Notícias

Avião não tripulado da Força O.R.C.A. registra primeiras imagens de caçadores de foca

Membro da equipe Força O.R.C.A. durante lançamento do avião não tripulado

No início da madrugada, a Força O.R.C.A. lançou com sucesso sua aeronave não tripulada para capturar imagens dos caçadores de foca em Cape Cross, na Namíbia. As imagens capturadas mostram a área da reserva de focas, os caçadores saindo de seus veículos e o caminhão cheio deixando a área de Cape Cross em direção à fábrica de processamento de pele de foca.

“Foi um vôo incrivelmente desafiador”, explica o especialista em aeronave não tripulada, Jake Weber. “O vento estava levando nossas aeronaves longe da terra e em direção ao oceano. Você não quer estar sobre a água quando a bateria se esgotar, e você ainda tem que cobrir outras 7 milhas para trazê-lo de volta para casa. Em um momento, estávamos mais preocupados em recuperar o avião não tripulado do que obter o material”.

Pouco antes de a aeronave atingir o acampamento base, a equipe seguiu um procedimento de pouso de emergência em que se tornou claro que o avião aéreo não tripulado não faria isso de volta com a energia da bateria que foi deixada. “O avião não tripulado caiu nas colinas, entre nós e os caçadores”, disse Rosie Kunneke, membro da equipe. “Nós tivemos que correr, nos agachar, nos esconder e correr até chegarmos de volta. Nós fizemos isso, e nem os caçadores nem os seus seguranças nos viram. Embora, eu tenho que dizer, os guardas de segurança estão agindo de maneira mais nervosa ao redor da colônia de focas desde antes dos últimos dois dias”.

Os caçadores continuam com a maior e mais cruel matança de mamíferos marinhos do mundo. Eles não vão parar até que tenham atingido a sua quota de mais de 90.000 focas. A Sea Shepherd continuará a expor este crime bárbaro contra a natureza até que os oficiais corruptos do governo da Namíbia encerrem seus esforços de exterminar focas ameaçadas.

As imagens abaixo foram retirados de um vídeo que a Sea Shepherd vai lançar ainda este ano, em Seal Wars II. “As imagens extraídas não são de grande qualidade ainda,” disse Laurens de Groot. “Mas isso mostra o que a equipe é capaz de conseguir com equipamento básico de vôo. Nós vamos ficar por aqui até obter imagens ainda melhores dos caçadores bárbaros e da equipe de segurança corrupta em ação. Nossos técnicos continuarão a trabalhar na resistência do avião não tripulado e na qualidade das imagens. Nós fizemos isso uma vez, eu tenho certeza que podemos fazer isso de novo!”

Membros da equipe Força O.R.C.A. encontrando sinal

Imagem aérea da Reserva de Cape Cross

Imagem aérea de caçadores chegando para começar a abater focas

Imagem aérea do caminhão que transportava focas abatidas deixando a Reserva de Cape Cross

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

Back to list