Home » Notícias

Sea Shepherd Brasil realiza palestras na XIII Semana de Biologia da UENF, em Campos/RJ

29 novembro 2015

No período compreendido entre os dias 03 e 07 de novembro, foi realizada a XIII Semana Acadêmica de Biologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense (SEBIO- UENF), na cidade de Campos dos Goytacazes, no Estado do Rio de Janeiro e o Instituto Sea Shepherd Brasil foi convidado a participar do ciclo de palestra.

Desde 2002, a SEBIO-UENF tem sido um evento de grande importância para a comunidade científica, ampliando conhecimentos e proporcionando amplas discussões na área de ciências biológicas. Nesta 13ª edição, estiveram reunidos pós-graduandos e pesquisadores de excelência vindos de diversas universidades e institutos do Brasil, para oferecer minicursos, palestras e mesas redondas, com o intuito de maximizar, aperfeiçoar e compartilhar novos conhecimentos.

 “Os Impactos do lixo marinho” foi o tema apresentado no dia 03/11, abordando o descarte irregular dos resíduos sólidos, as redes de pesca abandonadas e os resíduos industriais, que causam grande impacto negativo na interação com animais marinhos e efeitos prejudiciais, decorrente da distribuição de todo tipo de lixo humano pelos oceanos e praias turísticas.

“Infelizmente, este é um problema crescente. Não há qualquer coordenação entre os programas regionais e globais, além das conhecidas deficiências na aplicação das legislações pertinentes, aliados aos nossos insustentáveis padrões de produção e consumo.” – avalia Luiz André Albuquerque, Diretor Regional do Núcleo Rio de Janeiro.

No dia 04/11, a palestra ministrada teve como tema, a “Proteção e Conservação de Tubarões e Baleias”. Em relação aos tubarões, a pesca predatória massiva – principalmente para atender à demanda dos mercados do leste asiático por sopa de barbatana de tubarão – contribuiu para afundar ainda mais os números das populações, como demonstram diversos estudos realizados ao longo dos anos. Entre 70 e 100 milhões de tubarões são mortos todos os anos, e cerca de um terço das espécies de tubarão está ameaçada ou corre risco de extinção.

“A Sea Shepherd tem realizado um incessante trabalho de conscientização e também de forma ativista, de modo a proteger, tanto tubarões como as baleias, animais de grande importância para a vida no planeta Terra. No Brasil, a campanha em defesa dos tubarões iniciou-se em 2009, através de ações informativas e o ajuizamento de ações civis públicas contra empresas que praticavam pesca predatória e o finning (extração ilegal das barbatanas do tubarão). Já a proteção das incríveis baleias, tem sido um dos principais focos de atuação da organização, desde a sua fundação em 1979, principalmente na Antártica, em decorrência da atividade baleeira japonesa. As campanhas antárticas da Sea Shepherd acabaram sendo documentadas e tornando-se uma série de TV com alcance mundial –  Whale Wars (Defensores de Baleias). Em território brasileiro, a caça às baleias é proibida desde 1986, no entanto, recentemente, o Instituto Sea Shepherd Brasil precisou ingressar com uma ação judicial para garantir a proteção das baleias francas no litoral de Santa Catarina, pois estavam ameaçadas de molestamento intencional.” – comenta Luiz Albuquerque.

All Contents Copyright © 2017 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por GPS Digital
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol