Home » Notícias

Os baleeiros foram para casa!

8 março 2012
O Bob Barker fazendo o seu caminho através do Santuário de Baleias do Oceano Antártico. Foto: Carolina A. Castro

O Bob Barker fazendo o seu caminho através do Santuário de Baleias do Oceano Antártico. Foto: Carolina A. Castro

A frota baleeira japonesa deixa o Santuário de Baleias do Oceano Antártico

Operação Vento Divino acabou! Os baleeiros japoneses estão indo para casa!

A frota baleeira japonesa deixou o Santuário de Baleias do Oceano Antártico e está indo para casa. “Uma vez que o capitão Peter Hammerstedt e sua equipe do Bob Barker encontraram o Nisshin Maru, em 5 de março, a temporada de caça às baleias foi efetivamente encerrada para a temporada”, disse o Capitão Paul Watson no navio principal da Sea Shepherd, Steve Irwin, que voltou recentemente e agora está atracado em Williamstown, Victoria, na Austrália.

Desde 01 de março, o Bob Barker seguiu o Nisshin Maru, enquanto se dirigiam constantemente noroeste. Os navios arpoadores japoneses pararam de seguir o Bob Barker. A frota deixou as águas do Santuário de Baleias do Oceano Antártico, de acordo com o capitão Peter Hammarstedt. A embarcação de segurança do governo japonês, Shonan Maru #2, foi avistado por navios de pesca a 30 graus ao Sul, que fica a leste de Brisbane, na Austrália, indicando que a embarcação está bem no seu caminho de volta para o Japão.

A baleia Minke nada livremente, como deveria, no Santuário de Baleias do Oceano Antártico. Foto: Billy Danger

A baleia Minke nada livremente, como deveria, no Santuário de Baleias do Oceano Antártico. Foto: Billy Danger

Foi uma campanha longa e difícil e, embora prejudicados pela perda temporária do navio de escolta, Brigitte Bardot, o Steve Irwin e o Bob Barker foram capazes de perseguir a frota baleeira japonesa por mais de 17.000 milhas, dando-lhes pouco tempo para matar baleias. Além disso, dois dos três navios arpoadores passaram mais tempo perseguindo os dois navios da Sea Shepherd do que matando baleias.

“O número de baleias mortas não será liberado pelo Japão até abril, mas, na minha opinião, eles não atingiram mais de 50% com certeza, e minha previsão é que não será superior a 30%. Não tão bom como na temporada passada, mas muito melhor do que todos os anos anteriores”, disse o Capitão Paul Watson. “Foi uma campanha bem sucedida. Há centenas de baleias nadando livre no Santuário de Baleias do Oceano Antártico, que agora estariam mortas se não estivéssemos lá nos últimos três meses. Isso nos deixa muito felizes”.

O Bob Barker voltará a Hobart, na Tasmânia, o Brigitte Bardot está concluindo reparos em Fremantle, e o Steve Irwin está agora ancorado em Williamstown.

As águas geladas da Antártica começam a congelar enquanto o Bob Barker vai para casa. Foto: Carolina A. Castro

As águas geladas da Antártica começam a congelar enquanto o Bob Barker vai para casa. Foto: Carolina A. Castro

Em dezembro de 2012, se a frota baleeira japonesa retornar para o Santuário de Baleias do Oceano Antártico, a Sea Shepherd Conservation Society vai lançar a Operação Justiça Cetácea, com quatro navios, dois helicópteros, quatro drones (pequenos aviões operados por controle remoto) e 120 voluntários.

“Se os baleeiros japoneses retornarem, a Sea Shepherd vai voltar. Estamos comprometidos com a defesa do Santuário Antártico das Baleias”, disse o Capitão Paul Watson. “Não importa quanto tempo leve, não importa o quão arriscado ou caro seja. A palavra “santuário” realmente significa algo para nós, e isso é algo que vale a pena lutar”.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

 

All Contents Copyright © 2012 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por dEx