Notícias

Atualização sobre o julgamento do Guardião da Enseada Erwin Vermeulen

O dia da defesa no Tribunal

Erwin Vermeulen com sua cadela resgatada, Missy

Erwin Vermeulen com sua cadela resgatada, Missy

O julgamento de Erwin Vermeulen continuou no dia 1º de fevereiro de 2012, em Wakayama (Japão), perfazendo seu 48º dia de prisão. A defesa apresentou seu caso ao juiz e Erwin foi levado à sala do tribunal com uma corda amarrada ao redor de sua cintura e presa a uma guia. “Ao tratá-lo dessa maneira,  fazem parecer que ele foi acusado de assassinato”, disse o Capitão Paul Watson.

A defesa teve permissão para trazer uma testemunha, que estava em contato direto por rádio com Erwin durante o incidente alegado. O depoimento dessa testemunha será, sem dúvida, parte integrante do caso da defesa, já que a testemunha teria conhecimento de qualquer incidente envolvendo Erwin enquanto estivessem em contato radiofônico. O autor da ação acusa Erwin de tê-lo empurrado com uma mão livre e afirmou que apenas uma de suas mãos estava carregando a câmera e o tripé. Isso prova que ambas as mãos estavam ocupadas, já que uma carregava o equipamento da câmera e a outra carregava o rádio.

Erwin disse que o querelante estava ocupado, mandando uma mensagem de texto a uma certa distância, de onde se supõe que o incidente ocorreu, e não estava nem mesmo prestando atenção à presença de Erwin. A defesa solicitou os registros do telefone celular do empregado do hotel Dolphin Resort para provar que esse é, de fato, o caso.

Após a audiência, o líder da campanha Guardiões da Enseada, Scott West, teve permissão para conversar rapidamente com Erwin. Essa foi a primeira vez que alguém, além dos advogados, teve a possibilidade de contatar Erwin desde a sua prisão. Um tradutor esteve presente durante a conversa para que os vigias da prisão pudessem saber cada palavra falada pelos dois.

As duas primeiras perguntas de Erwin foram sobre a situação da campanha Guardiões da Enseada e a Operação Vento Divino – campanha da Sea Shepherd no Santuário de Baleias do Oceano Antártico. Ele também ficou humildemente surpreso ao saber dos esmagadores apoio e atenção internacionais em relação à sua prisão.

Parece que sua dieta melhorou um pouco desde sua transferência da prisão de Shingu. Ele pesava cerca de 80 quilos no dia em que foi preso, e perdeu aproximadamente nove quilos desde então. Scott West pôde trazer um agasalho para Erwin após ele ter comentado no tribunal, na semana anterior, que estava muito frio em sua cela. Ele também vai dormir cedo, em uma tentativa de se manter quente. Após o breve encontro, Scott West comentou que Erwin parecia esquelético. “Esse julgamento é uma farsa em que a acusação não tem um caso”, disse West.

Mesmo com a falta de provas e o caso fraco da acusação, uma absolvição é improvável, já que prejudicaria a reputação do juiz perante a acusação e a polícia. Porém, uma absolvição seria um ato extremamente bravo por parte do juiz. O julgamento continua no dia 16 de fevereiro, com os argumentos finais, e o veredicto é esperado para o dia 22.

Traduzido por Maiza Garcia, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list