Home » Notícias

Não permita que a extinção seja o destino do Golfinho Maui

10 maio 2012

Foto: Will Rayment

Proteger o Golfinho Maui da extinção na Nova Zelândia é uma preocupação permanente para muitos acadêmicos e ativistas há mais de uma década.

Nos últimos meses, quase 8.500 submissões foram feitas e 65.000 assinaturas recolhidas na petição da Nova Zelândia e em todo mundo, através dos websites NABU International e Avaaz. Estas petições e assinaturas foram apresentadas ao governo da Nova Zelândia em 2 de maio, cinco dias após a morte de um outro Golfinho Maui.

Departamentos intergovernamentais vão se reunir a portas fechadas para a criação de um Plano de Gerenciamento de Ameaça. Este plano decidirá o destino do Golfinho Maui, que está a beira da extinção. Mesmo que as 2007 medidas forem insuficientes, há esperança de que nesse sentido prevalecerá o foco para salvar as espécies envolvidas e aumentar a proibição de rede. Após essa reunião, haverá outra fase de apresentação pública, onde o Golfinho Maui contará com os esforços de todos os ativistas e amantes de animais para contribuir e lembrar ao governo da Nova Zelândia o dever de proteger uma parte da vida selvagem. Vamos avisá-los o mais rápido que pudermos das petições.

Nesta fase, as negociações continuarão até novembro de 2012, quando o governo da Nova Zelândia lançará seu Plano de Gestão, que irá decidir o destino do Golfinho Maui. Tome medidas hoje, enviando e-mail para os principais membros do governo central.

Primeiro Ministro John Key: j.key@ministers.govt.nz
Ministra da Conservação, Kate Wilkinson: kate.wilkinson@parliament.govt.nz
Primeiro Ministro das Indústrias, David Carter: david.carter@parliament.govt.nz

Ou talvez escreva para: Peter Bodeker, do Conselho Industrial de Pescados da Nova Zelândia, que pensa que a proibição é “flagelação ritual da indústria da pesca”: peter.bodeker@seafood.co.nz

Obrigado pela sua preocupação e esperamos sinceramente sua ação.

Saiba mais clicando aqui: http://seashepherd.org.br/sea-shepherd-pede-protecao-imediata-aos-golfinhos-ameacados-na-nova-zelandia/

Traduzido por Ana Dias, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

All Contents Copyright © 2017 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por GPS Digital
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol