram denunciadas e fechadas.

 “A cidade nos recebeu de forma generosa. A cidade tem uma história extraordinária, misturado com uma biodiversidade impressionante. Sem o apoio dos cidadãos e voluntários, nós nunca teríamos conseguido um resultado tão impressionante em um período de tempo tão curto. A Sea Shepherd está muito orgulhosa da primeira campanha na Itália e continuará oferecendo assistência e proteção para esses lugares cuja biodiversidade é única e muito variada.” Disse Alex Cornelissen, Diretor Executivo da Sea Shepherd Global, direto de Siracusa.

 Sobre os Mergulhadores pelos Oceanos:

 Enzo Maiorca: Enzo é campeão de mergulho livre, também é conhecido como “rei dos abissais”. Ele é um ícone internacional para mergulhadores de todo o mundo. Desde 1988, Enzo se dedica à proteção do ecossistema marinho, mostrando grande comprometimento e dedicação pela causa. Em Setembro de 2012, ele se tornou um membro da Sea Shepherd Conservation Society. Enzo, juntamente com sua filha Patriza Maiorca foram as mentes por traz da criação da Operação Siracusa.

 Patrizia Maiorca: Patrizia é uma campeã em ambas categorias de mergulho livre. Desde que se aposentou das competições de mergulho, ela dedicou sua vida, junto com seu pai, Enzo, para proteger o meio ambiente junto com o ecossitema Marinho. Ela é membro da Sea Shepherd Conservation Society e tem sido extremamente importante durante a Operação Siracusa.

 Herbert Nitsch: Conhecido como “o homem mais profundo do mundo”, Herbert é o detentor do recorde de mergulho mais profundo não assistido, atingindo uma profundidade de -253,2 metros. Ele é ativista e conservacionista. Se tornou um membro da Sa Shepherd em Dezembro de 2013.

 Gianlucsa Genoni: Gianluca começou sua carreira em competições como nadador, mas rapidamente se fascinou pelo mergulho livre. Dentre suas conquistas, está o recorde de mergulho com oxigênio puro, conquistado em 2008, o recorde de mergulho livre auxiliado por propulsão elétrica, conquistado em 2012, assim como diversos outros recordes mundiais em diferentes categorias de mergulho.

 Mike Maric: O amor de Mike pelo mergulho livre teve início em 1997, graças ao seu encontro com Umberto Pelizzari. Ele se especializou no uso de monoflipper – foto ao lado – e três anos depois, em 2004, conquistou o recorde na categoria “Jump Blue”. Seu foco atualmente é ensinar o uso de “monoflippers”. Segundo Mike, “essa é a forma mais próxima que um homem tem de se sentir um golfinho”. Mike traina e assessora a campeã mundial Ilaria Bonin e é consultor do Projeto ADN Swim.

Exemplo de “Monoflippers" Foto: Solidworks/blog

Assista o vídeo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=D5GEdx4ZnyI[/youtube]

 

Back to list