Notícias

Atualização sobre a prisão do Guardião da Enseada Erwin Vermeulen

news_120208_1_1_AnnaWlochSeaShepherd_ErwinO líder da Campanha Guardiões da Enseada, Scott West, e mais dois voluntários, puderam visitar Erwin na segunda-feira, 6 de fevereiro. Eles tiveram permissão para uma visita de 15 minutos – através do vidro –, com um vigia japonês fazendo anotações detalhadas. O vigia sentou-se à esquerda de Erwin, usando uma máscara branca sobre o rosto. Apesar da aparência esquelética, Erwin parecia estar de bom humor. Os visitantes puderam entregar mensagens curtas da família e de pessoas queridas, assim como do astro de filmes holandês Rutger Hauer. Eles contaram para Erwin sobre as vigílias internacionais à luz de velas feitas em sua homenagem. Ele ficou muito surpreso e agradecido pelo apoio e pela atenção que sua detenção estava trazendo para a horrorosa carnificina de golfinhos em Taiji. Erwin vinha mantendo um diário sobre seus pensamentos e experiências enquanto detido, mas essas anotações foram confiscadas. Ele disse que escreveria mais se achasse que essas anotações não fossem ser tiradas dele. Erwin novamente pediu notícias das atuais campanhas da Sea Shepherd e perguntou se estaria autorizado a retornar a Taiji.

Ele fica em uma solitária e recebe água quente para jogar sobre o corpo duas vezes por semana – esses são seus únicos banhos. A comida em Wakayama é só um pouco melhor que em Shingu. Para o vigia da prisão parecia ser muito importante que se soubesse que eles estavam abrindo uma exceção para providenciar refeições veganas para Erwin. Tudo indica que agora eles estão preocupados sobre como isso está afetando sua imagem. Erwin tem permissão para deixar sua cela uma vez por dia por 30 minutos para ir até a área externa. Ele tem esperança de que sua detenção sirva de motivação para outras pessoas se envolverem para colocar um fim à carnificina de golfinhos em Taiji.

No mesmo dia, na Holanda, a família de Erwin, juntamente com os representantes da Sea Shepherd holandesa, Laurens de Groot e Geert Vons, se encontraram com o diretor de Assuntos Exteriores. O grupo transmitiu seu desapontamento com a inabilidade do governo holandês em ajudar. A família externou sua frustração em não poder falar com Erwin por telefone, e deixou claro que espera que o governo holandês mostre mais compaixão e ação em relação a esse caso.

Na mesma noite, o grupo compareceu a uma reunião do Parlamento Holandês, na qual o Sr. Vermeulen, pai de Erwin, fez uma apresentação. Ele atualizou o parlamento sobre a situação de Erwin e o diretor da Sea Shepherd holandesa, Geert Vons – o qual compareceu às duas primeiras sessões do julgamento de Erwin – relatou os acontecimentos desse mesmo julgamento. Depois, foi passado o documentário vencedor do Oscar The Cove, que mostrou ao mundo os horrores da matança de golfinhos em Taiji.

O Sr. Vermeulen contou ao parlamento como Erwin se prontificou a ser voluntário da Sea Shepherd Conservation Society após assistir ao documentário. Ele disse que Erwin é engenheiro de profissão e empregado de uma empresa holandesa de cruzeiros que organiza viagens ecoturísticas nos pólos Norte e Sul. Erwin estava usando suas férias para participar da campanha Guardião da Enseada e também se voluntariou como engenheiro-chefe durante uma campanha anterior contra a caça às baleias na Antártica. O pai de Erwin também contou sobre a paixão do filho em ajudar cães vítimas de brigas ilegais a serem socializados e adotados por famílias amorosas.

No fechamento, o Sr. Vermeulen instou o parlamento a mobilizar outros países para tomarem medidas contra as atrocidades cometidas em Taiji. Ele afirmou que é responsabilidade da comunidade global pressionar o Japão para que pare com esse massacre.

Nesses 55 dias em que Erwin esteve preso, aproximadamente 340 golfinhos foram brutalmente assassinados na Enseada e outros 28 foram capturados para uma vida de confinamento em parques temáticos. É preciso notar que esse período inclui 13 dias, nos quais os assassinos de golfinhos estão fora para as festas de fim de ano. Os argumentos finais para o julgamento de Erwin estão agendados para o dia 16 de fevereiro.

Traduzido por Maiza Garcia, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list