Destaque, Editorial, Notícias

Expedição para encontrar vaquita marinha revela pesca desenfreada

vaquita e barco de pesca
vaquita e barco de pesca

Crédito da foto: CONANP / Museu da Ballena / Sea Shepherd

O navio da Sea Shepherd M / V Farley Mowat e o navio de pesquisa Museo de la Ballena Narval encontram dezenas de lanchas de pesca com redes de emalhe proibidas perto de uma vaquita viva dentro do Refúgio protegido da mesma espécie ameaçada de extinção

San Felipe, BC, México, 23 de outubro de 2019 – Os principais cientistas, apoiados por navios-patrulha da conservação que realizam a segunda etapa de uma expedição científica para estudar a vaquita marinha (Phocoena sinus), mamífero marinho mais ameaçado de extinção do mundo, encontraram dezenas de lanchas de pesca, incluindo uma nas proximidades de uma vaquita viva, na área de 150 quilômetros quadrados de “tolerância zero” do Refúgio de Vaquita, protegido federalmente, na Reserva da Biosfera do México, no Alto Golfo da Califórnia.

“É de partir o coração que, com menos de 20 vaquitas vivas, essa pequena área crítica ainda está minada de redes de emalhar ilegais”, afirmou o capitão Locky MacLean, diretor de campanhas da Sea Shepherd, continuando “Apoiamos o recente anúncio da SPCC (La Secretaria de Seguridad y Protección Ciudadana) do México para aumentar a capacidade de monitoramento na região, é necessária agora, mais do que nunca, ação imediata, colaboração e entendimento entre o governo e os pescadores artesanais, para manter a zona crítica livre de perigo para a vaquita ”.

Alguns dias depois o navio da Sea Shepherd encontrou a primeira rede da estação, marcando o começo da Operação Milagro VI.

Tripulacao da Sea Shepherd com a primeira rede da estação.

A Operação Milagro é a campanha da Sea Shepherd para proteger a vaquita da extinção. A vaquita é o menor cetáceo do mundo. Muitas outras espécies ameaçadas de extinção, como o tubarão martelo e as tartarugas marinhas verdes, habitam a área e foram resgatados pela equipe da Sea Shepherd ao longo dos anos.

A vaquita corre o risco de desaparecer do planeta devido a pesca ilegal de outra espécie, o  peixe totoaba, que é outra espécie endêmica em risco de extinção no Golfo da Califórnia. O totoaba é capturado ilegalmente para o comércio de sua bexiga natatória em mercados negros asiáticos. As bexigas de Totoaba são conhecidas como “cocaína aquática” devido ao seu alto valor. Acredita-se que uma bexiga de totoaba pode valer até $ 100,000 dolares.