Home » Notícias

Mais uma violação ao Oceano Antártico

4 março 2013

Steve Irwin

A frota baleeira japonesa está agora agindo como um serial killer em um filme de terror ruim – quando os heróis viram as costas e os créditos estão prestes a rolar, o assassino se levanta novamente, desta vez com o arpão na mão para matar outra baleia indefesa.

A frota japonesa estava recuando mas se virou e está se dirigindo ao Sul novamente.

Quando os navios da Sea Shepherd se afastaram da frota baleeira ao norte, eles o fizeram a fim de economizar combustível para a longa viagem de volta para Melbourne. Mas antes da despedida, membros da tripulação da Sea Shepherd colocaram um dispositivo de rastreamento no Sun Laurel para monitorar seu progresso em direção ao norte.

O Sun Laurel agora se virou e está se dirigindo para o sul novamente, e isso só pode indicar que o Nisshin Maru também se virou e está indo para o sul. Embora existam poucos dias para o fim do período de caça, ainda há a possibilidade de que o Nisshin Maru pode reabastecer e voltar para alguns dias de caça. Embora eles não serão capazes de matar muitas baleias, a morte de apenas algumas já é de grande preocupação para a Sea Shepherd Conservation Society.

Portanto, o Sam Simon vai transferir combustível para o Steve Irwin e irá para Fremantle, em vez de Melbourne, para reabastecer.

O Bob Barker tinha a intenção de transferir combustível para o Steve Irwin, mas eles vão agora manter esse combustível para retomar a busca da frota baleeira.

Após o reabastecimento de amanhã do Sam Simon, o Steve Irwin vai seguir o Bob Barker de volta para o Oceano Antártico para interceptar a frota baleeira.

O Bob Barker mudou de curso e está mais uma vez em busca da frota baleeira.

A Operação Tolerância Zero foi ressuscitada. Parece que serão mais dez dias de buscas em alto-mar em um oceano se tornando mais frio e mais hostil a cada dia.

“Parece que os baleeiros japoneses estão voltando ao sul para matar algumas baleias para não serem totalmente humilhados nesta temporada”, disse o capitão do Bob Barker, Peter Hammarstedt, “por isso está é mais uma violação. Nós sabemos onde o Sun Laurel está e pretendemos interceptá-los mais uma vez.”

O Steve Irwin vai receber o combustível do Sam Simon na ilha Heard, antes de retornar ao Oceano Antártico para ajudar o Bob Barker.

“São ainda três dias de volta às terras dos baleeiros, com não mais do que uma semana para matar baleias, e o tempo está ficando cada vez pior”, disse o capitão Siddharth Chakravarty, do Steve Irwin.

“Não é economicamente viável para os baleeiros retornar a esta altura”, disse o Diretor da Sea Shepherd Austrália, Jeff Hansen. “Mas isto não é mais sobre caça às baleias. É sobre o governo japonês não parecer fraco. Eles foram humilhados pela Sea Shepherd. Eles estão retornando ao Oceano Antártico para que eles possam alegar que eles não foram expulsos pela Sea Shepherd, mesmo que seja muito claro que eles foram. Parece que vamos ter que persegui-los para fora do Santuário de Baleias da Antártica mais uma vez”.

Com o tempo piorando, os mares se tornam mais ásperos, com as plâncton dispersos, assim também as baleias se dispersando, e as condições não são as mais fáceis para as operações baleeiras.

O Bob Barker não está longe de voltar até a frota baleeira.

Traduzido por Raquel Soldera, voluntária do Instituto Sea Shepherd Brasil

All Contents Copyright © 2017 Sea Shepherd Conservation Society.

produzido por GPS Digital
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol