Notícias

Sea Shepherd pede a renúncia de William Hogarth

Essa semana, as nações membros da Comissão Internacional Baleeira (CIB) estão reunidas em Roma para discutir a proposta dos Estados Unidos que irá permitir que o Japão mate baleias em extinção legalmente no Pacífico Norte em troca de uma cota reduzida de baleias no Oceano Antártico.

A Sea Shepherd Conservation Society, como a maior líder ativista do mundo que se opõe às operações ilegais de caça as baleias do Oceano Antártico, condena a proposta de apaziguamento e pede ao Presidente Barack Obama para que William Hogarth seja removido do cargo de Comissionário da CIB nos Estados Unidos.

Os Estados Unidos tem uma política de não negociar com terroristas e eles não devem negociar com caçadores ilegais. A indústria baleeira japonesa é uma organização criminosa que tem como alvo baleias em extinção caçadas em um santuário internacional de baleias.

Permitir que o Japão mate baleias legalmente no Pacífico Norte é premia-lo por matar baleias ilegalmente no Oceano Antártico e no Pacífico Norte, como eles tem feito desde 1986.

A proposta de Hogarth é tão infantil e fraca que nem mesmo exige ou acaba com a caça baleeira no Oceano Antártico e ainda permite que essa atividade criminosa continue. Os Estados Unidos estarão traindo as baleias e os conservacionistas se permitirem que Horgarth prossiga com essa proposta vergonhosa.

A Sea Shepherd Conservation Society gostaria de pedir uma investigação de William Hogarth pelo Departamento de Justiça para ver se existe algum fato não conhecido pelo qual o Sr. Hogarth estaria se motivando a vender as baleias aos baleeiros japoneses fora da lei.

O Japão, Noruega e Islândia são nações criminosas caçadoras de baleias e suas atividades ilegais devem ser interrompidas.

Esta proposta de William Hogarth em nome dos Estados Unidos é como dizer a ladrões de banco que eles podem continuar roubando, porém dessa vez, podem roubar bancos legalmente se roubarem no Norte e em algumas partes do Sul.

O que acontece é que esses políticos e burocratas não entendem o significado de “santuário de baleias”! O que acontece é que eles não entendem a palavra “extinção”!

A Sea Shepherd Conservation Society tem sido forçada a intervir contra a frota baleeira japonesa no Oceano Antártico todos os anos porque as leis internacionais de conservação não estão sendo cumpridas.

Se a CIB declarar legal essa atividade criminosa, a Sea Shepherd Conservation Society continuará a confrontar e se opor a caça baleeira pela frota japonesa no Oceano Antártico citando a Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Flora e Fauna (CITES) e o Tratado da Antártica.

Estarão dando-nos permissão para intervir de acordo com o Contrato Mundial pela Natureza da ONU, continuaremos a atuar para impor a lei internacional de conservação.

Se a CIB legalizar o abatimento de baleias em extinção irá abandonar toda moral e autoridade legal que tem e a Sea Shepherd Conservation Society irá considerá-la como uma organização comprada pelo governo japonês.

É patético ver um representante dos Estados Unidos se curvarem para um bando de gangsters japoneses controlados por caçadores ilegais.

Por Capitão Paul Watson

Back to list