Notícias

Sea Shepherd encontra a frota baleeira!

A equipe do navio da Sea Shepherd, o Steve Irwin, achou a frota baleeira japonesa em menos de uma semana após a saída em Hobart, Tasmânia. O Yushin Maru foi pego desprevenido hoje(19/12) ao meio de um denso nevoeiro e gelo grosso. A equipe da Sea Shepherd imediatamente atingiu a embarcação com bombas de “manteiga podre”.

Os caçadores japoneses foram pegos caçando baleias dentro do território antártico da Austrália, em um desprezo grosseiro à ordem do Tribunal Federal australiano, de janeiro de 2008, que os proíbe de caçar baleias na Zona de Exclusão Econômica da Austrália.

“Há uma linha pontilhada no mapa que claramente define essas águas como sob a autoridade econômica do governo da Austrália,” disse o Capitão Paul Watson, fundador e presidente da Sea Shepherd. “No governo australiano existem alguns argumentando que o Japão não reconhece a autoridade da Austrália e, dessa forma, nada pode ser feito. Os australianos deveriam estar contentes com o fato de que seus representantes, em 1942, não cederam tão facilmente quando os japoneses se recusaram a reconhecer a soberania do país. Se eles tivessem cedido, hoje haveria bases de caça às baleias na Austrália.

“Achá-los foi uma questão relativamente simples. Só tivemos que fazer o que eles fizeram. Esperavam que nós começássemos nossa busca do sentido oeste para o sudoeste da Tasmânia. Nós até postamos uma falsa notícia sobre estar filmando a ilha MacQuarie para levá-los ao caminho errado, e funcionou. No final do dia, nosso pressentimento se concretizou, e eles estavam exatamente onde pensamos que estariam – numa área em que não deveriam estar. Eles estão caçando em difíceis condições do gelo. Talvez, num esforço para se manterem escondidos, eles têm trabalhado entre as geleiras e as derivas de placas de gelo. Agora estamos aqui para impedi-los.”

Back to list