Home » Destaque, Notícias

Ciência Cidadã Sea Shepherd Brasil no World Cleanup Day 2018 – Resultados

3 outubro 2018

No final de semana de 15 e 16 de setembro a ação de limpeza de praia que os voluntários do Sea Shepherd Brasil fizeram nos estados do Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo serviu de alerta para os maus hábitos de consumo que possuímos em nosso dia a dia. Hábitos que podem ser mudados sem maiores sacrifícios, que vai desde recusar sacolas e canudos plásticos, como também reutilizar ou devolver ao fornecedor embalagens plásticas que podem ser reutilizadas.

O plástico está em todos os lugares e cabe a nós mitigar seu consumo e assim minimizar os impactos dele nos oceanos.

Imagem de Amostra do You Tube

Link do vídeo https://www.youtube.com/watch?v=rLT7HOpOsEc

World Cleanup Day 2018  São Paulo, Brasil

 

Imagem de Amostra do You Tube

Link do vídeo https://www.youtube.com/watch?v=yQx984Wzgp8

World CleanUp Day 2018 Rio de Janeiro, Brasil

 

Estamos vivendo num oceano de plástico!  Estima-se que 60% a 90% do lixo marinho é composto por plástico. O plástico, na sua mais variada forma e tamanho, é onipresente em todo o nosso oceano e já faz parte da nossa cadeia alimentar, e com os animais marinhos não seria diferente! Estima-se que 99% das aves marinhas já terão ingerido plástico e que mais de 50% das tartarugas marinhas de todos os oceanos já ingeriram plástico e outros detritos despejados por humanos.

Foto – Pinguim na Praia Guarapari – Pontal do Paraná/PR

 

Foto – Casco de tartaruga na areia da praia – Praia Guarapari/PR

Micro crustáceo desalojado vivo do lixo. Praia de Santa Teresa/ Ilhabela SP.

Foto: Ofiúros resgatado vivo do lixo. Praia de Santa Teresa/Ilhabela SP

 

O trabalho dos voluntários foi crucial para a conservação dos indivíduos como também foi importante para o registro das informações da coleta dos detritos, no resgate dos animais alojados no lixo como também o registro de outros sem vida. Foram quatro grupos que trabalharam no Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, num total de 48 voluntários e muitos parceiros que ajudaram com equipamentos, transporte, alimentação, experiência e disposição.

 

Foto: Sea Shepherd Brasil São Paulo na separação do lixo da limpeza submersa

 

 

 

Foto: Sea Shepherd Brasil no Paraná na separação do lixo

Foto: Sea Shepherd Brasil Rio de Janeiro separando o lixo

 

CIÊNCIA CIDADÃ – RESULTADOS

Os registros servirão para contabilizar os números de detritos e animais salvos para um panorama geral do trabalho em nossas praias. Neste último cleanup, com mais de 40 voluntários mobilizados, foram recolhidos:

3.440 itens diversos sendo 1.458 em plásticos, 182 papéis, 229 metais, 54 vidros, 36 borrachas, 41 pedaços de rede fantasma, 1.321 de outros detritos, entre outros.

262,5 quilos de lixo

35 sacos de lixo cheios e peças grandes submersas como pneus, móveis, canos de pvc.

09 horas de trabalho

04 km de praia percorrida

52 animais mortos

46 animais vivos

 

Os 6 itens mais encontrados foram:

1.300 filtros de cigarro

422 tampinhas de garrafas plásticas

205 canudos

177 embalagens de alimento

132 palitos de sorvete

102 garrafas plásticas

 

Foto: Salvamento e registro dos animais alojados no lixo.

 

Foto: Latas de bebidas são recorrentes no fundo marinho, servindo de casa para pequenos animais.

Foto: centenas de tampas plásticas das suas respectivas garrafas plásticas que ainda estão no meio ambiente.

Estes números não bastam para compor o real cenário do problema da poluição plástica. E muito há o que se fazer nos 4 cantos do Brasil. Os locais que receberam as limpezas foram Praia da Sereia no Espírito Santo, Praia Guarapari no Paraná, Praia do Leblon no Rio de Janeiro e Praia de Santa Teresa em São Paulo com o objetivo de ação direta no problema, missão da Sea Shepherd, com o grupo de voluntários brasileiros somando forças para chamar atenção ao problema do lixo no Brasil.

 

Foto: Sea Shepherd Brasil Paraná

Foto: Sea Shepherd Brasil Rio de Janeiro

 

Foto: Sea Shepherd Brasil Espírito Santo

 

Foto: Sea Shepherd Brasil São Paulo

 

Pelos oceanos.

All Contents Copyright © 2017 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por GPS Digital
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol