Notícias

Vice-líder dos Verdes, Adam Brandt, se posiciona em defesa dos tubarões

O novo porto de origem do Brigitte Bardot é Melbourne

Vice-líder dos Verdes, Adam Brandt, se posiciona em defesa dos tubarões. Foto: Simon Ager

Hoje, na presença de uma numerosa mídia e de simpatizantes, em Seaworks Williamstown, Melbourne, Austrália, o vice-líder dos Verdes, Adam Brandt, retirou uma cobertura branca da popa da embarcação Brigitte Bardot, revelando a palavra “Melbourne” e indicando que o navio tem um lugar para chamar de lar na Austrália.

Adam Brandt disse que estava “empolgado por estar no Brigitte Bardot, em sua nova casa quando não estiver em campanha, é fantástico saber que estará voltando para Melbourne após campanhas tendo realizado algum trabalho maravilhoso. Acho que se você perguntar para qualquer um nas ruas, ou se buscar uma pesquisa de opinião, encontrará pessoas em todo o país, de todas as origens, independente de em quem votam, ou de sua idade, realmente apoiando o trabalho que a Sea Shepherd faz”. Ele disse que o fato de o navio ter Melbourne como porto de origem será ótimo para a Sea Shepherd e ótimo para Melbourne, e que espera que as pessoas de Melbourne realmente acolham a tripulação e os voluntários da Sea Shepherd, cumprimentando-os nas ruas de Melbourne.

O administrador do navio, Simon Ager, afirmou que, “a tripulação fez um trabalho muito bom de preparação do Brigitte Bardot para a próxima campanha no Pacífico Sul, para proteger tubarões ameaçados pelo comércio de barbatanas”.

Vice-líder dos Verdes, Adam Brandt e o capitão Locky Maclean revelam o novo porto de origem do Brigitte Bardot, Melbourne, Austrália. Foto: Simon Ager

“O navio ficará ancorado no famoso cais circular de Sidney neste fim de semana (8 a 10 de junho) para abastecer-se de suprimentos vitais antes de atravessar o Mar de Coral para perseguir operações de caça ilegal de barbatanas de tubarões. O apoio do público de Melbourne e dos voluntários em terra de Melbourne foi extraordinário e a Seaworks aqui em Williamstown é um lugar muito adequado para os navios da Sea Shepherd, tanto do ponto de vista de alcance, quanto para manutenção”, disse Simon Ager.

“Agradeço ao vice-líder dos Verdes, e parlamentar de Melbourne, Adam Brandt, por vir ao navio hoje, apesar da chuva, para desejar boa sorte à tripulação do Brigitte Bardot já adiantada nos preparativos para a campanha contra caça ilegal de barbatanas de tubarão, dando seu apoio ao nosso fundador, o capitão Paul Watson, que continua em prisão domiciliar na Alemanha”, disse o capitão Lock MacLean.

Jeff Hansen, diretor australiano, afirmou que “é encorajador ver as cartas de apoio que o senador Bob Brown e o líder dos Verdes australianos, senadora Christine Milne escreveram aos ministros alemães, mostrando que também eles estão comprometidos em conseguir a libertação do capitão Paul Watson de sua prisão domiciliar na Alemanha”.

“Os tubarões têm um papel vital na saúde de nossos oceanos que mantém a vida e seus números estão sendo dizimados em todo o mundo por causa da demanda insaciável e catastrófica por sopa de barbatana. Mesmo aqui na área magnífica de herança mundial do parque marinho da Grande Barreira de Corais, a indústria de caça a barbatanas de tubarões continua. É uma visão maravilhosa a da embarcação australiana fazendo trabalho tão vital pelos tubarões do mundo e pelos oceanos, pelo benefício das gerações futuras”, afirmou o Sr. Hansen.

Esta será a primeira vez que o Brigitte Bardot estará no porto de Sidney para visitação aberta ao público, que acontecerá esta sexta-feira, sábado e domingo, à bordo do Brigitte Bardot e do Bob Barker, que também chegará esta sexta-feira ao cais circular de Sidney.

Traduzido por Carlinhos Puig, voluntário do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list