Notícias

Força O.R.C.A. guia rinocerontes com segurança através do horror do “Ciclo da Lua Cheia”

Rinoceronte mãe e seu filhote. Foto: Peter Milton

A Força O.R.C.A. da Sea Shepherd, em colaboração com especialistas anti-caça furtiva da África do Sul, SPOTS (Proteção Estratégica de Espécies Ameaçadas), está usando equipamentos de alta tecnologia, trabalhando dia e noite para cumprir a lei anti-caça furtiva, guiando os rinocerontes através do ciclo de lua cheia.

O período de lua cheia de cada mês é o momento mais perigoso para os rinocerontes, ameaçados de extinção. Enquanto a esfera prateada, flutuando sobre o deserto Africano, cria um panorama impressionante para os turistas, também ilumina a selva, o que torna os rinocerontes um alvo muito fácil para caçadores ilegais, que os perseguem e os matam por seus chifres imensamente valiosos.

“Ao longo dos últimos dias, três rinocerontes foram mortos nas reservas vizinhas”, disse Dinielle Stöckigt, membro da equipe sul-Africana. “Estamos aqui para fazer o que for necessário para proteger os tesouros naturais da África nesta área”.

Durante o dia, a equipe da Força O.R.C.A. auxilia em patrulhas armadas, protegendo as áreas de invasores ilegais. À noite, usa a visão noturna de alta tecnologia, a imagem térmica e sistemas aéreos não tripulados para procurar os suspeitos de pilhagem dos recursos naturais da África do Sul.

Na última noite, a equipe respondeu a três tiros ouvidos em estreita proximidade com o seu acampamento. Imediatamente a equipe da SPOTS e da Sea Shepherd lançaram o sistema aéreo não tripulado, equipado com imagens térmicas, para procurar movimentos na área.

“Essa é a melhor experiência de voluntariado que posso imaginar”, disse o especialista em sistema aéreo não tripulado, Jake Weber, ex-Black Hawk e piloto de drones (pequenos aviões operados por controle remoto) para o Exército dos EUA. “Ter um rifle FN 7.62 em uma mão, um par de óculos de visão noturna na outra, dirigindo às 2 da manhã em pistas irregulares que mal podem suportar um veículo, e pilotando sistemas aéreos não tripulados para proteger animais ameaçados de extinção não é a típica experiência de safari – isto é o verdadeiro sal-da-terra”.

A Força O.R.C.A. vai continuar apoiando os esforços anti-caça pelos próximos dois ciclos de lua cheia. Com a nossa experiência de campanha, conhecimento legislativo e tecnologia de ponta, nossa equipe pode fazer uma verdadeira diferença no reforço das ações anti-caça.

“O apoio da Sea Shepherd tem sido essencial durante este período. Com caçadores caçando tão perto, precisamos de todas as ferramentas e recursos humanos que podemos obter para proteger os rinocerontes”, disse o diretor da SPOTS, Peter Milton.

Na nossa área, nenhum animal foi caçado durante este ciclo de lua cheia.

Rinoceronte morto morto por caçadores furtivos. Foto: Peter Milton

Imagens térmicas noturnas pelo sistema aéreo não tripulado

Membro da equipe Força O.R.C.A., Rosie Kunneke, inspeciona um buraco suspeito

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list