Destaque, Notícias

Sea Shepherd Brasil realiza operação de limpeza na Praia de Jacumã, na Paraíba

No último sábado, dia 21/02/2015, o Instituto Sea Shepherd Brasil realizou mais uma ação de recolhimento de lixo em praias paraibanas. O alvo dessa vez foi a Praia de Jacumã, no município do Conde.

Foto: Katherine Viana

A Praia de Jacumã é uma das mais visitadas da Paraíba e também uma das mais poluídas. Destino de muitas pessoas durante o feriado de carnaval, Jacumã sofre com a irresponsabilidade de parte de seus frequentadores e também com a omissão do poder público que não fiscaliza o descarte e nem recolhe o lixo deixado na praia.

Imagens que retratam o descaso da Prefeitura com o lixo urbano. Praia da Carapibus. Foto: Bruna Carvalho.

Aliás, a coleta de lixo no município do Conde como um todo é bastante deficitária. Por onde quer que se ande é possível ver amontoados dezenas de sacos de lixo oriundo das residências e dos bares da cidade. Segundo moradores ela é feita apenas em poucas vias do município o que acaba por “incentivar” a prática criminosa de incineração dos resíduos pelos próprios munícipes, piorando uma situação que já é bastante delicada.

Foto: ISSB/PB

Foto: ISSB/PB

Bares da Orla de Jacumã. Foto: Igor Trigueiro.

Tal fato ensejou a abertura de um Inquérito Civil pela Promotoria de Alhandra, que além dos problemas relacionados com o recolhimento, investiga também a reativação de um antigo lixão entre os distritos de Carapibus e Tabatinga, conhecido como “buracão”. O local, conforme o que fora informado aos voluntários, fica a poucos metros de um rio que leva ao maceió de Tabatinga, ponto turístico de outra praia do município do Conde.

Buracão. Foto: José Marinho Falcão.

Durante a ação, o grupo de voluntários da Paraíba, mesmo em pouco mais de 3 horas, conseguiu acumular aproximadamente meia tonelada entre garrafas de vidro, plástico, barracas abandonadas, partes de o que parecia ser uma geladeira usada, uma quantidade incalculável de descartáveis, isopor, cordas e restos de redes de pesca.

A Sea Shepherd agradece a todos que compareceram, em especial aos moradores do Conde que se solidarizam com a causa. O cenário desolador do litoral condense enseja futuras intervenções da ong mas, desde já, pugnamos por uma mudança de consciência da população local, bem como dos turistas. A inércia do poder público e a inadequação da maioria dos municípios brasileiros ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos não justifica o comportamento poluidor por parte dos cidadãos. Descarte seu lixo corretamente, reduza seu consumo, recicle e, mais importante, não deixe lixo na praia. A vida marinha agradece.

Foto: Katherine Viana

Foto: Katherine Viana.

Foto: Katherine Viana

Foto: ISSB-PB

Muito mais que apenas divulgar petições ou compartilhar notícias indignadas na internet, a Campanha Dirty Sea Project lançada pela Sea Shepherd está percorrendo o litoral brasileiro desenvolvendo Educação Ambiental e limpezas de orla e submersa.

Fique atento em seu estado e ajude a Sea Shepherd a manter as praias limpas.

Back to list