Notícias

A frota da Sea Shepherd se prepara para as próximas campanhas

Depois de uma vitória no Santuário de Baleias do Oceano Antártico contra os baleeiros ilegais em fevereiro, a frota da Sea Shepherd está sendo reparada e atualizada para se preparar para as campanhas do verão no Mar Mediterrâneo, nas Ilhas Faeroe e nas águas da República de Palau. O navio-capitânia Steve Irwin e o Bob Barker estão na Austrália no processo de receber uma nova imagem, mais apropriada aos climas mais quentes nas águas mais quentes que navegarão nesse verão, enquanto o Gojira parou no Tahiti e, mais recentemente, nas Galápagos, para vários reparos. Leia relatos mais detalhados sobre cada navio abaixo.

O Steve Irwin Recebe uma Pintura Nova Especialmente Atrativa

Relato de Locky MacLean, Capitão do navio Gojira, Mestre Interino do Steve Irwin

O Steve Irwin na doca seca.

O Steve Irwin na doca seca.

Há dois anos o Steve Irwin saiu da água pela última vez em Brisbane,a antiga beleza negra está atualmente em doca seca em Henderson, no oeste da Austrália, recebendo reparos muito necessários em preparação para a próxima missão.

Deslizar o navio não é uma tarefa fácil. Os planos de ancoragem devem ser enviados para o estaleiro, cujos engenheiros constroem um berço, isto é, uma série blocos que suportam o navio uma vez que este sai da água. Estão, vagarosamente, uma vez que o navio foi manobrado e alinhado à rampa que leva da água até os suportes para o navio, ele é elevado por um poderoso guindaste até uma plataforma, como um elevador gigante. O navio definitivamente parece muito maior fora da água!

Graças ao trabalho duro da nossa tripulação voluntária, enquanto atracado na doca seca na última semana, o Steve Irwin foi repintado com sucesso no estilo de camuflagem da Primeira Guerra Mundial, para ajudar a esfriar o navio em climas mais quentes e para confundir e intimidar nossos adversários, os pescadores predatórios e saqueadores dos oceanos. O contramestre James disse, “A tripulação está feliz com o novo visual do Steve, o navio resfriou bastante com o convés cinza e todos estão orgulhosos de todo o trabalho duro realizado antes da campanha do Mediterrâneo”.

Um voluntário lava com jato de areia a lateral do Steve. Foto Joshua Trenter

Um voluntário lava com jato de areia a lateral do Steve. Foto Joshua Trenter

Durante o período na doca seca, o Steve Irwin está sendo lavado sob alta pressão e com jatos de areia para remover a pintura antiga, a hélice está sendo reparada, depois de sofrer danos causados pelo gelo nas águas da Antártida durante a operação “No Compromise”, e anodos de zinco estão sendo trocados para proteger o casco de aço da corrosão. Todas as válvulas submersas estão sendo checadas, assim como o propulsor de proa e todos as caixas de mar.

Os engenheiros tem trabalhado duro reparando geradores e os motores principais e garantindo que todos os sistemas estão preparados para a longa jornada que temos adiante. O próprio casco está sendo revestido com uma película primária e tinta anti-incrustação para garantir um acabamento aplainado e uma viagem com baixo consumo de combustível.

A equipe do Steve Irwin tem menos de um mês, desde seu retorno do Oceano Antártico, para preparar o navio para a próxima missão no Mar Mediterrâneo, onde a Sea Shepherd irá defender o altamente ameaçado atum-azul, além de interferir em atividades de pesca ilegais.

Em nome de toda a equipe da Sea Shepherd, obrigado por apoiar nossas missões para proteger os oceanos do mundo. Para que possamos cumprir nossas missões, nossos navios devem estar seguros e em boas condições, o que requer tempo e dinheiro. Nós agradecemos pelo constante apoio que possibilitam esses reparos tão essenciais.

O Bob Barker Aguarda Pela Sua Vez de Receber Reparos

Relato de Locky MacLean, Capitão do navio Gojira, Mestre Interino  do Steve Irwin

(Esquerda para Direita) Dan Villa, Locky MacLean, Josh Trenter, Brian Race. Foto: Jeff Hansen

(Esquerda para Direita) Dan Villa, Locky MacLean, Josh Trenter, Brian Race. Foto: Jeff Hansen

O Bob Barker chegou ao porto de Yamba, no Rio Clarence, Nova Gales do Sul, no Sábado, 9 de Abril, comandado pelo Capitão Ian Brokenshire, de Hobart. Preparando-se para a campanha de defesa dos tubarões no fim deste ano, o Bob Barker irá receber reparos muito necessários no porto de Hardwoods, perto de MacLean, Nova Gales do Sul.

A tripulação do Bob Barker tem trabalhado duro preparando o navio para a maré alta nos dias 16 e 17 de Abril, já que esse será um momento oportuno para o navio subir o Rio Clarence até a doca seca para receber reparos na semana seguinte.

O Imediato Vincent Hayes disse, “Ela estará pronta, amigo!” no dia que passou examinando o Rio Clerance até a doca com um sensor de profundidade e uma linha de medição, ambos do embarcadouro comercial onde o Bob Barker está no momento. Ele determinou que há boa profundidade por todo o caminho o que, com a ajuda de uma maré de 1,6 metros no dia 16, deve garantir uma viagem segura até a doca seca com razoável profundidade abaixo da quilha.

Nós gostaríamos de agradecer a comunidade de Yamba por apoiar a Sea Shepherd, assim como o Capitão Simon McEvoy, Mestre do porto de Yamba, por sua ajuda durante nossa visita.

A tripulação está ansiosa por passar as próximas semanas preparando o navio para próxima campanha nas águas quentes de Palau.

Gojira visita Galápagos na sua rota para o Canal do Panamá

Relato de Alex Cornelissen, Diretor da Sea Shepherd Galápagos, antigo Capitão do the Bob Barker

Diretor da Sea Shepherd Galapagos Alex Cornelissen (esquerda), Ben Ayala, Coordenadora Malena Garcia. Foto: Simon Ager

Diretor da Sea Shepherd Galapagos Alex Cornelissen (esquerda), Ben Ayala, Coordenadora Malena Garcia. Foto: Simon Ager

O navio Gojira fez uma pequena visita à ilha de Santa Cruz nas Galápagos no início dessa semana. Chegando da Polinésia Francesa, o Gojira está seguindo para o Panamá e subsequentemente para o Mar Mediterrâneo para o segundo ano da Operação Fúria Azul, protegendo o altamente ameaçado atum-azul.

Depois de passar duas semanas no mar, a tripulação do Gojira estava ansiosa para esticar as pernas em terra firme. A Sea Shepherd Galápagos estava muito feliz por poder receber o Gojira. O interesse do público pelo rápido navio interceptador foi tremendo, resultando na tripulação voluntária do Gojira e nos membros da equipe de Galápagos gastando dois dias inteiros conduzindo passeios pelo navio.

Nosso apoio nas Galápagos está crescendo certamente em parte devido ao sucesso da série de televisão Whale Wars. Ter o navio que foi tão proeminentemente envolvido na campanha deste ano parando nas Galápagos irá com certeza estimular ainda mais nosso crescimento nas ilhas.

O supervisor do projeto do Sistema de Identificação Automática (AIS, na sigla em inglês), Marcel Wensveen doou nossa bandeira “Ron the Shark” para o Gojira sob a condição de que ela fosse orgulhosamente hasteada quando o navio chegar no Mediterrâneo nesse verão. Com sorte, veremos nossos pacotes educacionais para conscientização sobre tubarões (Shark Awareness) continuando a aumentar a conscientização quando distribuídos nos portos pelo caminho até a Europa.

A Sea Shepherd Galápagos está no centro do projeto AIS e em cooperação próxima com a marinha Equatoriana e o Parque Nacional Galápagos. Devido ao itinerário sem folgas do Gojira, uma visita a um dos sítios de construção se provou impossível de realizar.

Na noite do Domingo, 10 de Abril, o Gojira zarpou para o Panamá.

Nossos patrocinadores são parte do nosso trabalho para salvar vidas e responsáveis por tornar possível o que fazemos. Nós agradecemos suas doações para ajudar a deixar nossa frota de três navios pronta para a próxima desafiadora campanha.

Assista a este vídeo, que ilustra o quão grande é esse trabalho!

https://www.youtube.com/watch?v=Qirs3Ibmdag

Gojira entrando em Puerto Ayora nas Galápagos. Foto: Simon Ager

Gojira entrando em Puerto Ayora nas Galápagos. Foto: Simon Ager

Membros da tripulação do Gojira e defensores locais. Foto: Simon Ager

Membros da tripulação do Gojira e defensores locais. Foto: Simon Ager

 

Traduzido por Marcelo C. R. Melo, voluntário do ISSB.

Back to list